Sinopse - "Entre o importante trabalho como sócia de uma firma de advocacia e o relacionamento com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York, Ariel Vaughn parece ter tudo. Mas o sexo com o juiz Preston Hendricks havia esfriado consideravelmente. Por meio de um atraente acompanhante da Black Door – uma boate de elite que satisfaz os desejos carnais de algumas das mulheres mais ricas de Nova York – ela se encanta com um mundo de tentação irrestrita. Dentro da Black Door, máscaras elaboradas escondem as identidades do mundo real e o sexo é mais selvagem do que Ariel jamais conseguiu imaginar. Porém, as coisas fogem do controle e sua vida sexual entra em conflito com a real. Ela vai conseguir abrir mão de prazeres ilimitados? E quando ela descobrir a chocante identidade do homem mascarado, com quem viveu suas noites mais intensas, será capaz se afastar de lá?"



Terminei a leitura de "Proibida" sem saber como escrever a resenha. O livro tem uma sinopse interessante, a premissa de um clube que tem como objetivo satisfazer as mulheres, e no final da leitura, me senti extremamente decepcionada com o livro. A personagem principal, Ariel, é uma advogada de sucesso que namora há algum tempo o juiz Hendricks, que é alguns anos mais velho do que ela.

"Ariel Renée Vaughn era uma das três mulheres associadas à Yates Gilcrest, uma das líderes entre as firmas de advocacia de Nova York, com escritórios em cada grande cidade do mundo". (pág. 11)

Na sua vida profissional, Ariel é feroz, dinâmica e não deixa barato. Na sua vida pessoal, passa o livro inteiro choramingando que o namorado não dá atenção a ela. E ao invés de tomar uma atitude definitiva e terminar o relacionamento, Ariel fica implorando por sexo ao namorado. Não bastasse isso, o namorado é totalmente sem sal, egocêntrico e sem atrativos.

A melhor amiga de Ariel é Meri, sócia do black door, o clube exclusivo de satisfação feminina. Para ajudar a amiga a suprir suas necessidades, Meri empresta a sua máscara (cada cliente possuí uma máscara personalizada) para que Ariel conheça o clube. Bombardeada por sensações inéditas, Ariel tem uma química imediata com um homem mascarado, que resulta em encontros sexuais fantásticos para ambos. O problema começa quando a vida pessoal de Ariel entra em contato com a sua vida secreta.

Particularmente, eu achei muito fácil identificar o mascarado. Não fiquei surpresa e os personagens centrais não me conquistaram. O livro é recheado de cenas hots, mas a trama deixou a desejar. O final me lembrou aquelas novelas de telemundo, onde coisas absurdas sempre acontecem. Eu li no skoob que alguns leitores amaram, mas foi muito difícil levar a sério o final.
A capa é linda, e a editora realizou um ótimo trabalho de diagramação, revisão e layout.
Espero que tenham gostado da resenha.
Beijos
Carol

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.