Sinopse - "Sandra Macedo é uma alta executiva de marketing. Obstinada e competente, sua eficiência é reconhecida pelos funcionários e pela diretoria da holding onde trabalha. Exemplo de mulher bem-sucedida, Sandra vive atolada entre as obrigações profissionais e uma filha que não lhe dá muita atenção. Em meio a essa correria, fica difícil dedicar um tempo ao lado afetivo. Assim, ela acaba se envolvendo com pessoas que podem comprometer sua carreira e sua saúde emocional. A não ser que ela deixe de ser a menininha que, no fundo, continua sendo..."
Minha opinião - A agenda é uma leitura rápida graças a escrita dinâmica do autor e os capítulos curtos. Sandra, uma das protagonistas do livro é uma mulher que não se sente totalmente realizada na vida pessoal, por isso se foca quase que exclusivamente na profissão. Mantendo uma vida altamente regrada através de uma agenda, sua vida transforma-se ao perder essa agenda. A pessoa que a encontra é um homem que deixa pequenas mensagens, que irão fazer com que Sandra comece a viver de modo diferente.
O livro não tem uma história mirabolante, é uma história simples que fala do cotidiano de pessoas "comuns". É o tipo de leitura que nos ajuda a refletir sobre a vida e a pensar em realizarmos mudanças.
"A agenda" têm personagens com os quais nos identificamos ou identificamos alguém que conhecemos: pessoas que tentam a qualquer custo e sem escrúpulos se destacar no trabalho, pessoas que se preocupam mais com a felicidade pessoal do que profissional e pessoas que se sentem solitárias, mesmo estando rodeadas diariamente de muitas pessoas.
Como sempre, a editora realizou um ótimo trabalho. A capa não chama muito a atenção, mas sua simplicidade combina com a história.

"Faz um dia que ontem foi hoje." (p. 234)

O livro não tem mimimi... É o cotidiano real, com um final que chama a atenção por ser inesperado.

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.