Sinopse - "Havia uma parte em Lanny que queria ser punida. Um pedaço de seu coração que acreditava que ela merecia o horror de ser imortal, a tristeza de ver todos aqueles que amara partirem, enquanto ela só podia conviver com as perdas e as lembranças. Terríveis e solitárias lembranças. Este “dom”, oferecido pelo mais malvado dos homens, Adair, era, para ela, a resposta a uma pena que ela deveria cumprir. Mas, apesar das culpas e do castigo que pensava merecer, ela ainda sonhava. E esperava ser redimida por ter dado a Jonathan — seu grande amor — o esquecimento que purifica todo ser de sua dor: a morte. No entanto, bem no fundo de sua alma, ela suspeitava que, fosse o que fosse que a atraísse para Adair (e para sua maldade), fosse qual fosse o infeliz sentimento que os aproximara, este sentimento não fora totalmente exorcizado. Não importava que ela tivesse chegado ao cúmulo de emparedar aquele homem mau e deixá-lo para apodrecer, não importava que o tempo tivesse passado, nem que, hoje, ela pudesse contar com o apoio e os braços fortes e acolhedores de Luke... Adair estava por perto, ela podia senti-lo, e seu poder era inexorável. “Este é o segundo livro da trilogia de Alma Katsu, que começou com o bem recebido Ladrão de Almas. Esta sequência mantém-se fiel ao primeiro título da autora...” --Publishers Weekly"

Minha opinião -  "Refém da Obsessão" é o segundo livro da trilogia Taker e eu acho o seu nome bem apropriado para o conteúdo desse livro. Sem Jonathan, Lanny tenta ter um relacionamento com Luke e está vivendo com ele na França. Ainda está sofrendo e tudo mais, mas está sobrevivendo dia a dia. O problema é que Adair consegue se libertar de sua prisão e com a ajuda de um dos seus servos, o Jude, ele começa a aprender a viver nessa modernidade.
Esse segundo livro vai lidar com a obsessão de Adair. O que eu achei bem interessante nesse livro foi que o maior destaque da história não está mais em Lanny e sim nesse personagem que ressurge após tantos anos. Apesar de Lanny continuar tendo a sua cota de narração, e estarmos acompanhando seu dia-a-dia, são os pensamentos e ações de Adair que chamam a atenção.
Quando comecei a leitura desse segundo livro, estava receosa com a qualidade da trama, com medo de que "Refém da Obsessão" não fosse tão bom quanto o primeiro livro. Bobagem. "Refém da Obsessão" traz uma trama incrível, coesa com a do "Ladrão de Almas" e em alguns pontos chegou até mesmo a superá-lo.
Em relação a revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. E que capa magnífica é essa? Eu já havia me apaixonado pela capa do "Ladrão de Almas" e agora me encontrei babando pela capa do "Refém da Obsessão".
Uma leitura envolvente, intrigante e que me deixou desesperada pelo terceiro livro.
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

4 Comentários

  1. Eu achei a capa dos dois lindíssimas
    E qro sim ler esses livros, mas lááá pra frente pq a listinha tá grande!

    Bjooooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. A capa é magnífica mesmo. Eu vi o primeiro livro e a capa é show também, mas ainda não li.
    Gostei da sua resenha. Quero ler os dois.
    Eu e meu noivo estamos realizando um Book Tour do livro dele, caso tenha interesse em resenhar o livro, acesse o site e se inscreva: http://www.omundosobomeuolhar.com.br/
    M&N | Desbrava(dores) de Livros

    ResponderExcluir
  3. Alguém tem previsão do terceiro livro?

    ResponderExcluir
  4. Eu li os dois e adorei muito estou ansiosa pelo procimo alguel tem previsão???,?

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.