• TRAJETÓRIA DE HARRY POTTER. 




Bem, esta é uma nova coluna do Acordei com Vontade de Ler, então vou dar uma breve explicação sobre ela. Esta coluna se baseia (como diz o nome) em ir mais além nos assuntos, não visa por exemplo, contar a história dos livros, mas sim em dizer todo o contexto que gira em torno dele, tudo o que ocorre por causa dele, tudo o que foi gerado e muito mais... Acho que não é tão difícil de entender. 


Vamos ver se vocês gostam do post, claro que nos próximos, estarei falando de sagas menos conhecidas, pois assim poderão se informar e se interessar, porém como este é o primeiro "post" vamos começar falando da série Harry Potter, a mais marcante de todas as infâncias na história dos contos, ainda mais que As crônicas de Nárnia (C.S Lewis - 1950) assim vocês vão entender perfeitamente como irá funcionar esta coluna. (E também é um dos únicos que posso escrever uma biografia decorada, não precisarei pesquisar, já que eu amo). 


Harry Potter é uma série de livros criada por J K (Joanne Kathleen) Rowling, tendo seu primeiro livro (Harry Potter e a Pedra Filosofal) lançado em 1997 na Inglaterra e em 1998 para o mundo. O livro não só conquistou as crianças ou um público alvo, mas tornou a "fantasia" um lugar para todos, onde por exemplo, adultos compravam o livro para os seus filhos e acabavam entretidos pela história, ansiosos para o próximo lançamento. 


J K levou cinco anos para escrever o primeiro livro da série, foi uma obra demorada, e ainda que enfrentasse diversas dificuldades, manteve-se na escrita para conquistar enfim o seu sonho de se tornar uma grande escritora. Se o caminho pareceu fácil, não foi, a britânica teve que arcar com diversas negativas ao entregar o seu livro para as editoras, ao exato o livro fora recusado 13 vezes, porém certa hora foi aceito pela Bloomsbury, sendo oferecido a Joanne três mil libras de adiantamento,  e enfim a publicação aconteceu. A agora escritora, estava feliz por ter realizado um grande sonho, mas nunca imaginou que um dia o seu livro alcançaria um sucesso tão renomado em todas as partes do mundo. 


J K confessa que suas maiores influências partiram de Tolkien e Lewis, pois eram livros que ela adorava ler, mesmo que nunca tenha terminado nenhum deles. O senhor dos Anéis e As Crônicas de Nárnia ajudaram bastante na escrita, porém a genialidade dos três escritores não podem ser comparadas nem de longe. Tolkien tem um Universo só dele, assim como Lewis e J K, porém todos eles são diferentes, e mesmo as semelhanças são imperceptíveis, como por exemplo, a passagem na estação para a plataforma 9 3/4, foi uma ideia relacionada a quando Lucy atravessa o guarda-roupa pela primeira vez em As Crônicas de Nárnia: O leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa,  um mundo transformado por uma passagem secreta. 



Não levou muito tempo para que o livro fosse traduzido para diversas línguas e os próximos serem lançados (Harry Potter e a Câmara Secreta - Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban). O sucesso foi tão grande que em 1999 J K vendeu os direitos do primeiro livro para a Warner Bros por exatos 1 milhão de libras (2 milhões e 200 mil reais). Se o sucesso já era de grande porte para leitores, quando o primeiro filme foi lançado, aconteceu algo surpreendente. O filme superou TODAS eu disse TODAS as bilheterias da história do cinema (Com exceção de Titanic que não conta), e isto criou um grande colapso no mundo financeiro de J K Rowling, pois os próximos filmes a tornaram a primeira escritora bilionária da história, se tornando mais rica do que um dia imaginaria ficar. 


Hoje o legado de Harry Potter é o maior da história da literatura e do cinema, todos os livros juntos, e todos os filmes, alcançaram o topo de ambos os rankings na história de vendagem, lucros e fama. O reinado de Harry Potter é tão grande, que quando aparecem novas atrações como Crépusculo de Meyer, ninguém aposta que poderá superá-lo, pois os números são devastadores perto de qualquer outra história anterior e posterior. 


Harry Potter, também causou um novo embarque para o cinema inglês, que não havia tido muito sucesso nos últimos anos. O mundo se rendeu as qualidades dos atores que formam um elenco completamente inglês, e muitos deles, nunca vistos antes em qualquer outro lugar do cinema. Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint não levaram muito tempo para sentir a fama refletindo em seus bolsos, o dinheiro simplesmente se multiplicou para qualquer pessoa envolvida na série, o que foi uma coisa excelente, pois criou mais e mais expectativas. De 1997 à 2011 a série durou intacta, e o assunto principal quando se dizia "LIVROS" ou "FILMES" fora Harry Potter, não só isso, mas o mundo dos jogos também foi invadido pelas varinhas mágicas e vassouras voadoras, a série de jogos originalmente criada para Playstation, ganhou continuidade no Playstation 2, conseguindo alcançar números excelentes de vendagem, o que já era um tanto quanto esperado. 


