Sinopse - "Um homem, no limite do sofrimento, decide compartilhar sua jornada e escreve a mais sincera declaração de amor. Dessa forma, ele leva até você, leitor, a trajetória vívida de uma paixão que, sem imaginar, mudaria sua forma de ver a vida. Beatrice Dumont, 23 anos, estava habituada à mesmice da sua vida, mas percebe, durante uma noite de forte chuva, que aproveitava pouco sua juventude. E tudo parece piorar quando ela se apaixona por Benjamim. Porém, ela nem imagina o que a espera... Sem achar uma luz no fim do túnel, sente a necessidade de dar um passo em direção à mudança de vida. Mas o que ela parecia ter esquecido é que a felicidade, muitas vezes, pode trazer consigo perdas irreparáveis, principalmente quando os laços afetivos com as pessoas que amamos são muito fortes. A Ideia não é uma história de um amor perfeito, no qual o universo conspira a favor. É uma história de luta pelo amor, quando tudo parece estar contra. Fala da vida em sua brevidade, sem deixar de lado os instantes que fazem dela algo eterno". 

Minha opinião - O livro de estreia do autor Lucas Chagas é um livro reflexivo, que ao decorrer dos capítulos irá trazer os sentimentos dos personagens a tona. Logo no prefácio observamos o sofrimento de Benjamin, suas dores sobre o amor, a perda e a infelicidade. Então, para tentar "exorcizar" essas dores, Benjamin irá escrever o livro, sob o ponto de vista de  Beatrice Dumont, a Bia, uma jovem de 23 anos. O interessante durante a leitura é observar que a história não é contada simplesmente com fatos, mas sim com sentimentos, me fazendo questionar de quem eram os sentimentos expostos? Seriam de Benjamin ou de Bia? Bia sente que a sua vida está passando por ela que se tornou uma mera coadjuvante de toda a situação. Por mais que ela tente se movimentar, tem a impressão de que a sua vida está parada. Ela estuda, ajuda a tia, dorme... um ciclo sem fim. Até que um dia, em uma saída com os amigos em um barzinho próximo, fica impressionada com um rapaz, até então misterioso e que aparentemente não a acha interessante. Suas reflexões, dores e anseios são mesclados com lindos poemas e letras de músicas, demonstrando o seu humor durante a leitura. Conforme  a trama se aprofunda, demonstrando os sentimentos de Bia por Benjamin e de Benjamin por Bia, podemos observar que a personagem floresce, vive e se alegra. O final do livro foi surpreendente, eu realmente não esperava o desfecho.
Como eu disse anteriormente, o livro é reflexivo, não tem o ar de conto de fadas que a maioria das pessoas estão acostumadas. A proposta de analisarmos a nossa vida, não deixarmos de fazer aquilo que amamos e não esconder os nossos sentimentos é clara durante a leitura.
Achei a capa interessante, que igual ao livro, me fez pensar rs. A revisão está muito bem feita, e a editora está de parabéns pelo trabalho realizado.
Beijos
Carol

2 Comentários

  1. Oi Carol!
    Valeu pela resenha!
    O blog está cada vez mais lindo!
    Abraçs!

    ResponderExcluir
  2. Olá ! Minha querida, vim parabenizá-la pelo dia Internacional de mulher,
    Seja feliz sempre e muito amada. PARABÉNS!!!!
    Quero aproveitar para te convidar a conhecer o blog do Thiago Ô Trocyn Bão, que está realizando uma GINCANA em homenagem a nós mulheres, estou participando com uma poesia , não sou poeta, é a primeira da minha vida, mas fiz com carinho para homenagear à todas as mulheres , o título é: MULHER SER ABENÇOADO , estou divulgando , se possível dê uma passadinha lá e vote na minha. Ficarei grata. O LInK é:
    2013/03/mulher-ser-abencoado-professora-lourdes.html
    Caso não consiga neste link, na lateral do meu blog tem um selinho é só clicar e vai até a pagina, deixe comentário é muito importante. Abraços, uma noite abençoado.
    Abraços fica na paz de Deus.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.