Sinopse - "Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente... Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama. Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos".

Minha opinião - Eu terminei esse livro há mais de uma semana e ainda não sei exatamente o que escrever sobre ele. Infelizmente eu não me "conectei" com os personagens e por isso a leitura não flui bem. Achei o livro em alguns momentos lento, dificultando a passagem dos capítulos e o avanço na trama. Enquanto viajam para ir ao funeral do marido da melhor amiga de Maggie, o casal faz uma análise psicológica da vida. Maggie trabalha em uma casa de repouso de idosos, é atrapalhada, cheia de bom humor e sempre preocupada em salvar o próximo. Ira é quieto, introspectivo e é possível descobrir o humor dele através das músicas que ele assobia. Apesar de ter trechos engraçados e cativantes,  os personagens principais Maggie e Ira não me comoveram. As discussões do cotidiano, da vida de seu filho e neta, são análises válidas na vida de qualquer um. Mas não sei explicar "o que" ficou faltando na história para se tornar uma ótima leitura. Houve alguns momentos em que a leitura empacou, e ao finalizar o livro demorei um pouco para resenhá-lo.
Espero que vocês leiam o livro e me digam o que acharam.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

4 Comentários

  1. Acho que por mais que você tenha dito que "faltou algo", me interessou bruscamente esse livro. Talvez, por se tratar de um livro, esse diálogo e análise da vida à caminho de algum lugar tenha cansado, mas é algo que me atrai. E muito. Espero que eu tenha a oportunidade de lê-lo logo. Ah, você já viu a trilogia Before? Before Sunrise, Before Sunset e Before Midnight? Não sei bem, mas acho que me lembrou a trilogia. Droga, agora preciso com mais urgência ainda ler esse livro, HAHA.
    Boa semana!
    http://literallypitseleh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quando vi o título do livro e a capa acabei de interessando pelo livro e já estava pensando em adquiri-lo. Agora lendo sua resenha acho que vou esperar um pouco e analisar outros comentário sobre o mesmo antes de comprar.

    Parabéns pelo blog, está muito bom.

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii!!
    Moo ruim quando nenhum personagem te prende de verdade né??
    =//
    Uma pena isso !
    BJoos
    http://chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tinha muita curiosidade em ler esse livro, mas depois de ler sua resenha me desanimei bastante.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.