Sinopse - "Neste romance você vai submergir no mundo angustiante do pequeno município de Vila Citrus. Godofredo entra numa estrada em direção à Vila Citrus e no caminho tem uma série de contratempos ficando sem documentos e sem dinheiro. Em Vila Citrus, não recebe ajuda de ninguém e acaba sendo preso injustamente como desordeiro. Sem ter o que comer e onde dormir, torna-se vítima de chantagistas. Vila Citrus é dominada por três Forças Malignas. Um poderoso Feiticeiro que aterroriza seus habitantes roubando a alma de quem ouse afrontá-lo; uma corja de Malfeitores que ocupam cargos importantes e mantêm a cidade sob domínio; e uma Seita Satânica que elimina suas vítimas com crueldade durante seus rituais macabros. Você verá que a sorte de Godofredo começa a mudar quando ele conhece Inês e quando um misterioso forasteiro chega à cidade e começa a fazer justiça com as próprias mãos"


Minha opinião -  Vila Citrus é um romance que traz um toque sobrenatural e uma história repleta de reviravoltas. Narrado em terceira pessoa, o leitor acompanha Godofredo, um homem de 36 anos divorciado que recebeu uma boa herança e resolveu viajar sem destino. Durante essa viagem, ele se depara com Vila Citrus , um local repleto de peculiaridades. Começando pelo fato de que estranhos não são bem vindos. 
A Vila é comandada por um grupo de homens poderosos que respondem seus atos à Uzz, um feiticeiro. O povo vive aterrorizado e isolado, sem telefone, energia elétrica, nem correios, não existe meio de se comunicar com o exterior e só existe um modo de entrar e sair da cidade. O mais estranho em toda a Vila Citrus é o fato de que não existem crianças. NENHUMA criança. O que poderá ter acontecido nesse local que aterroriza tanto os moradores? É isso que os leitores irão descobrir através de Godofredo.
O livro aborda de modo bem inesperado a maldade. Ela acontece graças a um evento ou entidade sobrenatural ou somos nós, seres humanos que praticamos atos hediondos conscientes do que fazemos?
Existem algumas descrições fortes no livro, de atos violência e opressão, mas também existem trechos onde a sanidade de uma pessoa é questionada. 
Os personagens são bem construídos, cada um com uma característica singular que permite o leitor reconhecê-los antes mesmo do narrador terminar de falar.
O misterioso feiticeiro é um personagem complexo pois possui traços de loucura e de maldade, mas também apresenta um lado humano quando se depara com aqueles que ama.
Godofredo representa o homem comum que enfrenta as adversidades da vida, muitas vezes apenas com a cara e a coragem, sem saber por onde começar.
Os assuntos discutidos no livro: a exploração, os maus-tratos, a violência são assuntos que infelizmente existem em nosso cotidiano e o livro faz com que realizemos uma reflexão sobre o futuro da humanidade.
Uma obra bem desenvolvida, com uma trama principal criativa e algumas subtramas que chamam a atenção do leitor.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de grafia e de digitação mas nada que interferisse na leitura ou no entendimento do texto.
Para os leitores fãs de histórias que permitem uma boa reflexão sobre a condição humana "Vila Citrus" é mais do que recomendado. 

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.