Sinopse - Um amor, um verão, e o milagre da vida - Isa Colli - "Verão, férias, sol, paixão, festas, lual, amores... Angra dos Reis... Uma jovem bela e rica passa as férias na casa dos avôs em Angra na Praia de Provetá. Um jovem surfista morador da última aldeia de pescadores da região dá aulas de surfe para as crianças. Um encontro, um romance num cenário maravilhoso com banhos de mar, passeios, e belas paisagens. De repente, uma dor de estômago e o jovem está com câncer. Médicos, enfermeiros, hospital especializado, doutores da alegria; todos envolvidos na luta contra essa enfermidade, numa atitude de solidariedade, amor, e, sobretudo, na busca da cura através do diagnóstico precoce. O livro é um romance na adolescência, no qual é abordado a Neoplasia (câncer), protagonizado pelos personagens João Carlos e Maria Paula, que juntos terão a vida marcada para sempre pelas férias daquele verão".

Minha opinião - Devo começar dizendo que eu não sabia o que esperar do livro quando comecei a ler. Confesso que não conhecia a autora, e não sabia muito sobre o livro.
Ao terminar de ler, esperei um pouco para tentar “digerir” o que eu estava sentindo. Foi uma mescla de emoções e eu precisei de um tempinho antes de escrever. Acredito que infelizmente, todos já tiveram contato com alguém que sofre de algum tipo de câncer. Sabe aquela história que dizem que todas as pessoas estão ligadas umas com as outras no máximo com seis graus de separação? Acho que isso se aplica muito bem quando o fato é essa doença.
O prefácio do livro mexeu comigo, achei a diagramação do livro muito boa e a história envolvente. No início, fiquei um pouco travada na leitura, porque eu tive que me acostumar com diversos nomes e depois ir relacionando uns com os outros.
Maria Paula é a jovem filha de Estela e Willian, e junto com a mãe e amiga Bárbara vão passar uns dias em Angra dos Reis.  No início do livro, eu não fui muito com a cara da Maria Paula. O jeito “mimado” dela me irritou um pouco (mentira, me irritou muito rs), mas com o desenrolar da história, essa irritação foi se abrandando. Com a influência do JC, você acaba observando um amadurecimento da personagem. Quando os livros abordam personagens jovens, eu sempre fico esperando que pelo menos um deles amadureça.
Em um dos passeios com a amiga, Maria Paula encontra com João Carlos (ou JC) como é conhecido. JC é um típico surfista, e não demora muito para ele e Maria Paula se envolverem em um romance de verão. Até aí tudo bem, a história é “cut cut”, nada de mais.
Mas JC anda sentindo algumas dores no estômago, e após uma dessas “crises”, é diagnosticado com câncer. O livro foi bem claro nessa passagem dolorosa entre o diagnóstico e o tratamento.  E a partir desse ponto, vai mostrando os desafios que JC enfrenta. As pessoas que ele conhece no hospital (como Jonas, o colega de quarto), e nós também passamos a conhecer um pouco mais sobre a doença, como detectar, tratamento e etc.
Dois personagens ganharam destaque na minha opinião: o avô da Maria Paula, e a governanta. O bate boca deles é hilário, é uma forma engraçada de demonstrarem afeição.
Teve algumas coisas que eu não gostei muito. Eu sei, amor de verão é algo rápido, avassalador etc, etc. Mas não consigo engolir a rapidez com que as pessoas se declaram tão ligeiro:

“- Oi, eu sou a Maria Paula.
- Oi , eu sou o JC.
- Eu te amo.
- Eu também te amo”.

Esse comentário não é apenas para esse livro, já aconteceu em vários outros e vai continuar acontecendo rs. Alguns parágrafos ficaram um pouco longo demais e algumas falas, apesar de lindas, eu realmente não consigo visualizar sendo ditas por alguém daquela forma. Mas nada disso diminuiu a qualidade do livro na minha opinião.
No final do livro, ainda temos alguns depoimentos de pessoas que conviveram de perto com a doença. É realmente fortalecedor ver a luta que eles travam contra a doença.
O livro é simplesmente emocionante, fazendo com que de alguma forma você se identifique com os personagens. É uma ótima obra de uma autora nacional.

