Sinopse - "Ângela Barros é uma jovem jornalista de vinte e um anos. Com um pai doente, endividada e lutando por um emprego que está lhe escapando pelas mãos, vê seu destino mudar após conhecer o também jornalista Marcos Andrade, que lhe faz a pergunta chave: Onde você se imagina daqui a cinco anos? A partir de então se inicia uma jornada na vida desta jovem batalhadora que, olhando para si mesma, decide marcar o tempo e assumir as rédeas da própria vida. Entre erros e acertos, vitórias e derrotas, ela irá descobrir que tudo tem a hora certa de acontecer, e que somente um amor guiado pelo destino será capaz de libertar seu coração das barreiras que o cercam". 

Minha opinião - "Cinco anos" é um livro que emociona o leitor aos poucos, nos pequenos atos dos personagens. É uma trama que vai se construindo conforme os protagonistas amadurecem, conscientizam-se sobre os seus sentimentos e sonham. Ângela é uma jovem de 21 anos que tem como ambição um emprego estável no único jornal da cidade de Aparecida. Mas essa ambição se dá graças ao amor que tem pelo seu pai, o seu Francisco,  que já se encontra com a saúde debilitada. Um dos traços mais marcantes do livro é o relacionamento da protagonista com seu pai. O amor entre os dois é palpável e ambos não poupam esforços para fazer o outro feliz, de modo que às vezes, o objetivo de um não é compreendido por outro.Na disputa pela estabilidade Ângela irá auxiliar uma equipe de jornalistas e entre eles encontra-se Marcos. A amizade entre os dois desenrola-se, e Marcos faz a perguntinha que dá nome ao livro: Onde você se imagina daqui a cinco anos?


"Meu prazo acaba hoje, e só agora percebi que o maior erro que cometi durante esse tempo foi ter escolhido o medo ao invés da coragem". (p.335)
Se pararmos para pensar é uma pergunta simples, que deveria ser facilmente respondida por qualquer um, mas na verdade não é tão fácil assim. Mesmo quando elaboramos planos e metas, não contamos com o inesperado. 
E os nossos protagonistas também não. E é observando o quanto eles trabalham suas dúvidas e anseios, mantendo os seus valores e reavaliando algumas decisões é que vamos nos apaixonando pelos dois.
Ângela me cativou desde o primeiro instante. Marcos foi ganhando aos poucos a minha confiança e mesmo assim durante o caminho, fiquei indecisa sobre ele. 

"A primeira queria um amor maduro, palpável e duradouro, queria abrir o coração e dar espaço para que alguém cuidasse dela, mas tinha uma dificuldade imensa com relação a isso. A segunda era livre, reconhecia sua dificuldade em se relacionar e se sentia confortável a respeito, sem sentir necessidade de agradar ninguém, nem provar nada a si mesma. As duas faziam parte de uma só, e enquanto uma era ela naquele momento, a outra era quem gostaria de ser". (p.153)
A escritora nacional Cristiane Broca trouxe em sua obra "Cinco Anos" uma história de amor, perdão, recomeço e integridade.
Alguns personagens secundários como a melhor amiga de Ângela, a Malu roubam a cena em alguns momentos com pequenos atos que despertam os nossos corações.
Em relação a revisão, diagramação e layout quero dar os parabéns a Ases da Literatura. O cuidado dado à obra, os detalhes na numeração, a escolha da fonte, o cabeçalho, todos esses detalhes somados contribuíram para enaltecer ainda mais a obra. A capa é simples, porém representa claramente o teor principal da obra.
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol



18 Comentários

  1. Só tenho a agradecer pela bela resenha. Você soube interpretar a história e se deixou tocar por ela de uma forma muito bonita!
    PS: Tb me emociono muito com a relação entre pai e filha do romance. Para mim Cinco Anos não contém apenas uma história de amor, mas várias, e essa relação é uma delas.
    Obrigada!!!!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ao blog pela escolha da resenha. Cristiane Broca é minha amiga e posso garantir que seu livro é uma excelente escolha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Achei linda a capa!
    A estória parece ser linda.
    Fiquei encantada!

