Sinopse - "Jayne Spark, rebelde e língua afiada de dezessete anos e seu melhor amigo, tímido e estudioso Tony Green tem uma existência muito típica de escola secundária, até que vários incidentes aparentemente não relacionados convergem, causando uma cascata de eventos que mudam suas vidas para sempre. Jayne e Tony, junto com um grupo de adolescentes em fuga, são sequestrados e enviados para uma floresta, onde nada e ninguém são o que parecem. Quem sairá triunfante? E o que eles serão quando o fizerem?"

Minha opinião - "As crianças trocadas" é o primeiro livro da série A Guerra dos Fae, publicada no Brasil pelo selo Geração Jovem. A trama inicialmente gira em torno de dois personagens: Jayne e Toni. No início parece ser impossível compreender a amizade dos dois: Jayne é realmente desbocada, não liga para a escola e passa por sérios problemas em casa. Ela não se faz de vítima e se defende sozinha, nunca esperando a ajuda de ninguém. Toni é um geek, aluno exemplar, sempre focado nos estudos. Conforme avançamos na leitura é possível perceber que a amizade é genuína, forjada em alicerces fortes e que é fundamental para os dois.
"Só perguntei por formalidade, pois tinha certeza de que ele iria me acompanhar nesta aventura. Éramos uma dupla, fazíamos tudo juntos. Tony era meu braço direito, meu melhor amigo, meu irmão de outra barriga". (p.287)
Um sério acontecimento irá ocorrer na vida de Jayne e com a ajuda e companhia de Tony, eles irão fugir para Miami. Infelizmente, como não houve um bom planejamento nessa fuga, eles se encontram sem dinheiro e sozinhos. Logo ao descer do ônibus eles se deparam com Jared Bloodworth, um jovem que oferece abrigo a eles em um armazém abandonado junto com outros jovens. Sem opções os dois aceitam e conhecem o grupo: Sam, uma jovem temperamental, Becky, uma garota sempre otimista, Finn, um rapaz sério, Chase, um garoto de poucas palavras e Spike, o garoto com os dentes mais lindos que Jayne já viu. 
Com uma situação precária, os jovens encontram um anúncio que promete pagar bem para participarem de um estudo sobre atividades físicas em grupo. É claro que todos irão se inscrever, mas não vão ter ideia da aventura em que se envolvem. A partir desse ponto, o grupo entra em um mundo totalmente diferente, repletos de seres sobrenaturais e que a sobrevivência é o ponto central.
O livro é voltado para o público jovem, mas recomendado para todas as idades. Em alguns momentos a linguagem dos personagens é pesada, com palavrões e em outras é completamente sarcástica, principalmente Jayne, que usa o sarcasmo como ferramenta de defesa. Apesar da trama ser na maior parte do tempo uma temática fantasia com criaturas e situações inusitadas, logo no início a autora aborda assuntos como bullying, violência e a fuga dos jovens de seus lares.
"Subimos os degraus até a cabine. Ao entrar, a primeira coisa que veio à cabeça foi: "Cacete, estou num episódio de Criminal minds!". (p. 84)
Os seres sobrenaturais que aparecem no livro são personagens cativantes, desde os mais violentos até aqueles que parecem ser mais inofensivos.
A dinâmica do grupo conforme lutam para sobreviver vai demonstrando da melhor forma possível o caráter de cada um e também deixando a possibilidade de uma futura dor de cabeça para Jayne.
O livro é envolvente e os personagens são cativantes: mesmo em situações complicadas conseguem arrancar algumas risadas do leitor, principalmente a protagonista.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho maravilhoso. Cada início de capítulo é apresentado com uma borda escura, onde aparece uma árvore ao fundo, nos finais de cada capítulo também existem detalhes enriquecedores. A revisão está impecável. A capa é linda, chama a atenção e traz um ar sombrio. 
"Fiquei observando o mar enquanto ele descobria para que lado ir. As mesmas ondas batiam na areia sem parar. As gaivotas ainda gritavam. Eu ainda estava cercada de milhões de pedacinhos de pedras e conchas. Tudo continuava igual, mas, ao mesmo tempo, tudo tinha mudado. É engraçado como a mudança pode acontecer quando a gente menos espera". (p. 56)
Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol


8 Comentários

  1. Infelizmente não tenho conseguido ler todos os livros que gostaria, muitos livros
    e pouco tempo. E Belle acabou sendo um desses, então não posso nem
    opinar muito sobre a continuação, já que nem li o primeiro. Mas
    estou bem curiosa em relação a Belle, acho que não irei me decepcionar.

