Sinopse - "Jacques Dubrinsky, irmão do príncipe dos Cárpatos, foi capturado, torturado cruelmente e, então, enterrado vivo. Durante sete anos, preso num buraco, alimentando-se do sangue de ratos, o que o manteve vivo foi o desejo de vingança. Havia um traidor. E ele descobriria quem era. O tempo já não significava mais nada. Ninguém sabia da sua existência. Até que ele sentiu a presença de uma mulher misteriosa e sensual em sua mente. Depois de tanto tempo, um contato... Quem era ela? Seria ela a traidora?"


Minha opiniãoPara aqueles leitores que leram "Príncipe Sombrio", no final do livro Jacques está ferido. Em "Desejo Sombrio", temos um salto de sete anos, e descobrimos que Jacques foi capturado e torturado durante todo esse tempo. O início de "Desejo Sombrio" é um pouco confuso, pois temos apenas o ponto de vista de Jacques, que está meio perdido no espaço e tempo. Preso, sem saber onde se encontra ou quanto tempo passou, seus pensamentos são confusos, sofridos e vingativos. Seu objetivo torna-se essencialmente esse, a vingança a qualquer custo. O único alívio dessa excruciante tortura, é conseguir ler e invadir a mente de Shea, uma jovem que também tem os seus tormentos.

Shea é uma médica que tenta a qualquer custo salvar os seus pacientes, mas que também possuí uma rara doença sanguínea, que ela pesquisa exaustivamente em busca da cura. Shea também vive se mudando, pois está sendo caçada. Quando Shea e Jacques se encontram, suas dúvidas, medos e receios são expostos e ao mesmo tempo as respostas para a sobrevivência de ambos serão reveladas.

Os primeiros capítulos dos livros são lentos, em alguns momentos se tornam "maçantes". Quando ocorre o aparecimento dos demais cárpatos, o livro se torna mais interessante. O segundo livro da série é voltado mais para o aspecto psicológico, tentando lidar com a dor e a solidão que os personagens principais transmitem. Estou curiosa e na expectativa para conhecer a história do curados dos cárpatos, pois em "Desejo Sombrio" encontramos algumas "dicas" sobre o que vai acontecer.

Quanto a revisão, diagramação e layout, a editora está de parabéns. Encontrei alguns erros de digitação, mas nada que interferisse na leitura. Essa resenha foi publicada no blog Mix Literário.
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.