Bom dia Leitores do Acordei! Hoje iremos conhecer um pouquinho mais sobre a escritora Erica Azevedo e sua obra “Pluvia”.


Biografia – “Erica Azevedo nasceu na capital paulista, entre ruas abarrotadas e o ar poeirento do fim de tarde. Descobriu a literatura fantástica na adolescência o que despertou seu interesse por variados gêneros e autores. Aos 14 anos escreveu um roteiro baseado na ditadura militar, o que a aproximou da escrita. Mas foi observando a chuva borrar a janela da casa onde morava com os pais e, depois de anos vivendo no mundo dos livros, que a ideia de uma realidade totalmente nova lhe veio à mente. Em meio a idas e vindas começou a contar a história de Ana e sua saga por Pluvia e pelos mundos de Lucien. Atualmente dedica-se a graduação de Ciências Políticas na Universidade Estadual de Campinas”.

Oi Erica, tudo bem? Conte um pouquinho sobre você. Quem você é? O que faz? Quando foi que decidiu ser escritora?
Erica – “Olá Carol! Tudo bem sim. Bom, eu nasci e cresci em São Paulo, mas hoje já posso dizer que sou uma cidadã do mundo. Tenho vinte e dois anos e atualmente curso Ciências Políticas na Unicamp. Comecei a ler de forma fervorosa com dez anos e aos quatorze (época em que eu estava decidida a cursar cinema) tive meu primeiro contato com a escrita ao escrever um roteiro com a ditadura militar como pano de fundo. Apesar de minhas ambições mudarem com o tempo, minha intimidade com a escrita ficou. Ser escritora nunca foi uma ambição, sabe? Eu escrevo em uma tentativa de personificar partes abstratas de mim. Mas não posso negar que hoje a ideia de me dedicar exclusivamente aos meus livros percorre o meu imaginário”.

Quais são os seus autores favoritos?
Erica – Eu adoro a J.K Rowling porque ela foi muito importante na minha vida. Também amo Alexandre Dumas, C.S. Lewis, Tolkien, Fernando Pessoa e Dostoiévski”.

E os seus livros favoritos?
Erica – Dentre eles estão O Conde de Monte Cristo e Memórias do Subsolo. Também tenho o Livro do Desassossego como livro de cabeceira porque eu simplesmente o amo. E, claro, Harry Potter sempre terá um lugar especial na minha vida”.

Conte um pouco sobre o processo de publicação do seu livro. Fale-nos da sua experiência.
Erica – O processo de publicação foi totalmente inesperado. Eu enviei o manuscrito para algumas editoras e quando a Novo Século me respondeu eu não conseguia acreditar. Eu estava em intercambio na Espanha e só tinha enviado para a editora porque meus amigos insistiram. Eu nunca pensei que meu livro seria publicado porque sempre fui muito insegura quanto a minha escrita. E quando aconteceu demorou um tempo até a ficha cair”.

Como você vê o mercado literário nacional atualmente?
Erica – É meu primeiro livro e eu estou lidando com coisas totalmente novas. Mas, levando como base as dificuldades que estou encontrando, acho que falta espaço e confiança no autor nacional. Há tantos trabalhos de qualidade e que merecem visibilidade sendo sufocados pela preferência pelos autores estrangeiros. Obviamente que eles são importantes, mas acho que está na hora de se abrir para o que é nosso”.

Para um autor brasileiro, o que é mais difícil? Encontrar uma editora ou leitores? O que você acha dos leitores?
Erica – Acho que os dois são difíceis. É difícil encontrar uma editora que invista no seu trabalho e também alcançar o leitor. Para publicar temos que fazer uma série de planejamentos e competir, muitas vezes sem nenhum trabalho de marketing, com livros que já estão totalmente prontos nesse sentido. É um caminho árduo. Talvez seja hora de procurar encontrar outras formas de chegar até o leitor. O que já fazemos, claro. Mas tentar ainda mais”.

Você tem alguma dica ou conselho para aqueles que querem publicar os seus livros?
Erica – Persista. Se esse é o seu sonho, vá em frente. Acho que é interessante fazer uma pesquisa sobre publicação e como os livros são inseridos no mercado. E tenha em mente que não será fácil. Mas, acho que nesse momento cabe se perguntar: e o que na vida é?”

Quando começou essa paixão pela literatura? Você tem alguma mania que sempre faz quando está escrevendo?
Erica – Começou na minha infância e eu cresci com a literatura permeando minha estrada. Eu escrevo escutando música. E, as vezes, fico três ou quatro horas escutando a mesma canção. Isso aconteceu recentemente enquanto escrevia uma cena do segundo livro da série Os Mundos, da qual Pluvia faz parte. Foram cinco horas seguidas escutando “Ne me quitte pas” em uma versão da Mireille Mathieu”.

O que os leitores podem esperar em “Pluvia”?
Erica – Pluvia é um livro sobre escolhas, mas também sobre amizade, descobertas, intrigas e fantasia. É um outro mundo e que possui suas particularidades que serão descobertas pelo leitor junto com a personagem principal, Ana”.

Qual foi sua inspiração para compor Pluvia, seus habitantes, suas peculiaridades?
Erica – Eu sempre gostei de fantasia e durante o desenvolvimento do livro eu me permiti criar a minha própria. Em alguns momentos eu achei mesmo que fosse tudo uma grande loucura, mas talvez a beleza esteja mesmo no abstrato”.

O que o futuro reserva para Erica Azevedo? Já existe um novo projeto em andamento? Você pode falar um pouco dele?
Erica – Eu sempre me faço essa pergunta, mas nunca obtenho respostas. Tenho um projeto chamado Olhar de Viajante que disponibilizo no meu wattpad. É a história de uma menina que se apaixona durante seu intercambio para a Europa e ela precisa lidar com as dúvidas e diferenças com as quais passa a conviver. Também estou escrevendo o segundo livro da série Os Mundos e uma distopia”.

Bate – Rebate
Um livro: Livro do Desassossego”.
Um sonho: Mais livros nas escolas públicas”.
Um autor: J.K. Rowling”.
Deus: Essencial”.
Família: Tudo”.
Amigos: Minhas pequenas relíquias”.
Escrever: Válvula de escape”.
Sonhar: Projeções daquilo que buscamos”.

Erica, muito obrigada por nos conceder a entrevista. Você gostaria de deixar uma mensagem para os leitores do blog Acordei com Vontade de Ler?
Erica – Primeiramente eu gostaria de agradecer à equipe do Acordei com Vontade de Ler pela oportunidade de mostrar meu trabalho. Isso é muito importante para mim. E também dizer aos leitores que se deixem encantar pela literatura nacional porque tem muita coisa boa esperando para ser descoberta”.

Links:
Wattpad: Clique aqui
Compra do livro “Pluvia”: Clique aqui
Fanpage: Clique aqui

E então leitores, o que vocês acharam da entrevista? Na próxima semana teremos um novo escritor no Divã.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

2 Comentários

  1. Ela parece ser uma pessoa realmente legal. ;3
    Uma boa iniciativa esta do seu blog. ;))

    Bjs
    Hayanne Deise Lins
    *Profissão Adolescente*
    As inscrições para o sorteio de um livro diretamente de Portugal ainda estão abertas. Clique aqui para participar. :))

    ResponderExcluir
  2. Conheci a escritora e seu livro em um grupo do facebook. Mal posso esperar para adquirir o livro dela, fiquei curiosíssima desde que li a resenha. Mas ainda tenho que esperar meu pagamento para poder adquiri-lo.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.