Sinopse:Parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, Bia está pensando em sua vida azarada. O motorista do carro ao lado tenta se comunicar com ela, mas Bia não o reconhece. Então, ele sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles se jogam lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia. Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade, e Bia, feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga. Nunca uma maré de azar foi tão engraçada!



Resenha de Ká Guimarães


 Faz algum tempo estava procurando um livro assim para ler, quando a Editora Jangada disse que iria me mandar Azar o seu eu nem acreditei, agradeço a editora pelo envio do livro, está lindo demais.

Ri muito com Bia, gente essa menina é muito doidinha. Não somente ela todos os personagens do livro são ótimos, olha a Carol criou personagens inesquecíveis, sabe aqueles personagens que vivem ali em sua cabeça? É isso que ela fez.  Vamos para resenha antes que eu fique falando e não chego a ponto nenhum.

Bia, a protagonista é uma garota comum, formada em Administração de Empresas, está com 25 anos e foi mandada embora do seu emprego por justa causa. No dia em que resolve voltar para casa do pai, ela acaba debaixo de um carro com um desconhecido (que ela mesma disse que era lindo) tentando se proteger de um tiroteio no Rio de Janeiro. Será que ela pode confiar nesse desconhecido?

 Foi nessa parte que não consegui mais largar o livro pessoal, ri muito com as atrapalhas da Bia, acredita que a menina acha que vai morrer e começa a tagarelar para o desconhecido ou para o amparador de alma como ela bem diz.

- Pelo amor de Deus, Bia, abaixe essa cabeça!
Era o Amparador, sim. Por que sabia meu nome.
O amparador sabia meu nome e eu estava perto do fim.

Bia acaba falando tudo para o desconhecido, que sempre amou o Guga, que nunca o esqueceu, olha eu li essa parte duas vezes e digo que ri igual boba.

- Você é onisciente, não é? – perguntei ao Amparador, minhas mãos agarradas a blusa dele.
- Como é que é?
- Sabe das coisas, de tudo que acontece, não sabe?
- Não houve resposta.
- Sabe que eu sou apaixonada pelo Gustavo Vitorazzi, sempre fui.
- Você o que?
Só o que me faltava era o meu Amparador ser surdo. Do jeito que eu era pé-quente, isso era perfeitamente possível.

Isso ai em cima é só um trechinho da parte que eu amei e ri muito. Guga, quem Bia citou ai, era seu melhor amigo e irmão da sua melhor amiga na infância. Esse Guga, foi embora há dez anos para Londres e nunca mais a procurou, isso fez com que ela ficasse presa naquele passado e se sentisse uma menina de 15 anos apaixonada.

Carol Sabar, escreveu um chick-lit incrível, que não conseguimos soltar a nenhum momento. Queria colocar nessa resenha todos os trechos que eu amei, mais não vai dar certo, deixo isso para soltar na pagina do Acordei no face, só que irei soltar esse trechinho que eu amei e ri muito.

"Eu nunca ligara para um telessexo na vida, seria carência demais até para mim, que já havia digitado "I love you" no Google Tradutor e clicado no botão de 'ouvir' só para me emocionar com a voz da máquina declarando seu amor por mim."

Preciso dizer que todos vão se apaixonar pelo livro e que as meninas irão se apaixonar pelo Guga? (........................ ahhhhhhhhhhhhhhh pausa para um suspiro longo....................)  O livro nos ensina muito sobre o perdão, a importância da família em nossas vidas e sobre o amor, terminamos o livro querendo mais e com aquele sorriso bobo no rosto. Fiquei me perguntando se a autora vai escrever alguma continuação...

 Dou meus parabéns para autora pelo livro lindo, bem escrito. Estou orgulhosa da nossa literatura, só autores feras. A editora Jangada está de parabéns pelo livro lindo, não achei errinhos nele não viu. A capa, bem ela retrata bem o que se passa no livro.

É isso pessoal, espero que gostem da resenha. Se tiver erros na resenha, já vou pedindo desculpas, estou tentando melhorar meu português.
Bjksss











2 Comentários

  1. Nossa, estou louca para ler esse livro e um outro dela e sua resenha só me deixou mais empolgada ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ká.
    Estou curiosa para ler esse livro.
    Vou ver se ele é vendido em versão digital!
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.