O Menino da MalaSinopse - “Você adora salvar as pessoas, não é? Bem, aqui está a sua chance.” Mesmo sem entender o que sua amiga Karin quer dizer com isso, Nina atende seu pedido e vai até a estação ferroviária de Copenhague buscar uma mala no guarda-volumes. Dentro, encontra um menino de 3 anos nu e dopado, mas vivo. Chocada, Nina mal tem tempo de pensar no que fazer, pois um brutamontes furioso aparece atrás do garoto. Será que ela está diante de um caso de tráfico de crianças? Sem saber se deve confiar na polícia, ela foge com o menino e vai à procura de Karin, a única que pode esclarecer aquele absurdo. Quando descobre que a amiga foi brutalmente assassinada, Nina se dá conta de que sua vida está ameaçada e que o garoto também precisa ser salvo. Mas, para isso, é necessário descobrir quem ele é, de onde veio e por que está sendo caçado. Neste primeiro livro da série da enfermeira Nina Borg, vendido para 27 países, as autoras Lene Kaaberbøl e Agnete Friis apresentam uma heroína que luta contra seus demônios e busca fazer justiça em meio à crueldade e à indiferença do mundo.


Minha opnião



 O que eu achei? Legal...

Não gosto muito de livros policiais, sou chata em relação a esses livros, sempre busco não ler eles por que sei que não vão me agradar. O livro não é ruim, é uma leitura legal, mas... Para quem gosta do estilo policial, vai amar o livro tenho certeza.

Tem muito mistério no livro, e o que me motivou a ler até o final foi o sequestro do menino, que é encontrado dentro da mala. Dai foi tirado o nome do livro entenderam? No meu caso, eu pelei para terminar o livro viu, não me empolguei com a leitura e comecei a ir atrás de resenhas para ver o que iria acontecer mais adiante. Vi resenhas espetaculares, dizendo que amaram o livro, mas vi resenhas que me desanimaram, fui até o final para saber o que aconteceria com o menino da mala, só que o livro deixou a desejar em algumas partes.



Bem essa é a minha opinião sobre o livro, não gosto de influenciar ninguém, por isso vou deixar minha resenha curtinha. E como eu disse, eu não sou fã da literatura policial, prefiro Nicholas Sparks... 

Alguns quotes: 

“Não estava mais à beira do abismo. Já havia sido inteiramente engolida por ele. Porque, se Mikas não estava com Darius, com quem poderia estar?”
“Quem seria aquele menino? Nina observou pacientemente enquanto ele insistia em vestir sozinho a camiseta. Talvez tivesse sido sequestrado e trazido para a Dinamarca para ser explorado em algum esquema de prostituição ou abuso, mas por que diabos teria sido colocado dentro de uma mala e abandonado num guarda-volumes?”
 "Não queria que ele ficasse com medo. Não gostava do fato de que ele a encarava como se ali estivesse um monstro não muito diferente do brutamontes da estação, mas também não fazia a menor ideia de como conquistar a confiança dele'
"Havia milhares de outros canalhas iguais.Não exatamente iguais, mas canalhas que rondavam suas presas feito tubarões à espera do momento certo para explorar o desespero e vulnerabilidade das mulheres expatriadas e cravar os dentes nas carnes delas."(pág. 23)
 "Tudo isso poderia acontecer desde que ela se permitisse acreditar naquilo em que o resto do mundo parecia acreditar tão cegamente: que a Dinamarca era um porto seguro para aquela gente tão sofrida que chegava ao país."(pág. 164)




4 Comentários

  1. Oiiiiii n é mt meu estilo tb, ainda n fiquei loucaaa p lê-lo mas quem sabe né?!

    Bjoooos

    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já tem um tempo que venho querendo comprar este livro. Já começa pela capa que é muito bonita, e depois vem o fato de adorar suspenses policiais. Além do fato é lógico que envolver temos tão complicados como o Tráfico de Pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Realmente fica complicado ter que ler algo que não é muito o seu estilo. Você merece o prêmio de perseverança por isso. Rsrsrs
    Eu, como sou fã do gênero, acho que vou gostar bastante, pois se tem mistério, já está mais do que na minha listinha de próximas aquisições.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Achei uma história interessante e o enredo parece ser bom.
    Não sou fã do gênero policial, mas esse livro eu leria, pois parece ser do tipo que prende o leitor.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.