Sinopse:

O que você espera de um anjo? Deixe-me tentar adivinhar: que ele salve sua vida? Ou que seja seu anjo da guarda bonzinho, sempre disposto a te tirar de situações difíceis? Bom... não é bem assim nessa história... Você já viu algum anjo escolher ter sexo? Tá, em algumas histórias eles têm. Mas tente imaginar um anjo atrapalhado que resolveu ser mulher. Esse é o caso do anjo Ariel. Espera aí, eu falei anjo? Não... anjinha Ariel. Bem, ela tem sua opinião formada e não adianta dizer que isso não é certo porque Victor Hugo, Prada, Corelo e outras marcas da moda fazem a cabeça dessa anjinha. Ariel tem um dilema na sua vida: continuar a ser uma anjinha viciada em roupas ou se tornar uma humana? Mas a vida dela não é fácil, e ela passa por cada encrenca, que só lendo para entender. E não tente convencê-la de alguma coisa, porque ela não escuta mesmo... Agora tente se imaginar correndo perigo e Deus te manda um anjo. E quem Ele manda? Ariel. Você está em apuros. Porque certamente ele irá parar em frente a uma vitrine ou comprar a última revista de moda que saiu... Se sobrar tempo, bom, aí ela pode tentar ajudar você. Embarque nessa história super bem humorada e cheia de intrigas. Bye Bye Asinhas vai fazer você pensar o que se passa na cabeça de uma mulher.



Resenha:

Bem, por onde eu começo a resenhar Bye Bye asinhas?... Tudo bem vou começar a falar do que eu esperava do livro antes de começar a ler. Eu adoro pegar um livro cheia de expectativas sobre a história e depois de começar a ler ver que não é nada daquilo que esperava, com Bye Bye Asinhas foi assim. Tinha um monte de expectativas para ele e nenhumas das minhas expectativas foram alcançadas, em outras palavras, minhas expectativas foram mais que superadas (Aposto que assustei você né? Achou que eu não gostei do livro né?).

Eu esperava um livro sobre uma anjinha viciada em moda, você deve estar se perguntando: “Mas não é sobre uma anjinha viciada em moda?” . Sim na verdade é uma história sobre uma anjinha viciada em moda, mas a minha expectativa sobre o livro era de que toda a história fosse somente disso, mas na verdade não era. O livro além da anjinha viciada em moda contém demônios, anjos, meio-anjos, meio-demônios, mortes, comédia, suspense, romance...

A autora conseguiu criar uma história surpreendente, sim surpreendente é a palavra certa para definir esse livro. A cada pagina que eu lia, mais surpresa eu ficava. Comecei o livro de boca fechada, depois no decorrer na história comecei a sorrir, depois fiquei de boca aberta e no final chorei. Okay essa ultima reação pode variar de pessoa para pessoa, eu ainda não sei porque chorei no final, mas eu chorei. Mas eu vou parar de falar o impacto que o livro me causou e começar a fazer a resenha de verdade, mas não vou dizer muita coisa nessa resenha, porque eu quero que vocês leiam o livro e se surpreendam como eu!

Há muitos anos atrás Ariel era uma garota de dezenove anos, que vivia com sua família... Sua família era rica e naquele tempo havia aquele negocio de ser prometida. Ariel era prometida para Rodolfo, e em breve iriam se casar, mas Ariel não gostava de Rodolfo, na verdade ela era perdidamente apaixonada por Frederico, mas o pai de Ariel não aceitava esse romance dos dois, afinal Frederico era pobre e já Rodolfo para quem a filha estava prometida era rico. Entretanto Ariel foi brutalmente assassinada. Após a tragédia Ariel virou um anjo, ou melhor uma anjinha. Os anjos geralmente não têm sexo, mas depois da Ariel visitar a terra e conhecer as roupas, sapatos, bolsas etc, a anjinha resolver ter sexo.

O anjo Gabriel ou Gab, como a Ariel o chama, já mandou essa anjinha atrapalhada para várias missões na terra, ajudando várias pessoas e as vezes deixando de salvar algumas né Dona Ariel?

O livro conta a história de Ariel em uma de suas ultimas missões. Ariel estava no corpo de Tifany uma garota popular, bonita e um pouco rebelde, vamos dizer assim. Em uma noite Ariel encontra um ex-namorado de Tifany, ele se chamava Lincoln. Logo o rapaz chamou a atenção da anjinha, ele era lindo e encantador. Ai, ai, ai Ariel se apaixonou pelo cara, mas ela não podia se entregar a esse amor, porque se ela beijasse um humano, automaticamente ela renunciaria ao cargo de anjo e viraria uma humana e Ariel não queria isso, ela amava a suas asas. 

Mas como Lincoln poderia imaginar que no corpo de Tifany estava a Ariel e não Tifany? Então ele beijou Tifany, ou no caso a Ariel. Pronto bye bye asinhas da Ariel, além de perder as suas asas de quebra Ariel de apaixonou pelo cara e faria de tudo por ele, até se transformar em demônio, pois é pessoal, a Ariel é tão atrapalhada que para salvar Lincoln a garota virou demônio, ou melhor meio demônio.

Durante a história acontece várias coisas com a Ariel, muitas trapalhadas. A parte angelical da Ariel era perdidamente apaixonada por Lincoln. Já a parte diabinha dela fez o favor de se apaixonar pelo lindo, gostoso e Hot Adan, que era um meio-anjo.

