Sinopse - Legna - Alexandre Apolca - "Este livro conta a história de Legna Philps, uma garota que larga sua pacata vida em Miami para viver em Paris, onde ela começa um grande romance com Sayed Nasser, um garoto conhecido pela internet. Com o passar do tempo, ela percebe que ele não é normal! Sayed a abandona sem nenhuma explicação, a partir disso, sua vida muda completamente. Em meio à profunda depressão, ela descobre o misterioso segredo dele, e mais, descobre que há algo terrível amaldiçoando essa relação. A perturbação de Legna poderá levá-la a vícios, distúrbios psicóticos, e até a morte... Será que esta maldição é verídica ou apenas uma mera confusão? Legna irá superar tudo para viver ao lado do homem que ama? De onde vem esse intrínseco sentimento entre eles? Qual a explicação para os fatos sobrenaturais que a acompanha desde criança? As respostas estão neste livro, que envolve alquimia, romance, e a fascinante Atlântida..."



Minha opinião - Eu estava muito curiosa para ler o livro do Alexandre, especialmente porque cheguei a conversar com o autor pelo facebook e ele me deixou totalmente intrigada com alguns detalhes que deixou escapar durante nossas conversas rs. Vou começar pela capa, que eu achei maravilhosa. Na minha opinião ela é realmente linda, os olhos combinando com o fundo e o nome em dourado, ficou muito legal. O livro na minha opinião, é dividido nas etapas da vida da Legna. Começa com o seu cotidiano, então os primeiros capítulos mostram o dia a dia de uma garota comum. Ela mora em Miami com os tios (aqueles que lerem o livro vão saber porque ela mora com os tios ao invés dos pais rs), e leva uma vida tranquila com os amigos, um namorado e trabalhando, até que os seus tios são obrigados a mudar de país e surge a opção dela ir morar na França com os seus pais e estudar o curso que ela realmente quer. Aproveitando essa chance, nossa protagonista entra de cabeça nisso. O interessante desse primeiro momento é observar as relações dela com os tios e os pais, além de sua situação com o namorado. Apesar de ter um namorado e pessoas que a querem bem, Legna sente que nunca se encaixou direito, e se sente incompleta. Já em território francês, através de um bate-papo pela internet, ela conhece Sayed, um rapaz misterioso que a faz sentir inteira pela primeira vez na sua vida. O que eu achei interessante na escrita do autor, é que todos os personagens secundários da trama tem história própria, e não dependem da Legna ou do Sayed para sua história ter continuidade. O autor também detalhou bastante o cotidiano dos personagens, e por isso em alguns momentos eu senti como se tivesse passado o dia com eles, desde o momento em que acordaram até a hora de irem dormir novamente. Alguns desses personagens poderiam ser utilizados em um livro próprio no futuro (eu particularmente gostaria muito de saber sobre o passado e o futuro de Kanope e Angéli), outros, como o Alesi, me assustaram um pouco. E vou só fazer uma pausa aqui para comentar algo: do começo ao fim do livro, a Legna é um imã de homens rs. É verdade que 99,99% deles são problemáticos, mas mesmo assim... A segunda parte do livro é o relacionamento da Legna e do Sayed, onde eles começam a se conhecer e Legna percebe algumas incoerências nos hábitos do amado. Surge aqui também algumas discussões, desconfianças e ciúmes, que de certa forma são comuns, mas de modo exacerbado. Nesse momento do livro, eu admito que não curti a primeira grande briga deles (achei o Sayed meio burrinho aqui e um tanto imaturo o que não encaixou muito no perfil que eu criei dele). Mas como tudo que sempre está indo maravilhosamente bem, temos uma reviravolta e um misterioso evento faz com que Sayed termine com Legna. E a partir daí pulamos para o terceiro momento do livro: a depressão de Legna e o seu auto-descobrimento. É nesse instante do livro que eu vejo o crescimento da personagem, mas antes disso acontecer é necessário que ela chegue até o fundo do poço (triste né?). A partir daí é quando vamos para o último momento do livro, onde temos uma personagem que sabe o que quer e vai correr atrás disso, descobrindo no meio do caminho algumas verdades sobre a sua vida e sobre quem é realmente o Sayed. Ah, vocês viram na sinopse, que temos alquimia e Atlântida né? Eu não vou contar onde isso se encaixa para não estragar a surpresa, mas posso dizer que o autor explorou os detalhes.Eu achei bem interessante ver o Alexandre usar o conhecimento dele em química para explicar tão bem algumas situações, e o seu amor por ufologia (que também aparece em alguns trechos). Ficou claro na minha opinião conforme eu lia o livro, que o autor realmente incorporou assuntos que ele gosta para discutir nesse romance.
O livro é denso, cheio de reviravoltas e detalhes, com personagens de conteúdo e ainda por cima envolve alguns aspectos, hum, digamos assim, mais sobrenatural (por falta de palavra melhor no momento).
Para quem quiser mais informações sobre o autor, estou disponibilizando a entrevista que realizamos com ele no blog:
http://www.acordeicomvontadedeler.com/2012/09/no-diva-do-acordei-8-alexandre-apolca.html
E o seu blog:
http://apolca.blogspot.com.br/
Espero que tenham gostado da resenha!
Beijos
Carol

7 Comentários

  1. Bom dia. A resenha ficou simplemente maravilhosa. Obrigado Carol.

    Quem quiser comprar o meu livro com desconto, segue o link:
    http://apolca.blogspot.com.br/p/comprar.html

    Beijos


    ResponderExcluir
  2. Tá aí mais um livro que gostei! Gostei muito da abordagem, parece prender bem a atenção.
    Achei difícil encontrar um livro que não seja tão bom, nas resenhas do mês.
    O blog está de parabéns pelo trabalho, adorei!

    ResponderExcluir
  3. Ótima resenha!!! Me deixou mais curiosa com vc explicando...
    Conheci o livro visitando o blog do autor e logo de cara fiquei curiosa por conta da capa também: é linda de mais!

    ResponderExcluir
  4. Nossa Carol é a primeira resenha que leio e me deixou muito curiosa. Gostei bastante da capa e do tema.

    ResponderExcluir
  5. Esses autores nacionais estão cada vez melhores e isso é um orgulho, prova viva de que nos temos a capacidade sim de fazer coisas boas e de qualidade! parabns a vc pela divulgação e ao alexandre pela obra

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse livro, também a primeira vez que li uma resenha sobre ele. Gostei muito, me deixou bastante interessada

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.