Bom dia Leitores do Acordei com Vontade de ler. Hoje em nosso divã temos a autora Paula Ottoni, que irá nos contar um pouquinho de seus projetos, incluindo o seu livro "A destinada".


Biografia - Brasileira, brasiliense, nascida em 1992, estudante de Design na Universidade de Brasília. Paula Ottoni foi o pseudônimo que criou para se lançar como escritora. Leitora voraz, Ana Paula Fogaça começou cedo a escrever. Aos treze anos terminou seu primeiro livro de ficção (nunca divulgado nem lido), o qual pretende reescrever um dia. Em julho de 2011, lançou de forma independente seu romance “Uma Princesa em Meu Lugar”. Adora cinema, música, chocolate, desenhar e sonha em viajar pelo mundo.
Site oficial: www.paulaottoni.com
Twitter: @paula_ottoni


Título: A Destinada
Autor: Paula Ottoni
Editora: Independente
ISBN: 978-85-914061-0-4
Site: www.adestinada.com
Sinopse: "Eliza Stewart tem um dom incomum. Ela é vidente. Sempre fez parte de sua vida salvar as pessoas com quem se preocupa, prevenindo acidentes e inconveniências que pré-visualizou em sua mente. Mas nada nunca se comparou ao tipo de visões que começa a ter aos dezoito anos, numa noite em que “vê” um rapaz sendo sequestrado de um trem. Os dois passam a ter “encontros” em sonhos, totalmente reais, ocasiões em que ele diz que será assassinado e ela é a única que pode impedir essa tragédia. Agora Eliza precisa reunir coragem, fugir de casa e sair em uma viagem incerta para tentar salvar essa vida e, quem sabe, recuperar seu grande amor".



Oi Paula, tudo bem com você?

Na sua biografia, você fala de um livro que escreveu aos treze anos. Não nos deixe, pobres leitores, curiosos rs. Fale um pouco sobre esse livro.
Paula - "Oi Carol, tudo ótimo! O meu livro dos treze anos? Vamos lá...
Atualmente, podendo analisar o que escrevi naquela época, posso dizer que a história ainda precisa de amadurecimento e um detalhamento maior, por isso deve ser reescrita para uma publicação. Mas não pretendo fazer isso num futuro muito distante, na verdade já venho pensando nela e iniciando minhas pesquisas para aprimorá-la. Porque a história é boa, é uma ideia que me orgulho de ter tido, então não posso desperdiçá-la.
Não posso te dizer o título porque ele ainda não possui um. Ele se enquadra na transição entre o Middle Grade (livro focado no público dos 8 aos 12 anos) e o Young Adult (12 anos para cima). A protagonista é uma órfã de 12 anos que, após uma visita inesperada em seu orfanato, passa a viver uma grande aventura. A história se passa, no começo, na Inglaterra do início dos anos 1900 e o resto numa viagem com muitas surpresas. Isso é tudo o que posso dizer agora. Uma das minhas ideias é reescrever o livro em inglês e tentar a publicação lá fora. Vamos ver se funciona..."

Como leitora voraz, quais são os seus autores favoritos?
Paula - "Adoro Meg Cabot, J.K. Rowling (como não amar Harry Potter?), Justin Somper (da série Vampiratas, ótima, por sinal!), adorei a escrita de Suzanne Collins, em sua trilogia Jogos Vorazes, Christopher Paolini, na trilogia da Herança, e outros autores de aventuras épicas, como o exemplo brasileiro Raphael Draccon. E também gosto muito dos romances YA levinhos e divertidos, inclusive de autoras nacionais talentosas como Paula Pimenta e Carina Rissi. E ainda a leva de histórias sobrenaturais bem escritas, até de anjos, vampiros, lobisomens, fadas e todos os seres fantásticos, desde que bem diferentes. Leio tudo".

Qual é a sua citação favorita?
Paula - "Gosto muito de uma do Paulo Coelho: “Quantas coisas perdemos por medo de perder”. Pode ser um guia para a vida!"

Fale um pouco sobre o seu livro lançado em 2011, “Uma princesa em meu lugar”. Sobre o que é a história?
Paula - "Este é um livro que fala sobre duas garotas diferentes, porém fisicamente “iguais”, e que se assemelham em alguns aspectos, como o fato de não estarem satisfeitas com suas realidades. Uma é uma princesa de um reino medieval longínquo, louca por um pouco de liberdade e independência, a outra é uma adolescente dos dias de hoje que adoraria que houvesse uma pitada de conto de fadas em sua vida. Elas têm a oportunidade de trocar de lugar e, nessa troca, vão viver coisas que jamais imaginaram e aprender sobre a vida".

