Qualquer pessoa que tenha sofrido algo terrível na vida lhe dirá: tudo se resume a um Antes e um Depois. Estou falando de um tipo de coisa terrível que mexe com o que temos de mais íntimo, nos arrasa completamente sem deixar intocado nenhum fio de cabelo sequer. O mundo de Laurel, uma garota de dezesseis anos, muda instantaneamente quando seus pais e seu irmão morrem em um acidente de carro. Atrás do volante estava o pai de seu vizinho bad boy, David Kaufman, cuja mãe também morre no acidente. Depois da tragédia, Laurel passa a viver uma nova realidade na qual se afasta da melhor amiga, os garotos podem ou não se aproximar dela por pena, fortes lembranças brotam o tempo todo e o Sr. Kaufman está em coma, mas ainda absolutamente vivo. No meio disso tudo está David, que entra e sai da vida de Laurel e por quem ela sente uma atração irracional. Ela estará ligada a ele para sempre por suas perdas mútuas – uma ligação que mudará a ambos de maneira inesperada. Uma leitura agradável e comovente, prendendo o leitor fazendo com que anseie por mais, criando um forte laço entre protagonista e leitor. O Romance de estreia de Jennifer Castle é um testemunho comovente e surpreendentemente inteligente de como a vida pode mudar na simples passagem de um momento para o outro.
Minha opinião 
Edição: 1
Editora: Pandorga
ISBN: 9788561784331
Ano: 2013
Páginas: 344
Tradutor: Rodrigo Rafael Oliveira


O livro O Antes e o Depois me agradou bastante. Uma história  profunda que trata de sentimentos humanos relacionados à perda, sofrimento, escolhas e etc. Não é um daqueles livros com personagens "fênix" que dão a volta por cima de uma hora para a outra e compreendem tudo! Pelo contrário, é um livro que mostra o lado real do ser humano ao lidar com a perda assustadora de pessoas que ama; assim como todos os questionamentos que surgem a partir dali!


"Pergunte a qualquer pessoa que já tenha sofrido algo terrível na vida, e ela lhe dirá; 
tudo se resume a um Antes e um Depois. Estou falando de um tipo de coisa terrível 
que mexe com o que temos de.mais íntimo, nos arrasa completamente sem deixar intocado nenhum fio de cabelo sequer. Uma parte de sua vida 
se desdobra em outra."
(Pág. 7)

O desenrolar começa com Laurel e sua família jantando na casa de seus vizinhos, e por um descuido, sua mãe percebe que se esqueceu de levar a sobremesa, então às famílias decidem sair para uma sorveteria, enquanto Laurel e David decidem não ir. David por birra, rebeldismo apenas, e Laurel porque tinha tarefa de casa para fazer!
Uma jovem muito aplicada em seus estudos e que possui grandes sonhos para si. Só que de repente tudo muda ao receber a notícia de que sua família inteira.. Mãe, pai e irmão sofreram um acidente fatal e suas vidas são ceifadas deixando Laurel totalmente devastada.

Além de Laurel, David (seu vizinho) também perdeu a mãe e seu pai ficou em coma. Ambos têm suas dores em comum e mesmo assim cada um lhe dá com ela a sua maneira!

Laurel se controla ao máximo para não chorar e expor seus sentimentos, pois tem medo que fazendo isso ela irá desabar de vez e não conseguirá suportar. Ela pode contar com o apoio de sua avó Nana, que larga toda a sua vida para estar com ela e cuidar dela. 
Em vários  momentos Laurel também se esquece de sua melhor amiga que está sempre ali para ela. Não importam os problemas das pessoas ao seu redor.. Laurel simplesmente se fechou em seu próprio sentimento e passa boa parte da história procurando a quem culpar, no caso.. O pai de David, pois como não foi encontrado nenhum indício de que outro carro possa tê-los tirado da pista e que o pai de David estava alcoolizado.. Então ela acha alguém que possa culpar. Porém nem mesmo assim ela sente alivio em sua dor!

David e Laurel não eram mais próximos, porém o acidente acaba os aproximando, ambos estão "quebrados" e tentam aprender como seguir em frente! Cada um a sua maneira! E nisso vão se envolvendo pouco a pouco, pois por mais que as pessoas ao redor de Laurel a tratem com muito cuidado, ela sente falta de alguém que a entenda e que diga para ela o que precisa realmente escutar e esse alguém é David. O romance entre os dois não é nada meloso, cheio de beijos.. Na verdade há mais diálogo e cartões postais do que outra coisa.. Mas através dessa forma que se relacionam, podemos realmente perceber que ambos não sabem como seguir adiante.. E um está de certa forma ajudando o outro, mesmo que não saibam!

Laurel descobre uma forma de "melhorar" seu atual estado se dedicando a um trabalho em uma clínica veterinária o que lhe faz muito lentamente ver como é ser tratada por aqueles que sabem o que lhe aconteceu e por aqueles que não sabem! Em vários trechos ela se pergunta se é melhor que as pessoas saibam ou não!
Ela está devastada e muito confusa.. 


