Bom dia pessoal, tudo bem? Hoje iremos conversar com a autora Thayane Gaspar. Então vamos lá:


Biografia: "Nome: Thayane Gaspar Jorge
Data de Nascimento: 22/10/92
Estudante de letras: Português/Literatura na Universidade Estudual do Rio de Janeiro.
Estudante de Jornalismo na Universidade Castelo Branco.
Autores favoritos: Fabrício Carpinejar e Ethan Hawke.


Comecei a escrever na época em que deveria estar rompendo meus relacionamento com os brinquedos. Naquela época eu lembro de ter lido um livro infantil chamado “E eu com isso?” Foi um livro que disseram ser adequado para a minha idade mas não saciou nem um pouco a minha sede por literatura.O primeiro conto que escrevi se entitulava ” O Sol e a Lua”, tinha três páginas e contava o namoro secreto entre eles, e da angústia de nunca se encontrarem, e de como eles ficavam felizes durante os raros eclipses, pois era neles em que se encontravam e se amavam. O conto era um romance. Sempre fui facinada por romances ainda mais aqueles em que o casal não fica junto no final. O livro que me despertou a carreira de autora foi “Estrelas Tortas” de Walcyr Carrasco, o qual estreiou a minha estante e eu decorei o final. Quis ser compositora quando criança, mas descobri desde cedo que fui feita para ser lida e não ouvida. Então aos 14 anos eu tive a coragem de deixarem me ler. Eu costumava a dizer que existia uma voz na minha cabeça recitando palavras e me pedindo que as embaralhassem de forma elegante numa folha de papel, mas eu nunca tinha tempo para ouvi-la. Então eu vesti uma página atrás da roupa com as palavras mais finas que eu conhecia. Assustei-me ao perceber que acabava de ter produzido o que poderia um dia ser um livro, foi então que eu percebi que a voz na minha cabeça era a minha própria voz". Retirado de: http://modoeditora.com.br/thayane-gaspar/
Sinopse


Ela fugia do amor como algo necessário à sua sobrevivência…”Alessa não tinha um coração! Acredite, é verdade! Até nos momentos em que a adrenalina prevaleceu em seu sangue fazendo-o trabalhar mais rápido, ela o negou; deveria ouvi-lo bater ou ao menos senti-lo, mas era como se seu coração não fizesse mais nada além de pulsar o sangue para que o corpo, ligado a uma alma mórbida, continuasse respirando. Feitiço. Magia. Encanto. Poções. Bruxaria??? – Não! Apenas um coração e sua simplória maldição.”

DETALHES: Título: Princesa de gelo
Autora: Thayane Gaspar
ISBN: 978-85-6558814-0
Revisão: Verônica Sobreira
Beta Reader: Adriana Vargas
Projeto Gráfico: Marina Avila
Ilustração da capa: Luciana Moreira Waack
Capa: Denis Lenzi
Linha Literária: Romance
DADOS SOBRE A OBRA:

- público que quer atingir: Atingir qualquer adolescente ou adulto que busque maturidade para viver, durante as páginas, um assunto ou tabu.
- a importância do seu livro: A Princesa de Gelo tem importância pois trata de um assunto que é sempre abnegado de atenção: o suicídio. E por ser ignorado é que ele continua ocorrendo. O livro mostra que existe um meio de evitá-lo, que o motivo às vezes não é tão complexo. E ilustra principalmente, que não é fraqueza pensar na morte, fraqueza é sucumbir ao desejo de morrer.
- o foco principal: O foco principal do livro é mostrar quantas conquistas o suicida perde ao escolher morrer. E que às vezes a nossa história é mais bonita quando o fim é desconhecido e não premeditado.
- a s vantagens que seu livro trará para o mercado: o livro trará originalidade no tema, e uma linguagem quase poética por ter do começo ao fim frases de impacto. Trará ao mercado a riqueza de um quase depoimento que fará com que as pessoas se identifiquem, esclareçam suas dúvidas e que se coloquem no lugar da personagem. Ele fará com que o mercado não mais ignore e seja omisso a histórias que acontecem, mas que as pessoas tem medo de contar.
Oi Thayane, tudo bem?
Eu li algumas entrevistas suas e vi que a sua mãe incentivou bastante o seu lado escritor. Conte-nos um pouco sobre a sua família e o apoio que você recebe.
Thayane - "Toda a minha família apoiou de alguma forma: meu pai me levava para todos os cantos do Rio de Janeiro correndo atrás da parte burocrática a qual eu era leiga; minha irmã além de ler tudo que eu escrevia, ouvia todos os meus planos e projetos; já a minha mãe foi meu exemplo, ela me deu cultura e me apresentou livros cultos para que eu desenvolvesse o dom, além disso, ela foi a catalizadora da publicação do meu livro. Minha mãe estava se vangloriando em um evento familiar sobre meus textos, e seu primo e a mulher dele financiaram meu sonho. E juntos, eles o fizeram real".

