Sinopse - A Filha da Minha Mãe e Eu - Mesmo quem nos ama às vezes não consegue ver quem realmente somos - Maria Fernanda Guerreiro


Sensível e tão real a ponto de fazer você se sentir parte da família, A filha da minha mãe e eu conta a história do difícil relacionamento entre Helena e sua filha, Mariana. A história começa quando Mariana descobre que está grávida e se dá conta de que, antes de se tornar mãe, é preciso rever seu papel como filha, tentar compreender o de Helena e, principalmente, perdoar a ambas. Inicia-se, então, uma revisão do passado – processo doloroso, mas imensamente revelador, pautado por situações comoventes, personagens complexos e pequenas verdades que contêm a história de cada um. 




Minha Resenha 


O livro começa quando Mariana, a personagem principal descobre que está grávida e então toma uma séria decisão: com seu filho tudo será diferente, e só então ela passa a ser filha de verdade.


Depois da primeira parte onde ela descobre estar gerando um filho, somos remetidos ao princípio de tudo. Narrado em primeira pessoa, através de uma leitura fácil e em nenhum momento cansativa, a personagem conta detalhes importantes de seu relacionamento com sua mãe Helena, desde que era ainda criança.

Mariana, apesar de ser muito unida ao irmão Guga se sente inferiorizada em relação a ele, que claramente recebe mais atenção da mãe e dessa forma ela acaba priorizando a amizade com seu pai Tito, grande amigo, companheiro e confidente e não se dá conta que com essa atitude está magoando profundamente sua mãe que se sente enciumada com essa relação.

Apesar de tudo e da aparente preferência que Helena sente pelo filho homem, ela é uma leoa e não permite que ninguém magoe seus filhos, para admiração de Mariana que a considera a melhor mãe do mundo apesar de sentir muita mágoa de suas atitudes impensadas e sua falta de demonstração de carinho.

Como qualquer outra família eles enfrentam várias situações, crises, problemas e também momentos felizes e marcantes e o que mais me impressionou foi a união dessa família, que deveria servir de exemplo para muitos.

Uma das coisas que me marcou foi entender através do livro que mãe e filhos em algum momento de suas vidas serão injustos um com o outro mas nem por isso deixarão de se amar.

Enfim, minha opinião sobre o livro é a seguinte: todo mundo deveria ler um livro assim pelo menos uma vez na vida, ele não é um romance, nem um drama, talvez ele pudesse até se classificar em uma variação de auto-ajuda (e para quem torceu o nariz, esquece, a narrativa é muito boa e ao contrário da maioria dos livros que encontramos vários pontos baixos, o livro A filha da minha mãe e eu, me impressionou por ser uma sucessão de fatos relevantes e em nenhum momento se tornar uma leitura chata). Outra coisa que achei interessante foi ter a nítida impressão de que se tratava de fatos reais, posso estar errada mas acho que tem muito de realidade em tudo o que li.

Poderia facilmente classificar o livro como muito bom, não fosse alguns temas abordados pela autora como homossexualismo e aborto, e para mim ficou clara sua opinião em relação a esses assuntos que vão totalmente contra minha formação e meus princípios morais, além de tratar sexo versus amor com uma certa falta de tato.

Mas como um todo o livro é muito interessante, tem uma narrativa fluente e eu recomendo com certeza.


Quando chegarmos a 15 comentários a Ká solta promoção do kit livro ^^


Resenha Feita Pela Neiva Meriele

10 Comentários

  1. Bom dia Neiva, tudo bem?
    Eu também já li esse livro e o achei muito bom. O que eu gostei dele, é que não mostra aquela família idealizada, e sim, a família real, problemática e cheia de conflitos. Outro ponto interessante no livro é que por mais que a mãe faça diferença entre os irmãos, na mente dela tem um motivo para isso (que é explicado bem lá na frente do livro).
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos livros da minha listinhaaaaaaaaaaaaaaa de desejados.

    Gosto de leitura que faça o leitor refletir sobre a vida e me parece que esse livro é assim pois mostra a vida "real" e não um conto de família perfeita.

    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oie Neiva! Achei digna demais sua posição em relação a alguns temas abordados no livro.
    Eu gostei bastante da resenha, apesar de conter tbm, alguns pontos que nao sou de acordo. Mas me fixei na relação mãe/filha e achei-a muito bem bolada.

    Beijos
    Danni
    Garotas e Livros

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pelo carinho meninas. Faço todas as resenhas pensando em vocês, leitoras amadas do Acordei. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!:D
    Ainda não li o livro,mas já tinha lido algumas resenhas sobre ele.
    Quero ler com certeza,para poder tirar minhas conclusões sobre alguns temas abordados.
    Parabéns pela resenha.
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Ganhei esse livro num sorteio e estou querendo muito lê-lo! Parece que vou chorar litros com a história.

    ResponderExcluir
  7. Esse livro, decididamente é o meu preferido...
    Realmente tem uma temática bem profunda... como você mesmo disse, é um livro que todo mundo deveria ler na vida...
    Também tive a impressão de que de alguma forma a Maria Fernanda fosse a "Mariana", é tão real, tão detalhado, tão sofrido que me nego a acreditar que seja pura invenção...

    Amei a resenha e saber que você também gostou, assim como eu!

    Beijos
    Chrys

    ResponderExcluir
  8. Não sabia que esse livro falava sobre homossexualismo e aborto... =/ Ainda quero lê-lo, mas já não com tanto entusiasmo como antes.
    Beijinhos!
    Giulia - prazermechamolivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Não saberia dizer se aguentaria ler esse livro, sou muito emotiva e esse livro é emotivo.
    A história abordada chama atenção pelo drama, mas a compreensão só me pareceu possível lendo.
    Ele é bem conturbado, mas me parece uma ótima história, principalmente como uma lição de vida.

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito do livro, ele já esta na minha lista de desejados a muito tempo.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.