Qual foi a sua inspiração para escrever “A Destinada”?
Paula - "Não sei bem dizer... Foi curioso o modo como a história veio em minha mente. Em um dia de férias, já bem tarde da noite, sozinha na sala lendo ou vendo TV, não me lembro, decidi que queria escrever um novo livro. Só não sabia sobre o quê. Então peguei um papel e fui listando alguns temas e os riscando quando não me empolgavam. Sobre “vampiros”? Não. Sobre um assassinato? Talvez... E aí surgiu na minha mente que uma garota seria vidente e lutaria para salvar a vida de seu grande amor. Passei algumas horas nesta madrugada pensando nos detalhes da história e, para minha surpresa, surgiram os contornos de “A Destinada”".

O que os leitores podem esperar do livro “A Destinada”? Fale um pouco sobre os personagens.
Paula - " Eliza Stewart é uma garota de 18 anos, filha de Nicole Stewart, uma confeiteira norte-americana que se casou com um homem brasileiro, Daniel Menezes, e morou com ele no Rio Grande do Sul até os sete anos de Eliza, quando os dois se separaram e Nicole levou as filhas para morarem com ela no estado do Iowa, onde havia o avô das meninas. Vicky é a irmã mais nova de Eliza, e as três são relativamente felizes na capital do estado. Mas Eliza sofre com suas visões, que pararam há dois anos, mas perturbaram seu passado desde que se lembra. Quando elas voltam, aos dezoito, vêm de uma maneira confusa e atormentadora, pois mostram um homem que ela não conhece. Na primeira, ele está sendo sequestrado de um trem. E ela sempre teve visões sobre coisas próximas à sua realidade, com pessoas que conhece. Então Eliza passa a encontrá-lo em seus sonhos. O nome dele é Joe, é tudo o que sabe, e ele é lindo, encantador, e ela não consegue deixar de sentir uma ligação cada vez mais forte com ele. Joe está preso em algum lugar. Ela sabe que ele corre perigo e será morto – suas visões nunca mentem. Mas será que o futuro não pode ser mudado? Ela já fez isso antes, e não vai deixar de tentar desta vez, porque não pode deixá-lo morrer. Não importa o que tenha que fazer e o quanto isso lhe custe".

Você já tem algum projeto (s) para o futuro? O que os leitores podem esperar da Paula Ottoni?
Paula - "Tenho muitos projetos. “Uma princesa em meu lugar” pode ganhar uma editora! (Tudo indica que isso está a caminho...), e o primeiro livro da minha trilogia “Teluna – a Terra Escondida”, “O Segredo da Moeda”, pode sair ainda este ano ou no início do outro, por uma editora também. Nada é certeza ainda, mas tenho boas expectativas! Não quero parar. Atualmente estou escrevendo o terceiro de minha outra trilogia chamada “A Terra da Torre”, que tem como primeiro “A Garota na Torre”, e estou com planos para trabalhar naquele livro dos meus treze anos, e ainda preciso escrever o terceiro de uma outra trilogia que já comecei... Ufa! Mas vou dar conta. Um de cada vez. E ainda preciso achar tempo para a faculdade, o estágio e todo o resto! rsrs"

Gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do blog Acordei com Vontade de Ler?
Paula - "Gostaria de agradecer a atenção de vocês e o convite para participar da coluna aqui do blog. A todos que leram essa entrevista, meu muito obrigada! E se quiserem saber mais sobre “A Destinada”, que já está à venda, entre no blog e siga para as novidades: www.adestinada.com. Para meus livros ainda por vir, inclusive os citados aqui, visite: www.paulaottoni.com. Tem lá as sinopses, as capas provisórias e alguns contos exclusivos.
Grande beijo a todos!"
Eu espero que vocês tenham gostado de ler um pouco mais sobre a Paula e a sua obra, pois eu adorei conversar com a autora (uma fofa!).
Na próxima semana temos mais um autor "No divã do Acordei".
Beijos

4 Comentários

  1. nossa ela é super novinha!!! bom saber que a nova geração tambem esta se empenhando em fazer um bom trabalho, se interessando por leitura e escrita

    ResponderExcluir
  2. Adorei o livro dela e a achei super simpática! Muito sucesso para ela!

    ResponderExcluir
  3. Adoro entrevista, leio todas as que posso em todos os blogs que sigo, acho muito bom conhecer cada vez mais jovens escritores brasileiros, cada vez como melhores livros.
    A Paula, que eu ainda não conhecia é uma fofa, talentosa e linda, fiquei muito interessada em ler os livros dela.
    Espero que todos os projetos dela se tornem realidade porque ela parece merecer. De verdade adorei conhecer. Parabéns ao blog por realizar entrevistas, eu acho todos os blogs que o fazem fantásticos.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.