Como surgiu a Thayane autora?
Thayane
- " Na verdade, essa é a única Thayane que eu conheço. Desde muito nova eu escrevia para concursos no colégio, tinha uma pilha de cadernos com textos. Devo dizer que ela surgiu 22 de Outubro de 1992 por volta das 15h".

Qual é a sua citação favorita?
Thayane
- " “ Que a gente é como um pedaço da noite.
De longe, estrelas perfeitas.
De perto, estrelas tortas!”
( Estrelas tortas de Walcyr Carrasco)".

E o seu livro favorito?
Thayane
- " Quando Nietzsche chorou de Irvin D. Yalom".

Como surgiu a ideia de tratar de um assunto tão delicado como o suicídio em “Princesa de Gelo”?
Thayane
- " A cena surgiu na minha cabeça, a princípio era para durar apenas uma folha, não para virar um livro. Eu queria escrever sobre o que é estar desesperada e buscar extremos. Porque acho que para todo adolescente, tudo é um grande drama".

O que os leitores podem esperar de “Princesa de Gelo”? O que você pode falar sobre os personagens?
Thayane
- " Surpresa, é o que eles podem acabar encontrando ao longo do livro. É o tipo de história que não contam para jovens antes de dormir, mas é um pouco do que eles vivem ao acordar. Alessa, a personagem principal, é paradoxal, volúvel; isso faz com que o leitor se identifique nela em algum momento, em uma oscilação de personalidade. Já Eric, seu par romântico, é calmo,  e isso reflete nas suas atitudes mas não em sua vida. Como bons opostos, ambos representam o equilíbrio para o romance".

O que futuro reserva para a Thayane Gaspar? Já existem outros projetos em andamento?
Thayane
- " Eu espero que coisas boas! Eu estou com 1 romance pronto, e 2 caminhando. Quando eu estiver firme, quero correr riscos e escrever algo longe de romance".

Que conselhos você pode dar aos futuros leitores?
Thayane - "Apaixonem-se, derretam-se, congelem-se outra vez... porque a Princesa de Gelo vai ser um livro que irá mudar a vida de vocês".

Gostaria de deixar um recado para os leitores do blog Acordei com Vontade de Ler?
Thayane
- " Continuem lendo! Não sabem o quanto eu anseio por encontrar alguém lendo meu livro no ônibus, ou emprestando seu exemplar para o amigo da faculdade. Eu quero ser lida. Ser lida dá um prazer tão bom quanto escrever".

Espero que tenham gostado da entrevista, eu adorei conversar com a Thayane, ela é super fofa! Na próxima semana temos mais "No Divã do Acordei".
Beijos

6 Comentários

  1. Obrigada por apoiar os novos autores! Sucesso com o blog! Eu amei fazer parte dele. :)

    ResponderExcluir

  2. Boa tarde!! Vim agradecer sua vista e por sempre da vida ao meu blog, deixando lindos comentários. Saiba que sempre que te vejo no meu cantinho, é uma injeção de ânimo para que eu possa continuar com este maravilhoso trabalho que esta blogsfera nos oferece. Sua presença é muito importante e eu agradeço de todo coração.
    Como diz um poeta desconhecido:
    “Há pessoas que como estrelas
    irradiam o brilho de sua luz interior
    transformando a própria essência
    em uma existência de carinho e
    sensibilidade”.
    Você é uma pessoa iluminada!!!
    Que Jesus continue te protegendo e irradiando de beleza para que você e toda sua família sejam muito felizes. Abraços uma linda tarde de Domingo e um início de semana abençoado.
    Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. o legal nessa coluna é que da pra ficar sabendo das novidades do mundo da literatura e ao mesmo tempo poder conhecer e apoiar os novos autores =D

    ResponderExcluir
  4. Muito legal essa coluna.

    É sempre legal conhecer os novos autores, :)

    Bjo.

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Achei a Thayane muito simpática, acho muito legal família dela apoiar ela, isso é essencial para um leitor.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.