Hoje vou apresentar à vocês, mais uma nova escritora nacional. Ela tem 36 anos, é jornalista, revisora de texto e faz alguns trabalhos direcionados para sites. Com vocês Sheila Ribeiro Mendonça.

"Olá! Sou jornalista há 12 anos e, justamente, escolhi esta profissão por conta da minha enorme paixão pela escrita.  No início da idade adulta escrevi o meu primeiro romance. 
Cabra Cega é pura ficção, embora, algumas pessoas possam se ver na história, mas a intenção da obra é somente fictícia. 
A escrita, definitivamente, é o ar que eu respiro. Algo que me move, e muitas vezes é até maior do que eu mesma,  assim fazendo com que, em qualquer lugar e situação que eu me encontre, pegue um papel e caneta, e deixe a inspiração que chega fluir em palavras, e sem a pretensão de transformar num texto perfeito, apenas escrevo e sinto um enorme prazer com isso. 
Cabra Cega ficou guardado na gaveta por muitos anos, e somente agora, aos 36 anos, sinto que chegou a hora do meu primeiro filho nascer, mas é somente o primeiro de muitos outros que virão."

Sinopse

Clara e Gustavo se conhecem, em um Clube de Curitiba, quando ela estava pensando em viajar, antes de começar a fazer faculdade, e então se apaixonam e casam, assim, a vida de Clara muda rapidamente. E literalmente a mudança é radical, pois Gustavo se revela um homem agressivo, ciumento, possessivo, violento, ardiloso e perspicaz, com isso transformando a vida dela numa constante surpresa e esconde-esconde. Não somente de comportamentos como também de cidades. Com o intuito de não criar laços com ninguém e, principalmente, de não deixar que a família de Clara saiba onde ela está, você vai acompanhar Cabra Cega sem ter a certeza de até quando aquela cidade fará parte dos planos de Gustavo. Em Cabra Cega acompanhamos os escondidos.

Resenha

Cabra-cega conta a história de Clara e Gustavo, um casal totalmente às avessas. Em uma linguagem totalmente narrativa, na terceira pessoa, traz de uma forma simples e direta a realidade de muitos lares brasileiros.
Gustavo é um marido totalmente possessivo e ciumento, Clara uma mulher totalmente submissa, que vive em função do medo e apreensão com as atitudes do marido.
Do casamento que parecia dos sonhos, ao pesadelo de ter que conviver com uma pessoa completamente transtornada.
Na tentativa de continuar mantendo Clara como propriedade exclusiva, Gustavo a leva para morar no Rio de Janeiro, longe de todos os seus conhecidos, e não deixa pistas quanto ao paradeiro dos dois.
O drama na vida da moça é constante, já que o marido além da violência não a deixa se comunicar com a família. Porém ela consegue burlar a regra e avisa sua família de Curitiba, que ela está no Rio de Janeiro.
A família resolve viajar para encontrar-se com Clara e saber de fato como a filha está vivendo. No encontro com a família de Clara, um grande teatro é preparado por Gustavo para que todos pensem que eles vivem bem.
Ainda tem Marcos, um apaixonado por Clara na história, que vai fazer de tudo para reconquistar seu amor do passado.
O livro traz um tema atual, porém fiquei bastante irritada com a passividade de Clara, mas no caso dela, só quem vive a realidade dos fatos, sabe a proporção dos danos.


Você encontra o livro Cabra Cega em formato E-book e impresso no Clube dos Autores (um dos livros mais vendidos do site).

4 Comentários

  1. Shiiiiiiiiii, se vc ficou irritada eu ia querer matar kkkkkk
    Olha eu gostei da resenha e quero ler, depois de ler todos os que eu tenho aqui em casa. A sinopse parece intrigante kkkkkk[

    fuiii\o/

    ResponderExcluir
  2. Olá Adriana!
    Adorei a resenha do meu Cabra Cega!
    Obrigada e que bom que a Clara te deixou irritada, pois quando vejo que as pessoas sentem sentimentos em relação a personalidade que criei para as minhas personagens significa que atingi o meu objetivo, e isso não tem preço, confesso, é bom demais! ;) Quem é autor entende esse meu sentimento...rsrs ;)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  3. Adriana, adorei a resenha *-* O livro parece realmente incrível!!!
    Eu costumo não ficar irritada com os personagens, porque sempre me sinto na pele deles...

    Fiquei com muita vontade de ler esse livro =)

    ResponderExcluir
  4. Cabra cega é muito bom mesmo, eu adorei. Li tão rápido, quero q a She lance mais livros.

    Bjs

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.