Eu gostei da história, pois como disse lá no inicio achei algo mais real, palpável, já que não temos aquelas reviravoltas mirabolantes, as coisas vão acontecendo lentamente e acho que diante a perda e a idade de Laurel isso é complemente mais normal do que ela se apaixonar perdidamente.. E dar a volta por cima na metade de história! 

Ela consegue seguir em frente a sua maneira.. Ela quase perde sua melhor amiga, devido ao seu egoísmo de não querer saber o que está acontecendo de errado em sua vida.. Mas a autora nos mostrou que quando uma amizade é verdadeira, ela suporta as adversidades e muitos erros cometidos, incluindo a falta de interesse na vida do outro, por achar que seus problemas são maiores! Afinal.. Quem muitas vezes não pensa exatamente assim? Que seu sofrimento é maior? Que aquela dor jamais irá passar? 
Algumas pessoas possuem capacidade para sair muito mais rápido de um sofrimento, perda, dor.. Outros precisam de mais tempo e assim é com Laurel!
Mas ela consegue ver que não apenas ela está sofrendo, mas Nana também, assim como David, e também sua amiga por motivos completamente diferentes.. mas não menos dolorosos! Ok que isso demora um pouco.. Mas o importante é que aos poucos ela vai encontrando o seu "depois" e percebendo como seguir adiante!

Claro que se eu pudesse escolher como a história iria se desenrolar teria modificado algumas coisas.. Porém a forma como Jennifer o fez me agradou da mesma maneira!
Não é um livro fantástico, mas é um bom livro! 

Gostei bastante da capa, apesar de simples e também da diagramação que seguiu o mesmo caminho da capa! Aliás, o que me chamou a atenção em um primeiro momento foi exatamente a capa! rs
Sim.. Eu me encanto por capas e adquiro livros por causa delas! #confesso kkkkk

Quem quiser conferir o livro leia sem esperar um romance meloso ou personagens "sinistros" que superam tudo em um piscar de olhos! Em O antes e o depois vocês encontrarão, personagens mais humanos e passíveis de erros assim como no nosso dia a dia!

Beijos
Karini Lima


12 Comentários

  1. Olha, eu nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas eu adorei totalmente a sua resenha! A história parece ter realmente um grande potencial, e é sempre bom ler livros em que não tem nada fantasioso, apenas a pura realidade, que mostra como o personagem é humano e se esforça pra superar sofrimentos, como no caso, a perda dos pais. Muito bom mesmo, quero ler!

    xx Carol
    http://hangoverat16.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ele livro parece emocionante.
    Realmente pela sua resenha eu pude ver o quanto a história é mais real do que muitos livros por ai.
    Gostei bastante, mas ainda não estou preparada para ler livros com tanto sofrimento, esse ano li mais do que deveria, sou uma pessoa muito sensível e acabo me envolvendo de mais com os personagens e assim sinto a perda deles. Vou precisar de um tempo para poder encarar "O Antes E O Depois", mas enquanto isto vai para minha estante de "livros para ler futuramente".

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir
  3. Olha, autora e livro totalmente novos pra mim... maaaaaaas, apesar de ter adorada a sinopse e a resenha, ando um pouco cansada desse mundo sofrido desses adolescentes da ficção.

    Estamos juntos, colega, pq tbm amo capas e perdi a conta de quantos livros já comprei somente pela... as vezes acerto e além de uma capa linda, vem uma história bacana, mas, na maioria das vezes, erro feio hahahahahahahaha

    ResponderExcluir
  4. Realmente gosto de temáticas assim, sobre lidar com dores, sobre seguir em frente. Acho que quando se le um livro assim não tem como evitar levar um pouco desse aprendizado pra vida.

    ResponderExcluir
  5. O livro parece ser ótimo, fiquei bastante interessada pra ler!

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não sou muito fã de dramas, mas esse conseguiu me chamar a tenção. Gosto quando as personagens e situações são mais palpáveis. Sem falar no ritmo dos acontecimentos que devem ser na hora certa. Fiquei curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  7. Ainda não tinha ouvido falar deste livro,já esta na minha lista

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha lido nada a respeito desse livro, mas acho que não entrará na minha wishlist. Gosto muito mais de livros de aventura e aqueles beeeem engraçados tipo Marian Keyes. Claro que sempre leio um livro "mais cabeça" mas esse realmente não me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  9. Não tinha lido nenhum resenha ou comentário sobre o livro, mas adorei a sua resenha.
    Vou adicionar a minha wish list para ler durante este ano.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu também nunca tinha ouvido falar, nem da autora mas já está em minha lista de leituras.

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um livro bem interessante, gostei do enredo. Deve ser uma estória de superação muito cativante! Ainda não conhecia e fiquei curiosa, espero que o livro tenha levado um final bom! :)

    ResponderExcluir
  12. Karini!
    Nossa! Me parece mesmo um drama muito próximo a realidade e em livros com enredo assim, sempre nos identificamos com alguma das personagens, senão com muitos.
    Parece uma história interessante e fiquei curiosa em poder saber como Laurel vai cuidar de todo esse drama.

    Desejo um domingo pleno de paz!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!
    “A gente não faz amigos, reconhece-os.”(desconhecido)

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.