Sinopse - "O perigo espreita nos dois lados da sepultura. Cat Crawfield e seu marido vampiro Bones já foram obrigados – e muitas vezes – a lutar por suas vidas e por seu relacionamento. Mas justamente quando conseguem superar o último desafio, as novas habilidades de Cat ameaçam quebrar o equilíbrio que há muito tempo, e a muito custo, vem sido mantido entre as nações de ghouls e vampiros. Rumores de que uma guerra entre as espécies está mais perto do que nunca são alimentados pelo misterioso desaparecimento de vampiros. Um líder fanático resolve incitar a violência entre as duas raças e, se estes poderosos grupos resolverem se enfrentar, os efeitos serão catastróficos... inclusive para os mortais inocentes. Agora, Cat e Bones devem buscar ajuda nos lugares mais inesperados, o que inclui uma “aliada” perigosa: a rainha ghoul de Nova Orleans. Mas o preço desta ajuda pode ser alto demais, e ainda mais desastroso que a própria guerra entre os seres sobrenaturais". 

CONTÊM SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES

Minha opinião -  Desde o primeiro livro Cat e Bones tem um relacionamento tumultuado, sejam enfrentando problemas familiares da Cat, matando vampiros, treinando uma equipe tática ou segundo a própria Cat, se tornando "a vampira mais estranha do universo". Essa nova condição de Cat, que veio com algumas peculiaridades, pode trazer o fim da existência de Cat. É claro que Bones não vai deixar que nada acontece com a sua esposa e para isso os dois se envolvem em mais uma aventura.
Nesse quinto livro  veremos que a transformação da Cat tem mais características únicas do que as descritas no livro anterior.
Como sempre acontece com os livros dessa série, a leitura flui muito bem. A escrita é rápida e dinâmica e os personagens envolventes. É impossível não rir com a provocação do casal de protagonistas ou os pensamentos malucos de Cat. Sem dúvida, é uma personagem que cresce a cada livro e faz jus ao papel de companheira do vampiro mais sacana da história. 

"Certo, porque foi exatamente isso que coloquei na minha lista de tarefas do dia. Escovar os dentes. Lavar o cabelo. Dominar o mundo dos mortos-vivos com punho de ferro". (p. 33)

O novo problema do casal é ghoul e se chama Apollyon. Ele tem opiniões fortes sobre a situação de Cat e não são nada favoráveis.
Para os leitores que se lembram do breve período de Cat na universidade, terão uma bela surpresa. Um dos personagens daquele período retornam agora em "Deste Lado da Sepultura" e ganha um bom espaço na nova trama. Alguns outros mistérios serão inseridos na trama, como o fato de já ter existido uma outra mestiça no mundo (e por sinal, alguém muito importante). O leitor não precisa ficar preocupado, a autora não esqueceu de Vlad, Mencheres, até mesmo Fabian, o fantasminha camarada e tantos outros personagens que aparecem nos livros anteriores retornam. Infelizmente nem todos voltam para trazer boas notícias à Cat, que mais uma vez terá que enfrentar reviravoltas no aspecto pessoal da sua vida.
Marie Laveau, a rainha ghoul de Nova Orleans têm um papel fundamental nesse livro. Enigmática, misteriosa e com segundas intenções, é um personagem difícil de desvendar.
A trama do quinto livro mantêm a qualidade da série e o final deixa o leitor na expectativa para ler o seguinte.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. Foram encontrados erros de digitação e grafia, mas nada que interferisse na leitura. A capa segue o esquema dos livros anteriores da série, com um ar meio sombrio.

"- Ah, eu espero lá dentro - Vlad disse com outra risadinha - Por alguma razão, sinto a necessidade de assistir a Hitman Assassino 47 e em seguida a Sr. e Sra. Smith". (p. 109)

Espero que tenham gostado da resenha.
Aguardo comentários.
Beijos
Carol

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.