Enquanto Ariel estava ficando louca, por gostar de dois caras e a parte diabinha dela estar se aflorando cada vez mais, Gab estava tentando resolver o problema dela, ou achar uma forma para a Ariel voltar a ser uma anjinha ou virar uma humana de vez, ambas as duas escolhas fariam Ariel esquecer de tudo que ela viveu até hoje, inclusive suas duas novas paixões!

E agora o que acontecerá com Ariel, será que ela ficará para sempre uma diabinha? Ou voltara a ser uma anjinha? Ou virar uma humana de vez? E quanto ao Lincoln e o Adan? Com quem ela ira ficar? Com Adan? Com Lincoln? Ou com nenhum?

Bom gente, sou péssima em conter spoillers, acho que acabei falando até demais. Então para que eu não fale mais do que eu já falei, tentei ser bem breve na resenha, nada de muita falação... Mas eu juro, amei a história, quero muito que vocês leiam. Não sei se vocês sabem, mas Bye Bye Asinhas tem continuação então o livro deixa aquele final vago sabe? E se querem saber, sou Team Adan (como resistir aquele meio-anjo hot?) declarado e Team Bye Bye Asinhas, amei o livro mesmo, considerei ele uns dos melhores desse ano que eu li!
Confesso que fiquei  enrolando com o livro, não queria que ele acabasse hehe ^^. Para quem quer saber, costumo até dizer que Bye Bye Asinhas é um Sobrenatural feminino, isso mesmo sabe aquela série Sobrenatural que passa na Tv que tem o Sam e o Dean? Então é essa comparação que eu faço...

Então mais uma vez parabéns Ká pelo livro, fiquei impressionada com ele, a forma que você ligou cada fato me deixou de boca aberta, amei mesmo.  Espero que você e os leitores tenham gostado da resenha que eu fiz com todo carinho e tentando o máximo conter spoillers e deixar todos curiosos. Comentem por favor!

OBS: Não coloquei nenhuma frase do livro porque a resenha ja estava longa e além do mais não conseguir escolher, teria que colocar o livro todo!


Resenha by: July, Ju, Juuh Winchester ou @julyfrancys , como preferirem !

9 Comentários

  1. Ah, que linda! *-* Eu quero muitíssimo ler o livro e nunca tinha lido uma resenha dele, apenas a sinopse.
    Deve ser realmente super legal e diferente do que eu tinha imaginado.
    Muito sucesso com o livro, Káa.
    Beijos

    @secretsofbook
    http://secretsofbook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto algumas coisinhas sobre o livro, mas nunca tinha parado para ler a sinopse! Adorei! Parece bem divertida... Parabéns!
    E sucesso! =)

    Beijos, Nica
    @meligu
    http://nicasdrafts.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo maravilhoso blog.
    Se puder dar uma passada e participar do meu também, agradeço desde já.

    Beijos e uma ótima quarta-feira,

    Pamela

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju! Eu quero muito ler o livro da Ká! Muito mesmo!
    É a primeira resenha que leio assim, meio que com spoilers, e achei super bacana!
    Não imaginava tudo isso...
    Surpreendente!
    Legal a Ariel gostar tanto das Asas, mas a ponto de se transformar em meio demônio?? rs rs. Ela deve ser uma anjinha sapeca!
    Duas paixões?! Um hot e outro meio certinho????? Ouuuuuuuuuuun, amei, rs rs.
    Bem, dessa indecisão toda, eu quero que ela fique com o Gab, UASHUHASUHASUHASUHUASHUASHUASH.
    Ual, quão indecisa ela é :O Deve ser muito emocionante ler o livro da Ká!

    Ká quero ler seu livro logo, rs rs.

    Beijão Juh, obrigada por me apresentar ao livro desta forma!

    E Ká, obrigada por ser criativa assim, e fazer um livro que deve ser muito gostoso de ler!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  5. Oi tudo bem?
    Passando pra te avisar que tem selinho lá no meu blog pra vc viu?

    Beijos

    PS( blog wings of shadows)

    ResponderExcluir
  6. Olá! Como vai? A História parece bem divertida! também quero muito ler esse livro e prestigiar de quebra uma autora nacional. Mas tem tanto lançamentos... Ai meu Deus!! Preciso ficar rica logo viu!
    Muito boa a resenha, vc parece que gostou demais da história! rsrsrs
    Bjos
    Lilo
    Redenção

    ResponderExcluir
  7. Nossa...
    A Jú disse tudo o q eu senti e pensei enquanto lia o livro!

    Se vc ainda não leu o livro q acha que vai se deparar com uma anjinha meio doindinha está enganada...
    Ariel é completamente maluca gente!
    UHAuhauhauhau...

    Me diverti mt lendo!

    Está de parabéns Ká!
    E a Jú tb pela resenha!

    Beijaum

    ResponderExcluir
  8. Oi Ká! Li a resenha, mas devo confessar que pulei algumas partes, pois prefiro me surpreender ao ler o livro, o que me permiti ler aqui, só aumentou minhas espectativas!!! Anciosa para ler Bye Bye Asinhas...

    bjos e até mais!

    ResponderExcluir
  9. Olá, Ju!
    Parabéns pela resenha, flor!
    Já estava com vontade de ler "Bye, bye asinhas" e agora fiquei mais ainda. Estou esperando o momento certo para adquiri-lo. hehehe
    Hum. Que dilema esse da Ariel, hein?!
    Talvez, desejaria voltar à Terra como humana mesmo e poder me apaixonar novamente, talvez, viver super feliz com o Lincoln. kkkkkk
    Dá pra perceber que essa Ariel é totalmente louca. Muitos risos mesmo!

    Sem dúvida, parabéns à Ká pelo maravilhoso livro! :)

    Beeijo
    @BrinaSophie

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.