Bom dia Leitores do Acordei com Vontade de Ler! Hoje em nosso divã teremos Ale Safra, que irá falar um pouquinho sobre a sua obra "Dedos não Brocham".



Sinopse: "Dedos não brocham, de Alessandra Safra, é uma coleção de textos que são deliciosas armadilhas lascivas cheias de questões universais. Sucesso de público e crítica, é um blog com leitores nacionais e internacionais, ilustres ou anônimos, todos apaixonados. Depois de três anos de existência, enfim torna-se livro.Sua prosa poética sofisticada torna a leitura um ótimo passeio por temas que tratam do humano e seus conflitos mais profundos, uma reflexão que vai muito além do delicado erotismo que suas passagens trazem, uma homenagem à intimidade". 

Biografia - "Alessandra Safra é graduada em Filosofia, publicou em revistas eletrônicas, faz parte do e-book Geração em 140 caracteres, da Ed. Geração Editorial e tem seu primeiro livro, Dedos Não Brocham, publicado pela Ed. Draco. Participa do Coletivo Caraboia e atualiza constantemente seu blog, que deu origem ao livro, dedosnaobrocham.blogspot.com".
DEDOS NÃO BROCHAM, Ed. Draco
Twitter _ @dedosnaobrocham
Facebook _ Ale Safra
Como surgiu a Ale “escritora”? Foi algo que você sempre sonhou?
Ale - "Não foi algo que sonhei. Quando comecei a ser alfabetizada, tive muitas dificuldades, eu imaginava as letras e dava a elas características para que pudesse memorizar e compreender. Li muito e quando dei conta, estava escrevendo. Foi natural. Mas após  perceber que era uma possibilidade, comecei a estudar, buscar oficinas e ouvir outros escritores falarem sobre o ofício".
Quais são os seus autores favoritos?
Ale - "Raduan Nassar, sobretudo".
Conte um pouquinho sobre o seu processo criativo.
Ale - "Não tenho muitos critérios ou uma necessidade mística. Nem fórmulas. Escrever antes de outra coisa é estudar, escritores estudam lendo outros escritores. O trabalho é mais de lapidação da palavra e ideia, ou seja, mais suor que inspirações romântica clichês. Eu escrevo no bloco de notas do celular no trajeto entre casa e trabalho, anoto no meu caderninho e depois tento passar tudo para o computador e criar uma estrutura. Depois é reescrever".
Fale um pouco sobre “Dedos não brocham”. São textos presentes em seu blog que se tornaram um livro, não é? Como surgiu a sua parceria com a editora?
Ale - "Estou escrevendo um romance há anos, fiz muitas oficinas literárias e muitas leituras do universo que busco para o meu livro. Em uma dessas oficinas foi dito que era preciso tornar o seu personagem real, consistente, convincente. Anna S. surgiu no blog para ser real pra mim, foi real para muitos. Então o livro é um diário de pequenas narrativas poéticas dessa personagem que antecedeu o romance. Essas pequenas narrativas são chaves para cenas do romance. Foi assim que me organizei para criar o livro.Eu conheci o editor da Draco em um evento literário promovido pela Ed. Terracota. Após esse evento, conversei mais com ele, mas não tinha pretensão nenhuma, pois a linha editorial da Draco não refletia meu estilo literário, conversei com ele sobre o assunto da palestra. Depois ele leu  meu blog e fez o convite".
O que os leitores podem esperar do seu livro?
Ale - "São narrativas sobre encontros e desencontros, vontade e falta. Dor e alegrias".
Quais dicas você daria aos futuros escritores?
Ale - "Uau [risos] quem sou eu! Mas camarada escritor estude, leia, não compre fórmulas e se preocupe com a linguagem e tanto quanto o enredo".
Você gostaria de deixar um recadinho para os leitores do Acordei com Vontade de Ler?
Ale - "Galera, adorei o convite da Carol e espero que vocês curtam o livro, venham me fazer uma visita no blog. Não comprem a ideia de que poesia ou pequenas narrativas poéticas são chatas, não são. Além de uma leitura rápida, você aprofunda seu entendimento sobre diversos universos humanos. Poesia é legal. Beijos"
Espero que os nossos leitores tenham gostado do Divã de hoje tanto quanto eu gostei de conversar com a Ale. Eu particularmente estava sentindo falta de incluir poesia em nosso Divã, então quando entrei em contato com a autora cruzei os dedinhos torcendo para que ela aceitasse ser entrevistada. A autora é super fofa, adorei conversar com ela.
No próximo sábado teremos mais um autor em nosso divã.
Beijos
Carol

5 Comentários

  1. Não a conhecia, mas claro, depois de sua entrevista, chega ao nosso conhecimento mais um grande autor e sua obra.
    Gostei muito da entrevista e achei interessante o livro, vamos dá uma conferida?

    Parabéns a autora pela simpatia e a você Carol por nos proporcionar momentos como este, Sucesso!
    Bjos
    Ni
    @ciadoleitor

    ResponderExcluir
  2. Nossa ainda não conhecia nem a autora e nem seu trabalho. Mas é bem interessante e autora simpática.

    ResponderExcluir
  3. Adoro essa coluna,pois conheço trabalhos e autoras novas :)

    ResponderExcluir
  4. Ficou bem legal. Obrigada, meninas.
    Parabéns pelo blog.
    bejo

    ResponderExcluir
  5. adorei, não conhecia essa autora, achei ela bem simpática

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.