SinopseAmelia Wilkes tem um pai rigoroso que não permite que ela namore, mas isso não a impede de viver um romance secreto com o cativante Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham uma vida juntos e planejam contar tudo sobre seu amor aos pais de Amelia... Mas só depois que ela completar dezoito anos — e for legalmente reconhecida como adulta. No entanto, a paixão do casal é exposta mais cedo do que o previsto... Eles são jovens, andam grudados aos seus celulares e postam todo tipo de informação — inclusive aquelas informações mais particulares, que só deveriam dizer respeito a eles mesmos — até que o pai de Amelia encontra fotos de Anthony, nu, no computador de sua filha. Poucas horas depois, Anthony é preso. Apesar dos protestos de Amelia, seu pai usa de todo o poder e influência entre os policiais, e entre os meios de comunicação, para transformar Anthony em um pervertido que caçava sua inocente filha. De mãos atadas, cabe aos dois apaixonados arriscar uma última saída, ousada e perigosa, e apagar a acusação de sexting que Anthony recebeu.



Minha opinião - Quando recebi o livro da editora acreditei que seria uma leitura fantástica, pois a sinopse é atraente. Apesar do tema do livro ser importante, a história deixou a desejar. 
Amelia tem tudo do bom e do melhor, seu pai é financeiramente abastado e repleto de conexões, porém é extremamente rigoroso e já traçou toda a vida da filha, desde a profissão que ela irá ter até a sua vida pessoal. Por causa disso, Amelia namora escondido Anthony, um rapaz fofo, que foi criado pela mãe solteira, uma professora super batalhadora. O namoro está indo bem até o momento que o pai de Amelia fuça o computador dela e encontra uma foto comprometedora de Anthony. O pai de Amelia fica possesso e faz algumas ligações. Instantes depois Anthony é preso e sua vida vira de cabeça pra baixo.

- Eles são tão jovens – disse a mãe. – Nós pensamos que a juventude é uma benção, mas às vezes é uma maldição.” (p. 315)

O tema do livro é bem legal, discutir as consequências de ter fotos e vídeos comprometedores e a falta de preocupação dos jovens com esse material. O problema foi os personagens que são bem chatinhos. Amelia é uma mosca morta e não faz nada quando as coisas dão errado.
A escrita da autora também é complicada. O começo do livro é lento e larguei a leitura duas vezes antes de tomar coragem e terminar "Esc@andalo".
A editora realizou um ótimo trabalho, só acho que a capa não combinou com a descrição dos personagens no livro. Os dois modelos não tem nada a ver com a Amelia e o Anthony.

" O mundo precisava de menos cinismo, mais amor. O amor era a resposta. O amor fazia o mundo girar. O amor era tudo de que se precisava. O amor, na verdade, estava por toda parte." (p.45)

É isso o que eu achei do livro pessoal.
Não esqueçam de comentar.

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.