Sinopse - "Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio".


Minha opinião - Quando ocorreu o lançamento do livro e houve todo aquele falatório sobre o livro ser sobre um casal adolescente homossexual, fiquei achando que seria um livro com conteúdo polêmico, e na verdade não é nada disso. É um livro que fala de amor. Amor de todas as formas: amor romântico, fraternal, parental, amor pela vida. E um livro sobre auto-conhecimento. Enquanto um Will é fechado e demonstra medo de se arriscar nas amizades e nos relacionamentos, o outro é mais sombrio, triste e perdido. Um fator muito interessante que auxilia o leitor durante a leitura é a alternância dos capítulos entre os dois Wills e o modo que cada autor escreve, assim como o modo em que o texto está disposto. Um é organizado, pontuado e o outro é caótico, corrido, sem pausas. Foi uma jogada inteligente dos autores deixarem as personalidades dos dois Wills passarem para as páginas de todas as maneiras possíveis.
O livro contêm palavrões e algumas frases fortes, mas nada que não seja possível de compreender. Que jovem não fala palavrão ou se sente perdido no mundo, procurando sua identidade?
Mas o livro não é feito apenas de sombras. Os autores possuem um ótimo humor e desde os "Reconhecimentos" que estão no início do livro, arrancaram gargalhadas minhas:
"Reconhecemos que meter o dedo no nariz do amigo é uma escolha pessoal e que pode não ser adequado a todas as personalidades".
Não entenderam nada né? Eu juro que depois de ler o livro vocês vão entender rs.
Tiny Cooper acaba se tornando um elo entre os dois mundos. Um gigante gentil um pouco maluco, mas que com certeza possuí um coração incrível e uma força inacreditável. A insanidade da adolescência, onde vemos tudo em proporções epicamente maiores do que realmente são. Os primeiros amores. Os segundos. Os terceiros. A euforia de se estar apaixonado. A dor de um fora. Tudo isso é exaltado a décima potência e os autores conseguiram demonstrar isso muito bem em "Will & Will".
O final do livro fez com que eu ficasse com lágrimas nos olhos. O cenário final, o que ele representa, tudo é tão extraordinário que fui incapaz de parar de soluçar por alguns minutos. 
"perco a noção do tempo. então, quando acaba, os aplausos começam. os aplausos mais altos que já ouvi.. ele nos uniu a todos. todos sentimos isso". (p.347)
Uma história repleta de desencontros, encontros, amadurecimento, amizade, AMOR. Uma leitura indispensável.
Em relação a revisão, diagramação e layout a editora arrasou. Já comentei anteriormente sobre a "jogada" das personalidades por isso não vou repetir. A capa é muito simples, mas chega a ser intrigante.
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

23 Comentários

  1. Quando soube da saída do livro não fiquei muito animado por não ter entendido bem o propósito do mesmo. Agora, cada vez que leio uma resenha sobre ele fico com mais vontade de ler.

    Parabéns pelo blog.

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tô com tanta vontade de ler esse livro! Saber que foi tratado como amor o tema do livro e não amor entre homossexuais (afinal, amor é amor), me deixa com mais vontade ainda de ler!
    Ótima resenha!
    http://literallypitseleh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ler esse livro, nunca li nenhum livro dessa tematica, espero gostar.

    ResponderExcluir
  4. Quero MUITO ler!! Amei a resenha. Parabéns.

    Quando gostamos demais de um livro, fica difícil escrever sobre ele né?! Acabei de ler "Um Certo Verão" do David Baldacci e fiquei sem saber o que falar. Fiquei tão eufórica. Porque ele é perfeito!!! Você já leu? Se ainda não, leia!! Não tem como não amar.


    :g

    ResponderExcluir
  5. Nossa, melhor resenha que já li! Confesso que imaginava um livro clichê sobre um casal homossexual, mas a sua explicação acerca da abordagem sobre as formas de amor me conquistou! Quero ler o quanto antes...

    Abraços!

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não é muito meu etilo de livro, mais estou curiosa sobre ele...não posso negar...rsrs. Parece ser uma história bem legal. Beijos

    ResponderExcluir
  7. Parece ter uma história maravilhosa....

    ResponderExcluir
  8. Estou lendo o livro "A culpa é das estrelas" do John Green e estou amandoo. Talvez leia esse em seguida.