    Bjs
    modaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Bom dia!
    A história comovente e cheia de emoção. Justamente o que mais curto ao ler. Adoro me emocionar com os personagens e viver um pouco a experiência do que passaram. Amei. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Adorei a sinopse do livro. Mais um para minhalista de desejos. :)

    Resenha muito interessante!

    www.amantesporlivrosefilmes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo blog e pela resenha. É bom ter uma ideia antes de ler. anamcara.er@hotmal.com

    ResponderExcluir
  7. Ahh era para ser uma pergunta simples mesmo... só que não é... não sei como me imaginar daqui a cinco anos o.O
    O livro já estava na minha lista e vai para os desejados <3

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  8. Há pessoas que criticam os romances clichês,mas as vezes faz bem para vida, pois nos faz sonhar que um dia pode acontecer conosco também .

    ResponderExcluir
  9. Carol!
    Me emocionei com a resenha porque tinha um relacionamento de amizade e cumplicidade com meu pai e nos entendíamos apenas com um olhar e sinto a falta dele até hoje.
    Se perguntar onde estaremos daqui há 5 anos é difícil de responder, pelo menos para mim, pois não faço planos há longo prazo, mas gostaria de me imaginar daaqui há cinco anos.
    Bem interessada em ler o livro.
    Desejo uma semana carregadinha de luz e paz!!!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. O livro parecer ser muito tocante e profundo, pois aborda temas complicados de se lidar!! É difícil de se ter uma previsão de como estará a nossa vida daqui a 5 anos, pois querer que ela seja de tal maneira é uma coisa, mas se realmente irá acontecer o que queremos é outra. A capa é muito bonita!! Gostei muito da resenha!!!

    ResponderExcluir
  11. Acredito que esse livro possui uma premissa cativante, pois, não é segredo para ninguém as dúvidas e anseios que permeiam a mente humana principalmente a dos jovens. Outro fator cativante é a própria questão levantada por Marcos, "onde você se imagina daqui a cinco anos?" é evidente que pelo menos uma vez na vida cada um de nós ouvimos esta mesma pergunta, e, é previsível que para muitos a resposta dada naquela época jamais se tornou realidade, sou um exemplo disso, pois, não estou onde desejava cinco anos atrás, e, é por essa razão que o livro é um sucesso, já que todos sabemos a infinidade de circunstancias e casualidades que podem ocorrer no decorrer de cinco anos.
    Com certeza uma boa leitura.


    Julielton Souza - Dialética Proposital

    ResponderExcluir
  12. Você conseguiu passar as emoções que sentiu ao ler a história para a resenha. Isso faz com que tenhamos a vontade de sentir também.
    Acredito que este livro seja um despertar da consciência do leitor. Uma pergunta simples mas que não será respondida de pronto por muitas pessoas.

    ResponderExcluir
  13. Essa história é muito especial, porque nos faz refletir sobre questões importantes do cotidiano, como o relacionamento familiar e sentimental e a situação profissional.
    Seria o tipo de livro que me deixaria com um monte de questionamentos sobre minha vida e eu gosto disso: livros que me sacodem e me fazem acordar.
    Obrigada por indicar :)

    ResponderExcluir
  14. Uma ótima pergunta, onde me imagino daqui a 5 anos. Nunca fui muito de planejar e pensar no futuro. Então não faço a miníma ideia. Adorei a resenha e fiquei muito curiosa quanto a leitura, infelizmente ainda não conhecia a autora mas já entrou pra listinha de futuras leituras...

    ResponderExcluir
  15. Caramba o livro me fez pensar em onde estarei daqui 5 anos, puxa espero que a vida me reservo o melhor!

    ResponderExcluir
  16. Já faz algum tempo que quero ler esse livro, principalmente porque ele parece ser um romance, mas daqueles que tem uma história de verdade pra contar, sabe? Alguma coisa além, uma história de vida e depois dessa resenha, já vou colocar na minha lista ;D

    http://julicronicas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Nossa, essa parece ser uma história que ganhara meu coração, pois ela é envolvente e trata de algo que é primoroso pra a relação do pai com a filha. Realmente, essa é uma pergunta chave que nos faz pensar e lutar pra conquistar nossos objetivos.. Com certeza quero ler esse lviro.
    bjs

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.