Espero que tenham gostado da resenha!
Beijos

15 Comentários

  1. Gostei muito da sua resenha!:D
    É um livro de romance,mas fala em um assunto muito sério que é a Neoplasia.

    ResponderExcluir
  2. Cara eu ganhei esse livro em um sorteio, pretendo ler ele, espero gostar ^^
    Sério que as falam são assim? '-'KKKKK
    Vou ler e tirar minhas conclusões ^^

    ResponderExcluir
  3. Ai... não me interessei nem um pouco... sinto dizer que nada me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  4. Achei que a historia fosse basicamente um romance adolescente, sem nenhum drama. Muito interessante, mas essa rapidez com que alguns personagens se dizem mortos de amor, me irrita tb, por isso parei de ler romances de banca. Bjksss

    ResponderExcluir
  5. Tenho esse livro aqui faz um tempo, mas ainda não li... Em breve vou estar lendo e espero gostar, parece ser bem legal - mais do que eu pensei, na verdade nem pensava nada desse livro.
    Mas acontece isso mesmo? Eles se apresentam e logo falam que se amam? o.O

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  6. Oi Carol,
    Parabéns pela resenha, mas acho que esse não é um livro para mim! Fico muito mal com histórias sobre doenças!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  7. Oi Amanda, tudo bem? Não, eles não falam assim, mas eles se apaixonam tão rápido!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, sua resenha foi muito bem escrita, eu gostei muito mas me chamou muito a atenção o que vc falou a respeito do amor imediato e pouco desenvolvido no início do livro. Pois é, também acho chato e acho que isso faz o livro perder muitos pontos. Como escritora procuro sempre criar bem um momento para depois inserir uma cena de declaração. Tem gente que até diz que é clichê mas eu adoro aquelas brigas, bate-boca e coisa e tal para só então mais tarde o casal viver feliz para sempre kkk.
    Mas voltando a história, eu leria com certeza, parece bem legal.

    ResponderExcluir
  9. Muito legal a sua resenha.
    Um livro realmente emocionante.
    Beijinhos
    Renata
    http://escutaessa.blogspot.com.br
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, mas gostei muito da resenha.
    Parece ser muito bom, gosto de livros assim.
    Eu gosto de livros que me emocionam e esse parece ser um desses.

    @Agda01

    ResponderExcluir
  11. A estória parece ser muito emocionante, não sei se tenho coragem de ler! hahah
    Achei as falas meio estranhas, mas só lendo pra saber. :X

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Gostei da sua resenha! Bastante, mas assim como a culpa é das estrelas, irei deixar esta leitura mais pra frente, estou com um caso assim na família e acredito que me fragilizarei demais!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Ká não sei nem o que comentar sobre esse livro.
    Livros desse tipo são aqueles que nos levam as lágrimas,mas que nós jamais esquecemos.
    Ao ler a sua resenha lembrei muito de Souvenir da Therese Fowler.
    No momento,estou passando longe de livros mais densos,mas no futuro,eu lerei

    bjs Nati
    =´)

    ResponderExcluir
  14. Um livro passado no Brasil com temática semelhante a ACEDE. Vale a pena ler, não? Pelo menos eu fiquei com vontade de ler e, inevitavelmente, comparar as obras. Nunca li algo sobre a temática. Quero mudar isso.

    Fátima Menezes - @fatimamd

    ResponderExcluir
  15. Quando se encontra sua Alma Gêmea basta um olhar para saber que estamos diante de nosso verdadeiro amor, nosso espelho. Felizes são os seres (que para mim são iluminados) que têm a chance de encontar sua outra metade.
    E abordar esse tema tão forte do cancêr num romance só demonstra que esse é um encontro de Almas.
    Espero que o JC se recupere pois sou muito chorona e me emociono com facilidade.

    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.