Sinopse – Rosa Imortal traz vida à Londres da década de sessenta, onde a jovem jornalista e agente do governo britânico Eileen Lancaster Hartmann se vê envolvida por uma série de assassinatos do corpo diplomático. A trama se complica com o desaparecimento e morte de seu namorado Jason Pearson, levando Eileen a adentrar em um mundo paralelo e desconhecido, um mundo que ela acreditava só existir em lendas urbanas. Acompanhada de sua inseparável amiga Loren Halmenschläger, uma alemã adotada ainda criança por uma família inglesa, e de seu insano amigo Marcello Guttinger, um italiano com uma visão única da “vida”, Eileen enfrenta diversos perigos e aventuras. Uma história envolvente que leva o leitor a conhecer os mais vis segredos de uma política paralela em Londres, onde seres ancestrais governam e se digladiam por poder, num jogo de intrigas e trapaças, onde os humanos são meros peões descartáveis”. 


Minha opinião – Essa resenha faz parte do Booktour Pausa para um Café. Depois de terminar a leitura, fiquei alguns dias pensando em como escrever a resenha sem passar informações essenciais. Em uma trama que se passa na Londres da década de 60, repleta de espiões e envolta no sobrenatural, a autora Tânia Falabello conseguiu trazer a vida e a morte, personagens envolventes, intrigantes e pelo menos um deles, meio maluquinho rs.
A trama segue a amizade de três personagens desde a época da faculdade: Eileen, uma aspirante a jornalista e a espião; Loren uma jovem amorosa e gentil e Marcello, o amigão pra toda hora. Após a formatura, os amigos tentam manter contato da melhor forma possível e vão seguindo os seus caminhos. Quando o namorado de Eileen desaparece misteriosamente, Eileen começa por conta própria a levantar informações. E acaba descobrindo que está envolvida no meio de uma trama envolvendo política e vampiros.

“Do alto de seus dezoito anos, Loren era puro orgulho próprio, embora nunca deixasse isso transparecer. Estudante bem sucedida e dedicada em seus afazeres, sabia que tinha se feito sozinha. Ela vivia em uma realidade muito diferente da idealizada, e ainda assim mostrou-se capaz de atingir seus objetivos. Distraída, a jovem não percebia os olhares dos rapazes em sua direção. Dona de uma beleza considerável, Loren tinha longos cabelos louros e lisos, nos quais sempre havia uma fina trança, brilhantes olhos azuis e um rosto delicado. Sua maneira hippie de se vestir e seus trejeitos de menina davam-lhe ainda maior simpatia. Mas nada disso ela percebia, ou dava o devido valor; chegava por certas vezes a duvidar de suas qualidades”. (p.20)

Gostei da abordagem da autora, utilizando o cenário londrino, repleto de noites aconchegantes e ao mesmo tempo assustadoras. A mistura de espionagem e vampiros foi inusitada, mas muito bem desenvolvida. Se há algo para comentar de negativo, foi a aceitação fácil dos personagens sobre o mundo dos vampiros. Esperava um pouco mais de relutância nesse aspecto, mas não prejudicou a trama, que manteve um ótimo desenrolar. Conforme avançamos na trama, conhecemos inúmeros personagens intrigantes, entre eles o que eu acredito que se tornou o sonho de algumas leitoras: o Fabian.
Um livro envolvente, cheio de reviravoltas e que me deixou na expectativa para ler a continuação.
Quanto à diagramação, layout e revisão, a editora está de parabéns. Encontrei alguns erros de digitação, mas nada que interferisse na leitura. Os detalhes nas páginas, a escolha da fonte, demonstram um grande cuidado na edição do livro.
Espero que tenham gostado da resenha.
Beijos               

Carol

4 Comentários

  1. Olá!
    Eu adorei a resenha,o livro parece mesmo ser bom.Fiquei curiosa.
    Bjs!
    http://pocketlibro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Interessante! Realmente a mistureba deve ter dado um ar super original pra trama! Ganhou minha curiosidade!

    Beijokas
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Este livro me chama a atenção pelo mistério e suspense. Só não sei se a mistura disso com vampiros realmente me agrada!
    Mas, pela resenha, acho que vale a pena tentar, não?

    Beijos,
    Hannah - Secrets of Book.

    ResponderExcluir
  4. Eles aceitaram numa boa mesmo os vampiros? o.O Me lembra True Blood e os livros da série, todo mundo de boa com os sanguessugas ahahaha fiquei curiosa para ler, década de 60 e em Londres ainda por cima ;)

    Beijos

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.