Sinopse - "Em um subúrbio tranquilo de Londres, algumas mães se ajudam através de amizade, favores e fofocas. No entanto, algumas delas não parecem confiáveis e outras têm segredos obscuros. Quando Callie se mudou para seu novo bairro, pensou que seria fácil adaptar-se. Contudo, os outros pais e mães têm sido estranhamente hostis com ela e com sua filha, Rae, que também descobriu como é difícil fazer novas amizades. Suzy, seu marido rico e seus três filhos parecem ser a única família disposta a fazer amigos, mas, recentemente, a amizade com Suzy anda tensa. Ainda mais com a atmosfera pesada que pairou sobre o bairro após a chegada da polícia e o relato de um possível suspeito morando no bairro.
O que Callie e sua pequena Rae podem esperar? Em quem confiar? E, sobretudo, como imaginar que certas atitudes rotineiras podem colocar em risco a vida de sua pequena filha? Verdades e mentiras parecem se esconder nestas pequenas casas".

Minha opinião - Confesso que ao ler a sinopse do livro eu esperava algo um pouco diferente do que eu li. Fui surpreendida, mas de uma forma positiva: a trama se mostrou bem mais complexa do que imaginei.
O livro é dividido em capítulos curtos, narrados por três personagens femininas alternadamente: Callie, Suzy e Debs. Ambientado em um subúrbio londrino, vamos presenciar através dessas mulheres tão diferentes os maiores temores que elas escondem. Esse é um livro onde todos possuem um segredo, e que as aparências enganam completamente. 
Uma mãe solteira, desempregada, com uma criança pequena, tentando voltar a ter uma normalidade em sua vida. Uma mãe de três garotos que deseja profundamente ter uma filha e um marido presente. Uma mulher de 48 anos que não sabe se está ou não enlouquecendo. Segredos que causam um efeito dominó devastador.
"Uma questão de confiança" é o tipo de livro que mexe com o psicológico do leitor. Teve momentos em que eu não sabia em quem acreditar. Em outros momentos eu não acreditei quando descobri o que estava realmente acontecendo. A autora criou personagens que conseguem se camuflar no tranquilo bairro londrino, mas que conforme os conhecemos ou nos apaixonamos por eles ou odiamos. 
A leitura é fantástica! Tem um personagem em particular que no final do livro me deixou pasma... eu até falei um palavrão no final da leitura de tanto que a trama me prendeu e surpreendeu.
Quanto a capa, devo dizer que ela não me atraiu, eu não sei, não chamou minha atenção e ponto. Em relação a diagramação, layout e revisão, a editora fez um ótimo trabalho. Acredito que vi dois erros de digitação. E a escolha da fonte é maravilhosa para leitores noturnos como eu.
Espero que tenham gostado da resenha!
Beijos
Carol

5 Comentários

  1. Realmente, a sinopse desse livro não me comprou em nada, muito menos a capa.
    Mas lendo sua resenha, até que me bateu uma curiosidade.
    Também sou do tipo que falo palavrões quando algo nos livros me surpreende. ahauhauhaua


    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carol.
    É sempre bom quando somos surpreendidos por um livor, não é?!
    Já anotei a dica aqui!
    beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. É ótimo ser surpreendido por um bom livro. Mais um livro com tema interessante, mães solteiras, pessoa que escondem segredos... Parece ter um tom deliciosamente misterioso!

    ResponderExcluir
  4. Não gosto da capa, mas agora passei a gostar do livro, pois sua resenha foi muito boa e a história é o meu tipo preferido. Adoro um bom suspense, cheio de segredos/mistérios, e personagens com dramas em suas vidas.
    Capítulos curtos e alternando narradores é uma ferramente que gosto muito também!

    ResponderExcluir
  5. Já vi algumas resenhas sobre questão de confiança, mas confesso que ele não me chamou muita atenção. Achei a sua resenha bem esclarecedora quanto ao livro e to até com vontade de dar uma chance a ele. Gosto desse formato de não saber ao certo quem é mocinho, quem não é. Porque na verdade esse conceito é bem relativo...

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.