A participação especial mais notável dentro dos filmes, começou à partir do 5º filme da série, foi quando Helena Bonham Carter aceitou o papel como Bellatrix Lestrange, comensal da morte e braço direito de Lord Voldemort, o principal inimigo do bruxinho que sobreviveu. Entre tudo isto, com o passar da saga, os atores já estavam consagrados, amadurecidos e prontos para atuar ainda mais perfeitamente. Quando David Yates assumiu a série, os livros já estavam mais obscuros, e ele soube passar isto muito bem para a telona, tudo o que era bonito se tornou "medonho" após o retorno do Lorde das Trevas em Harry Potter e o Cálice de Fogo.


Bem, agora que vocês já conhecem a trajetória deste sucesso, não há mais nada para ser discutido, qualquer coisa que ficou mal-esclarecida, ou qualquer detalhe, erro, podem ser corrigidos, vocês podem dar as suas sugestões aí em baixo para o próximo post.

Obrigado,

A.M Fossatti. 

7 Comentários

  1. Harry Potter com certeza foi o livro mais marcante da minha infância. E acredite se quiser: ainda não ter minei de ler a Saga. Parei no início do 7. Aconteceu que meu exemplar ficou completamente encharcado (por causa de um evento que não gostaria de mencionar aqui). Mas já vi todos os filmes e sou competamente apaixonada por eles! Até hoje A Câmara Secreta esta entre meis favoritos, perdendo apenas para os dois últimos. Aliás, mesmo quando era uma das fãs mais isuportáveis de Crepúsculo eu sabia e afirmava que Harry Potter era infinitamente superior! Outra coisa: pode não parecer, mas J. K. Rowling também teve influência do T. H. White. Conforme os personagens vão ficando mais velhos eles vão amadurecendo e a história vai ficando mais sombria. E é isso aí. Espero que eu tenha conseguido falar tudo o que eu queria falar. E me desculpe pelo comentário muito grande.

    Um beijo e que muitos outros posts omo esse estejam por vir!

    ResponderExcluir
  2. Ótima postagem, Augusto!
    Harry Potter marcou uma geração e continua ganhando fãs.
    Pra mim, que acompanhei a série desde o começo e esperei ansiosamente pelos livros, foi triste ver que chegou ao fim. Mas ficaram lembranças de ótimos momentos que tive ao ler a série :D

    ResponderExcluir
  3. Harry Potter foi quem me viciou em livros...
    JK Rowling me deve uma grana pelo o q eu tenho gastado pra sustentar meu vício!
    Ahuahahahuaha...

    No fim acabei deixando a série meio de lado, e faltam os 2 últimos livros pra terminar..
    Mas to pensando seriamente em reler a série toda, quando a história não para dá mais emoção...
    Pelo menos eu acho!
    Vamos ver se eu consigo né!
    UAhuahuauhua...

    Beijaum

    ResponderExcluir
  4. Bom dia Ká,
    Não li ainda nada sobre Harry, mas fiquei interessando depois dessa explanação...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Acredita que eu não li e nem assisti nada sobre o Harry Potter. Até meus filhos já assistiram a saga completa (menos o último filme) e eu nadinha. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Ahhhhhhh Harry Potter *-*
    Amo, superou tudo (TUDO!) que aconteceu na minha vida. Dá uma olhada no meu blog ;)

    Francesca Ribeiro
    Harry Potter - O Guia
    harrypotteroguia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Nossa eu nem sei por onde começar... Vou começar falando o quanto eu amei essa nova coluna em especial esse post. Sei que essa será uma das minhas colunas favoritas afinal, quando a gente gosta muito de um livro queremos sempre saber mais sobre ele, ir mais afundo... Não é verdade?
    Tenho que dizer que a coluna ja estreou com pé direito, afinal quase todos amam essa série, quando alguém me diz que não gosta eu entro choque porque é tão pouca a quantidade de pessoas que não gostam de HP, que quando eu encontro alguém que não goste eu fico realmente assustada que exista alguém capaz de não gostar.
    Eu acho que quem ama mesmo como eu sempre pode ir mais além quando se trata de HP. Para mim HP sempre foi e sempre será um livro discutível, sempre aparece fatos, momentos em que possa se falar de HP.
    Eu tenho um sentimento muito grande por HP, sempre quando se fala dele eu choro, sim eu realmente choro, assim como chorei lendo o post e estou chorando para escrever esse comentário. Eu sempre falo para todo mundo, apesar de HP não ter sido o primeiro livro que li, eu afirmo que é o meu favorito, vou levar para a vida inteira, ler a vida inteira. Tenho que admitir que eu gosto de muitos livros, gosto de todos os que eu tenho, mas de HP eu não gosto, HP eu AMO. Sempre será o meu favorito, sempre.
    Enfim, assim como os livros o post ficou incrível apontou pontos do livro e pontos do filme.
    Apenas gostaria de ressaltar uma coisa, foi mencionado no post a plataforma 9 3/4, mas deve ser notado que no filme a plataforma tem esse nome mas no livro o nome da plataforma é 9 e meia. Uma coisinha boba, mas achei legal falar.
    Excelente post, super amei !

    BEEJO ;*

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.