Andei a procura dessa escritora por algum tempo e finalmente a encontrei no blog da escritora Nanda Meireles. Larissa de cara chama a atenção por ser tão nova e ter livros tão marcantes, como As Bruxas de Oxford, publicado pela editora Multifoco, que é o livro sobre o qual ela falará hoje.

* Olá Larissa, vou logo perguntando idade e onde mora atualmente.


Bom, eu tenho 19 aninhos (na flor da idade, como diz minha mãe!!), e moro em São Paulo. No momento estou viajando, mas minha casa ainda é em Sampa.

* Escrever sobre o tema sobrenatural é uma responsabilidade e tanto. Por que o tema bruxas?

Eu sou uma grande fã de Harry Potter desde a infância, e desde que comecei a escrever, queria usar o tema de bruxas e magia em algum lugar, em alguma história. Só que essa história nunca vinha. Até que um dia, no meio do meu banho, ela veio, e eu decidi botar no papel e interromper tudo o que eu estava fazendo pra dar continuidade a ela. Deu no que deu :P


* De onde surgiu a ideia central do livro?


Surgiu de uma mistura de dois temas que eu gosto muito: magia e reencarnação. Queria muito escrever sobre os dois, mas nunca tinha pensado em juntá-los antes de a idéia surgir. Não sei dizer exatamente de onde veio. Um dia eu tomei banho e ela estava lá!


* Conte-nos um pouco de "As Bruxas de Oxford".

É muito difícil falar do livro sem dar spoilers!! "As Bruxas de Oxford" fala sobre Malena, que se muda com a família (seus pais e seis irmãos mais velhos) pra Oxford, uma cidadezinha minúscula no Kansas, e, em meio a todos os problemas de adaptação à nova vida, se descobre morando numa velha mansão supostamente mal assombrada. O maior problema, contudo, é que tudo parece ter muito a ver com ela, e, sem querer, ela vai se ver dividida entre feitiços, profecias e uma vingança que, querendo ou não, agora é dela também.



* Criar a história em um cenário estrangeiro... Por quê?

Todo mundo me pergunta isso!! Haha! É bem simples, na verdade. Praticamente tudo que eu escrevo se passa dentro do Brasil, por inúmeros motivos, mas, principalmente, porque é o mais fácil pra mim, é aquilo que eu conheço melhor. Quando fui escrever o Bruxas, quis sair dessa minha zona de conforto. Fiquei me perguntando "por que não?" e não consegui pensar num motivo que me fizesse desistir da idéia. E hoje não consigo imaginar a história se passando em nenhum outro lugar.

* Quanto tempo levou para a conclusão da obra?

4 meses. Passei dois meses juntando dados (lentamente!!) que eu julgava necessários - foi sacrificante achar informações precisas e úteis sobre Oxford! - pra criação do livro, e dois meses (durante as férias de fim de a
no) escrevendo. Foi bem rápido.


* E como foi a procura pela editora ideal?

Na verdade, em algum momento do meu começo de carreira, eu decidi que a editora ideal seria aquela que aceitasse meu trabalho sem me cobrar nada por isso. Isso foi antes mesmo de começar a publicar de forma independente. Mandei o Bruxas pra algumas editoras, e, após seis meses, recebi uma resposta positiva da Multifoco. Foi uma alegria sem tamanho!

* O processo pós - publicação é algo que todo escritor se pergunta, pode nos contar você que já passou por esse processo?

O pós-publicação acho que é o pior, se o autor está começando. Publicar é fichinha perto do que é a missão complicada de chegar até os leitores. Quando eu comecei a me meter de cabeça nisso, publicando de maneira independente, muitos dos meios que os autores tem hoje - tipo blogs literários e skoob - ainda eram relativamente desconhecidos. Fui no boca-em-boca por algum tempo, até começar a descobrir a blogosfera, e ela começar a crescer. É muito difícil ainda sair disso, alcançar gente que esteja fora desse mundinho que, ainda, é bastante limitado. Fiz doação de livros meus pra bibliotecas de escolas públicas, e vou em eventos distribuindo brindes e marcadores de página, convidando outros leitores a conhecerem meu trabalho. Fico o dia todo no twitter, entro em contato com todo mundo, peço, atendo, converso. Escritor não pode ter vergonha de aparecer. A gente tem que estar com a nossa carinha em todos os lugares onde os leitores estão. Quanto mais acessível a gente é, mais bem
recebido será - e também o nosso livro.

* Onde você buscou inspiração para tantos detalhes incríveis como os do seu livro?

Faz tanto tempo que eu escrevi (3 anos já!!) que se eu disser pra você que me lembro, estaria mentindo! Hahaha!!!

*Onde podemos encontrá-lo?

Ele está disponível no site da Editora Multifoco através do link: http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=388&idProduto=402
E em breve também voltará a ser vendido pelo meu site: www.larissasiriani.com.br
;)

4 Comentários

  1. Adorei a entrevista. A Larissa e uma fofa. Já li um livro dela e gostei .. mas quero mt ler As Bruxas de Oxford *-*

    ResponderExcluir
  2. Adorei a intervista! Ela parece ser muito simpática!

    Jackson - Mundo dos Livros
    http://www.blogmundodoslivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Muito boa entrevista guria!
    Tá dando show, parabéns!
    Sucesso a autora.

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista.
    Fiquei com vontade de ler.
    Beijos
    Elysanna Louzada

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.