    ResponderExcluir
  2. Gente se eu ganhar o segundo livro vou ter que conseguir de qualquer forma o primeiro, é o tipo de leitura que faz os meninos de Pratinha ler e ler e ler... eles amam este tipo de aventura, suspense.
    Adorei a resenha e fiquei com uma vontade louca de tê-los no Projeto Mãos Amigas.
    Bjks de Pratinha.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei bem curiosa para ler sobre a amizade entre a desbocada e o nerd!! Adoro infanto juvenil e seres sobrenaturais, e vou querer conhecer esses que são tão cativantes!! Apesar de ser escrito para o público jovem, acredito que agrada também a nós adultos. Acredito que é até melhor, pois entendemos melhor as sátiras e lidamos melhor com os palavrões!
    Além de tudo, a capa é maravilhosa!! Parabéns pela resenha (é a primeira que leio sobre esse livro), fiquei ainda com mais vontade de ler!!

    ResponderExcluir
  4. Ual, um nerd e uma desbocada? Essa amizade deve ser bem legal em? Fiquei super entusiasmada ao saber que a protagonista arranca risadas do leitor, adoro livros que me fazem chorar, mas os que fazer rir é algo bem bacana também e que gosto muito o/ Os outros personagens parecem ser bem legais também, todos possuem um tipo diferente, dá para perceber que nenhum deles será parecido com o outro. Achei legal saber como eles se conhecem, eu não sabia e cara, como o amigo NERD pode fazer uma coisa dessa? Ele não pensou no dinheiro, não? kkkkkk AAAAH esse dois, já imagino que eles devem ser incríveis *-*
    Enfim, eu adorei a resenha, me deixou doidinha para ir pegar o livro na estante e ler, mas não posso por enquanto e quanto a capa, assim como falei na outra resenha, eu achei incrível, mas vi outro livro com a mesma capa, ai o encanto diminuiu um pouco :c kkkk

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  5. Capa é linda realmente , ainda não tive o prazer de ter um livro desse selo em mãos , mas espero que isso mude logo logo *---*

    Gostei muito da sinopse , e da resenha . Não estou acostumada com seres assim rsrs .. e com livros de fantasia , mas parece ser muito bom , sem falar que tem assuntos nele pelo qual me interesso para estudo , me ajuda muito encontrar livros que falam de problemas sérios .

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Amei o livro, gosto de fantasia e esse oferece uma encantadora. Amo quando as personagens principais são fortes e destemidas, que não se faz de coitada. Parece oferecer bastante aventura, como eles vão para Miami sem dinheiro? Estou louca para conferir.

    ResponderExcluir
  7. Primeiramente, me apaixonei por essa capa, ela é FABULOSA e pelo visto a diagramação e linda. Parabéns à Editora pelo trabalho...
    Pelo que li em sua resenha já tenho certeza que vou amar não só esse livro,mas a série toda..com uma protagonista tão sincera e divertida...um mundo de fantasia (que adoro) e uma história que nos prende a cada página lida.. Com certeza será uma série pra conquistar meu coração... Preciso tê-lo. Já vai pra minhalista de desejados urgentemente. Parabésn pela resenha.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Carol!
    Livros Ya são sempre cheios de aventuras e descomplicados.
    Literatura com seres fantásticos são muito interessante e quero compartilhar das aventuras de Jane e Tony assim que puder ter acesso ao livro.
    Imagino o tanto de peripécias que esses dois vão viver e quero descobrir o segredo por trás de toda a história.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.