Bom dia leitores do Acordei com Vontade de Ler! Hoje vamos saber um pouquinho mais sobre a autora Mila Wander e a sua obra "Meu Conselheiro de Luz".



BiografiaMila Wander nasceu em Recife e é formada em Pedagogia. No momento está se especializando em Educação e Ludicidade para o Desenvolvimento Humano. Além disso, divide seu tempo como maquiadora profissional e escritora. Apaixonada por livros desde sempre, sobretudo pelos romances da literatura juvenil, tomou vício pela escrita desde sua adolescência, escrevendo pequenos poemas, composições e pensamentos. Não conseguiu mais parar desde então. Começou a escrever aos quinze anos seu primeiro livro chamado “Diário de uma cúmplice”, que foi recentemente finalizado. “Meu Conselheiro de Luz” é sua primeira obra concluída e publicada.



Livro: Meu Conselheiro de Luz
Autora: Mila Wander
Editora: Novo Século - Selo Novos Talentos da Literatura Brasileira
Sinopse - "Rafaela descobriu o verdadeiro significado do amor. Sim, ela já havia se apaixonado algumas vezes e namorado alguns garotos da escola... Nenhum deles, porém, é como Leonardo, um rapaz naturalmente bom. Na verdade, um anjo. Não um anjo mítico, desses de histórias fantásticas, pois não possui asas, nem auréola. Mas ele brilha e emana uma calma impressionante, trazendo a ela um fio vibrante de esperança.   Tudo seria perfeito, se ele não fosse um espírito. E ela também. No entanto, o fato de ela ser um mero fantasma vagando pela Terra e ele um poderoso Conselheiro de Luz não a impede de fazer de tudo para conquistá-lo. Ela cogita até mesmo ajudar sua pior inimiga, a garota que sempre fez questão de humilhar. Na verdade, esta é a condição para que Rafaela alcance o céu... E Leonardo. O problema é que ela não sabia que isso poderia ser tão difícil: para chegar ao céu, não basta querer. A garota terá de se libertar do orgulho e da raiva... E utilizar-se de sentimentos como o amor e o perdão".

Oi Mila, tudo bem com você?
Mila - "Tudo ótimo!"

Pela sua biografia é possível observar que você sempre foi fã de livros. Quando surgiu o sonho de se tornar autora?
Mila - " Na verdade antes mesmo de começar a ler livros, eu já escrevia pequenos poemas, além de manter diários atualizados com reflexões e pensamentos. O primeiro livro que pensei em fazer aconteceu aos 15 anos e se chama Diário de uma cúmplice. Já o reescrevi diversas vezes e, este ano, tentei fazer de novo e consegui finalizá-lo. Porém, antes disso, já havia tentado escrever mais três livros, sem sucesso. Quando comecei a escrever “Meu Conselheiro de Luz”, não existia intenção alguma de publicar e muito menos de me tornar escritora. Escrevi o livro inteiro apenas para mim mesma, para satisfazer meus próprios sentimentos. Minha irmã Lívia acompanhou a leitura e sempre me dizia que eu devia tentar uma publicação, pois ela adorou a trama e achava que era uma pena deixá-la guardada no meu computador. Sendo assim, entrei em contato com a Editora Novo Século através do selo Novos Talentos e meu texto foi aprovado! Desde então, estou tentando me acostumar com a ideia de que agora posso ser chamada de escritora!"

Fale um pouco mais sobre você. Como consegue lidar com tantas carreiras ao mesmo tempo (maquiadora profissional, pedagoga, autora e ainda está fazendo especialização)?
Mila - "No momento eu não estou exercendo minha profissão como pedagoga, sou Auxiliar Administrativo em uma empresa na parte da manhã. Estou me especializando em Educação e Ludicidade (que envolve jogos, brincadeiras e recreação... adoro!), que me dará habilitação para atuar como brinquedista. A maquiagem é uma mistura de hobby com profissão. Atendo em domicílio as clientes de toda cidade do Recife e adoro o que faço! Meu sonho é ter a oportunidade de me dedicar integralmente à escrita e à maquiagem.  Tenho uma página no facebook onde posto as maquiagens que crio como forma de diversão e divulgação do meu trabalho:

Quais são os seus autores favoritos?
Mila - "Gosto muito da Meg Cabot, ela é a minha musa inspiradora! Porém, sou bastante eclética, gosto do Dan Brown, Nicholas Sparks, André Vianco, Agatha Christie... curto de tudo um pouco".

