Sinopse - O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores. Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e... comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua. Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação? E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?
Oi gente, como todos estão? A leitura está em dia? O que estão lendo??? Eu estou com tudo nas minhas leituras e fazendo o possível para ler um livro por dia hehehe..

A outra vida foi uma leitura fácil e gostosa de fazer, não tive dificuldades.

Acho que todos estão de saco cheio de livros em que o mundo acaba quando todos viram zumbis né? Confesso que eu também estava assim quando iniciei a leitura desse livro, ainda comentei aqui em casa “Mais um livro de zumbi para coleção”. No entanto, eu tive uma ótima surpresa, adorei o livro e li em menos de um dia (minha meta de leitura da semana era um livro por dia).

No livro conhecemos Sherry, uma menina que tem 15 anos e que vive dentro do porão da sua casa, com a sua família. Como assim Ká? Sherry vive há três anos, uma semana e seus dias, ou melhor, um quinto de sua vida naquele porão. Ali tem gerador de energia e um estoque de comida que deveria durar por quatro anos, mas não está durando.  Vou explicar o porquê que dela e a família estarem trancados no porão:  uma doença começou em Los Angeles, e todos tiveram que se esconder debaixo da terra. Aqueles que fizeram o seu próprio abrigo tiveram sorte, mas aqueles que tiveram que ficar em abrigos públicos não tiveram tanta sorte assim, pois o que era uma doença se alastrou e virou uma epidemia. O governo disse que em poucas semanas tudo estaria resolvido, mas não foi o que aconteceu. Alguns anos se passaram e ainda há destruição no mundo.

O inicio do livro relata o desespero da família, por que sua comida está acabando e eles não sabem o que fazer. A única opção deles é sair da toca e ir atrás de comida, mas será que sair é uma boa ideia? Será que ainda tem gente viva lá fora?

Os dias passam e a fome vai aumentando e eles têm que sair. Sherry e seu pai vão a superfície em busca de alimento para família. Só que quando eles saem da casa, eles têm uma surpresa: Los Angeles está deserta e destruída, não há ninguém vivo nas ruas. A situação é bem pior do que eles imaginavam.

Um ataque inesperado acontece e Sherry tem que fugir sem o seu pai. Ela não entende o que está acontecendo até Josh aparecer e salvar a sua vida. Seu pai é levado pelas criaturas medonhas (que até o momento ela não sabe o nome). Essas criaturas comem pessoas e a vida do seu pai corre um sério risco.

Achei bem legal a maneira como a autora levou a história, só achei corrido demais. Isso me deixou um pouco confusa em alguns momentos. O modo como a autora descreve as criaturas também é inédita, ainda não tinha visto em livro e nem em filmes.  Outra coisa que me irritou foi a rapidez em que o romance no livro é engatado, isso foi rápido demais. Mas bem o livro é bom.


Sobre a parte da editora, eu gostei muito da capa do livro e foi por causa dela que eu quis ler "A outra vida". A diagramação do livro está perfeita e a revisão está ótima não encontrei nenhum erro no livro. E mais uma coisa, espero que a Novo Conceito não demore para publicar o segundo livro.

Espero que gostem da resenha e comentem ^^ 
Beijos 
Ká Guimarães 

7 Comentários

  1. UOOOOOOOOOO \O. Nossa cara muito perfeito o enredo, como tudo se passa no livro, o jeito que você começa a resenhar é o que me chamou mais atenção, pensei também que iria ser só mais um livro de zumbis(e tá ficando chato), mas tipo, sei lá, alguma coisa na história me chamou bastante atenção,não gostei da capa, muito simples para um livro que tem uma história muito rica.
    Ah! Terminei de ler As Vantagens de Ser Invisível, pela 10ª vez, e comecei a ler Cinder.

    ResponderExcluir
  2. Estão escrevendo muitas séries, não? Está aí uma coisa que não tinha conhecimento, não sabia que tratava-se de uma série. A capa realmente não convence, mas a sinopse me atraiu apesar de não gostar de zumbis ou algo do tipo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ingrid, eu gostei muito da história e estou aguardando o próximo ^^ quero saber o que vai rolar ^^

    ResponderExcluir
  4. Quando vi a capa, imaginei que era um romance sobrenatural mais parado, mas depois que li o nome zumbi, e vi que tem um quê de aventura/suspense também, me animei. Essa parada de cidade deserta, com criaturas medonhas soltas por aí, e a iminência de um ataque, me deixam a mil por hora. Adoro essas atmosferas tensas. Estou bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente só pela capa n me interessei mas pela sua resenha parece ser bem legal

    ResponderExcluir
  6. Cristiane de oliveiraterça-feira, outubro 22, 2013

    Já tinha lido outras resenhas sobre esse livro mas gostei tanto da maneira que explicou a história, não sabia que o romance tinha sido tão rápido ou que as criaturas serem bem diferentes fiquei curiosa.Gostei muito da capa também quero por causa dela.

    ResponderExcluir
  7. Acho que só li um livro que citavas zumbis até hj, mas nem era o foco da estória que eu estava lendo naquele momento. Estou ansiosa pra ler este livro, mas não sabia que era uma série, então acho que vou esperar lançar todos pra começar a ler.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.