    ResponderExcluir
  9. Oiee
    Este livro parece ser muito bom e com uma bela mensagem, adoro livros como este que nos fazem ver diversas realidades e pensar na vida. O livro é um retrato juvenil de dúvidas e medos, que vai do clichê ao exclusivo em instantes, e que para os mais sensíveis, tende a apresentar inúmeras lições de vida.
    A narrativa parece ser jovem, atual, irônica, forte e encantadora.
    Adorei a resenha!
    Quero muito ler este livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Também achei que esse livro iria tratar de um assunto bem polêmico a respeito da homossexualidade,pelo visto me enganei.Adorei saber que o msmo se trata do AMOR, em diferentes formas.Achei fofo,quero lê-lo e já tô amando esse livro msmo antes de começar a leitura e conhecer os personagens de fato rsrs.
    Achei diferente a "jogada" das personalidades.Algo inovador.Bjos.

    ResponderExcluir
  11. Já li algumas resenhas, e achei bem legal o tema desse livro... Se formos levar em conta os autores, esse livro com certeza é muito bem escrito... Não vou perder a chance de lê-lo...

    ResponderExcluir
  12. Oi Ká,gostei da resenha,achei uma boa dica e pretendo ler.
    Adorei a parte dos Will's ser escrito por autores diferentes, o livro parece ser interessante pelo seu comentário de:
    desencontros,amadurecimento,amizade,amor...

    ResponderExcluir
  13. Bem apesar de você ter explicado bem quem é quem na historia, ainda é meio confuso os Will's pra minha pessoa, mas achei a ideia dos autores bem legal, tendo personagens homossexuais (coisa que ate hoje nao li) e tal.

    ResponderExcluir
  14. Otima resenha por fazer uma otima resenha e maravilhosa e otimo livro.

    ResponderExcluir
  15. gostei de saber que são capítulos alternando os Will, ótimo para ser uma leitura fácil, dinâmica e irmos conhecendo a história de ambas ao mesmo tempo. e abordar homossexualismo mas de forma natural, sem polemizar, ponto positivo!

    ResponderExcluir
  16. Me levaram ao conhecimento desse livro de uma forma bem polêmica, deram um exemplar do livro para o Marcos Feliciano para ver se ele entendia o amor entre homossexuais. Primeira coisa que pensei foi: Porque não deram para mim? Eu quero! rsrs. Já me disseram que é um livro bem fofo e eu quero ler.

    ResponderExcluir
  17. Isso é o que mais gosto nos livros do John ele te surpreende quanto menos você espera, eu quero muitooo ler esse livro só que vai demorar um pouco porque a lista aqui está enorme...

    ResponderExcluir
  18. No início eu não tinha muito interesse em ler esse livro, mas depois fui tendo uma curiosidade bem grande de lê-lo! Primeiro, porque foi escrito por John Green, então tem lá seus pontos positivos, rs Depois pelas resenhas que venho lendo sobre. Ele parece ser muito interessante, contar a história de duas pessoas que são diferentes, mas que ao mesmo tempo tem algo em comum.

    ResponderExcluir
  19. Confesso que quando olhei a capa, não me interessei, mas depois que li os nomes dos autores, minha vontade de lê-lo aumentou em 100%. Ainda não tive oportunidade de ler, mas essa jogada de diferencias as narrativas de cada Will foi bem interessante. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. Amo os livros desse autor(a), amei a resenha interessante a historia.

    ResponderExcluir
  21. John Green é o autor do momento desde A culpa é das estrelas.
    Não é surpresa, já o que o livro é perfeitamente escrito, eu simplesmente amei.
    Tenho bastante vontade de ler esse livro e o Quem é você, Alasca? que muitos falam ser o melhor do autor.
    Enfim, estou muito curiosa quanto ao livro e sua resenha aumentou ainda mais minha curiosidade

    ResponderExcluir
  22. Esse livro está na minha lista de desejados faz um bom tempo, estou louca para ler. Achei ele em um sebo super barato mas eu estava sem dinheiro, mas assim que eu tiver com dinheiro na mão vou correndo comprar!!
    Um beijo
    http://abcddolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Bem se fala de amor já me interessa, seja qual for. John Green é um dos escritores mais falado no momento, só leio elogios de suas obras e quero muito ler este livro.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.