Qual é o seu livro favorito?
Mila - "O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-exupéry".

Qual é a sua citação favorita?
Mila - "“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” Antoine de Saint-Exupéry"

Fale um pouco sobre “Diário de uma cúmplice”. Esse livro será publicado em breve?
Mila - "Diário de uma cúmplice são escritos particulares sob o ponto de vista de Christine, uma mulher que trabalhava como educadora em uma creche e vê a sua rotina virando de cabeça para baixo depois que ela ajuda, por acaso, um bandido a fugir da polícia. O pior de tudo é que Christine acaba se apaixonando pelo tal bandido logo de cara, chamado Miguel. Perpassando por muitas reviravoltas e momentos de ação, ela se envolve de modo irremediável com alguns integrantes da maior quadrilha do país, um grupo comandado pelo influente Orlando. É um romance policial bem envolvente, marcado por cenas de muita tensão e mistura de emoções. Pretendo publicar Diário de uma cúmplice em breve, inclusive tive que dividir esta louca história em duas obras. A primeira está sendo revisada e o texto ficará pronto rapidamente. A segunda já está sendo escrita e se chama Diário de uma cúmplice – O Pacto. Creio que todos vão se apaixonar pela obra, pois foi muito divertido, e ao mesmo tempo diferente, escrevê-la".

O que os leitores podem esperar do livro “Meu conselheiro de Luz”? Conte-nos um pouco sobre o livro e os seus personagens.
Mila - "Meu Conselheiro de Luz traz lições e mensagens muito boas, porém de uma forma muito singular, contando com uma narrativa rápida, linguagem jovial e cenas envolventes. Muitas pessoas pensam que se trata de uma obra espírita, mas na verdade é uma história bem divertida onde o foco fica por conta da vida e pensamentos de Rafaela, uma típica adolescente patricinha que acaba sofrendo um acidente e morrendo. A trama toda se passa depois da sua morte e esse assunto é abordado com um respeito imenso às religiões que não acreditam em vida pós-morte. Eu encaro como sendo uma obra meramente fictícia, assim como são os livros de vampiros, zumbis e outras criaturas. Neste caso, trataremos de fantasmas. A história conta com a presença de Leonardo, o mocinho que tenho certeza de que vocês irão se apaixonar. Ele é um fantasma que trabalha como Conselheiro de Luz, uma alma caridosa e muito bondosa que ajuda espíritos perturbados. Além dele, temos o belíssimo Victor que é exatamente o oposto. Victor é um espírito da classe dos desgarrados, um vilão ameaçador e apaixonante ao mesmo tempo. No mundo dos vivos, temos a Carlla, a pior inimiga de Rafaela, a quem ela terá o dever de ajudar em sua empreitada rumo ao céu, Kevin, seu ex-namorado e Daniele, sua melhor amiga. Todos os personagens têm uma personalidade marcante, cada qual irá apaixonar o leitor de maneira diferente e isso traz a obra uma riqueza única".

