Sinopse - "Chris Astor é um homem de seus quarenta e poucos anos que está passando pelo mais difícil trecho de sua vida. Ele tem uma filha, Becky, de 14 anos, que já passou imensas dificuldades até chegar a se tornar uma moça vibrante e alegre, mas que parece que terá que enfrentar mais um grande problema em sua vida. Quando Becky era pequena e teve câncer, Chris e ela inventaram um conto de fadas, uma fantasia infantil que adquiriu vida e tornou-se um terrível, provavelmente fatal, problema. Agora, Chris, Becky e Miea (a jovem rainha da fantasia criada por pai e filha) terão que desvendar um segredo: o segredo de por que seus mundos de fantasia e realidade se juntaram neste momento. O segredo para o propósito disso tudo. O segredo para o futuro. É um segredo que, se descoberto, irá redefinir a mente de todos eles.A menina que semeava é um romance de esforço e esperança, invenção e redescoberta. Ele pode muito bem levá-lo a algum lugar que você nunca imaginou que existisse. Uma fantasia que trabalha assuntos densos como a separação dos pais, oncologia infantil, separação de filha e pai, adolescência. A menina que semeava não é um livro sobre adolescentes comuns. É sobre uma que se deparou prematuramente com a ameaça do fim e teve de tentar aprender a lidar com ele".

Minha opinião -  É impossível falar do livro "A menina que semeava" sem meus olhos encherem de lágrimas. Só de olhar a capa eu fico fungando, lembrando dessa história tocante que mexeu profundamente comigo. Becky é uma jovem de 14 anos que não teve uma infância tranquila. Quando era mais jovem, havia ficado muito doente e seu pai Chris Astor, para aliviar o sofrimento da filha, criou um mundo para ela, o reino de Tamarisk.
"Eles chamaram o reino de Tamarisk - por causa de uma árvore que Becky adorava, de um de seus livros de figura sobre a vida das plantas que Crhis havia comprado para ela - , e a história evolui de várias maneiras ao longo dos anos seguintes. À medida que Becky foi ficando mais velha, os peixes deixaram de falar e ela substituiu as vacas-porcos voadoras por outras criaturas saídas da sua própria imaginação, com nomes que ela parecia ter prazer enorme em escolher. Quando tinha nove ano, ela decidiu que deveria haver uma lógica interna nesse processo de dar nomes.  Chris tinha chegado do trabalho certa noite e ela entregou a ele uma lista de regras regulando a nomenclatura tamariskiana". (p.56)
Infelizmente, agora aos 14 anos, Becky terá uma nova árdua jornada para percorrer.
"Isso não podia estar acontecendo. Talvez explicasse as tonturas, mas se o nariz estava sangrando também.... ela mal conseguia pensar nisso. Seu nariz não sangrava desde que ela tinha cinco anos. Lá atrás, antes de a quimioterapia funcionar e ela melhorar. Sim, de uma coisa ela sabia: tecnicamente ela estava em remissão e não curada. Mas, depois de tanto tempo, você pode começar a dizer que tinha derrotado a "coisa", certo?". (p.60)
O que um pai faria em uma situação dessas, em que se sente impotente ao ver o sofrimento da filha?
"Ela caminhava saltitando, cheia de vitalidade infantil, algo que fazia desde que começara a andar. Ele não tinha notado esse balanço no começo da noite". (p.32)
Chris continua acrescentando personagens e detalhes em Tamarisk. Nossa, é um reino tão lindo, repleto de tanta vida. Os personagens que o habitam demonstram ter personalidades fortes e que tem seus problemas próprios. A rainha Miea enfrenta problemas avassaladores.
Quando esses dois mundos se colidem, o leitor não pensa apenas em magia ou na doença, pensa na família, em amigos, em amor. O livro é simplesmente fantástico e leitura indispensável para todos.
Em relação a revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho excelente. A capa é simplesmente perfeita, apaixonante.
O livro é apaixonante, avassalador, incrível. Não sei mais como posso deixar claro o quanto ele é maravilhoso.
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

2 Comentários

  1. Eu amei essa capa e depois da sua resenha sinto q PRECISO ler esse livro!
    Fiquei hiper curiosa!


    Bjooos

    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Desde que eu vi que o livro ia ser lançado eu já fiquei com vontade de ler. Além é claro de ter uma capa super linda, a história me chamou bastante atenção.
    Espero poder ler ele em breve, muito boa a resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.