Quais são os seus planos para o futuro? Já existe algum projeto em andamento?
Mila - "Olha, meu objetivo é não parar nunca! Entre os livros que escrevo, também faço contos e participo de concursos. Um dos meus contos já foi selecionado em uma antologia sobre videntes e será publicado em breve. Também sou organizadora de uma coletânea de contos românticos chamada “Em Contos de Amor”, que conta com a participação de 13 autores nacionais. É uma obra muito rica e tenho bastante orgulho de trabalhar com pessoas tão incríveis. Quem quiser conhecer um pouco do nosso projeto, pode curtir a página no facebook:

Gostaria de deixar um recado para os leitores do blog Acordei com Vontade de Ler?
Mila - "Na verdade o meu recado é um apelo! Queria muito que todos se conscientizassem na valorização dos nossos autores nacionais. Afinal, essas pessoas são incríveis e traduzem a nossa realidade de um modo criativo e muito prazeroso. Nós somos acostumados a dar valor ao que é de fora, justamente pelas questões de publicidade.  É a mídia dizendo o tempo todo o que temos que comprar, pensar, usar... e também o que devemos ler. Nossos autores são tão geniais quanto os estrangeiros, com a grande diferença de que eles estão bem pertinho da gente, ao nosso alcance, vivendo e traduzindo em histórias o nosso mundo.
Queria também agradecer bastante aos integrantes do blog pela oportunidade de expor o meu trabalho, bem como a Carolina Durães pela entrevista.
Um forte abraço a todos!"

Espero que vocês tenham gostado da entrevista, porque eu adorei conversar com a Mila e estou super curiosa com o livro dela!
Semana que vem tem mais "No Divã do Acordei"!
Beijos.

7 Comentários

  1. Gostei muito da entrevista de Mila Wander. Na verdade me identifico com a autora onde compartilho dois autores de minha preferência: Agatha Christie e Antoine de Saint-Exupéry. O Pequeno Príncipe foi um dos primeiros livros que li precedido por Poliana (Eleanor H. Porter) e os Meninos da Rua Paulo (Ferenc Molnár). A sinopse de “Meu Mensageiro de Luz” mostra uma trama que envolve a doutrina espírita e enseja uma estória bonita e interessante, mesmo porque, sou espírita e me interessa as abordagens sobre a doutrina. Por outro lado a trama de “Diário de uma cúmplice promete uma estória com bastante ação no estilo policial, estilo que, aliás, sou fã incondicional. Com toda certeza, vou ter estas obras em minha estante.
    Ernani Clarete da Silva
    clarete96@gmail.com
    clarete@ufsj.edu.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista! Ainda não conhecia a autora e gostei muito de conhecer!

    Quanto ao apelo da autora no final, bem, isso nunca me atingiu. Não procuro um livro pelo que diz a mídia ou porque muitas pessoas estão lendo. Nem ligo para o país de origem do autora. Se a trama me agradar compro ou alugo e leio sem preconceitos. Escritores de taleto nascem em todos os lugares do mundo!!

    Parabéns também às editoras, como a Novo Século, pela publicação de novos talentos nacionais. Afinal, se o livro não for publicado, como o leitor terá acesso à ele?

    Tem post novo no meu blog:
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/

    Passe por lá para ler e comentar!
    Desde já agradeço a visita!!

    Beijusss;

    ResponderExcluir
  3. esse livro ta sendo super bem comentado! um verdadeiro sucesso, legal conhecer amis da autora!

    ResponderExcluir
  4. Fiquei interessada por "Diário de uma cúmplice", a temática tem mais relação com o meu gosto literário.

    É sempre bom conhecer mais dos autores e de suas obras, :)

    Bjo.

    ResponderExcluir
  5. Meu conselheiro de Luz é um livro que fala do perdão. Ô coisinha difícil né? Gostei de conhecer um pouco da autora, que pelo visto, nos leva a refletir através das mensagens espalhadas na obra.

    Adorei a entrevista, sucesso pra autora e para o blog.
    Bjo
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  6. Achei a Mila uma fofa, ela é muito simpática e deu para perceber que ela se empenha nesse trabalho. Pedagoga,Auxiliar Administrativa e ainda maquiadora? nossa tem que ter muito folego né? e ainda arranja um tempo para escrever, realmente te admiro. Gostei muito da sua obra, e acho que você está certa, devemos dar mais valor aos livros publicados por autores brasileiros.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pelo apoio constante, pessoal!
    O post ficou lindo!

    Um beijão!!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.