Sinopse - "Mariana tem tudo o que uma adolescente precisa para ser feliz: é rica e bonita e tem uma vida inteira pela frente, com a expectativa de um futuro brilhante. Cheia de sonhos, com a ajuda dos pais, aos poucos a menina vai realizando todos eles, desta vez a sua tão esperada festa de quinze anos. Tudo escolhido a dedo, o vestido vermelho, as quinze amigas do corpo de balé, vestidas de branco à sua frente, os amigos, o baile...
Apaixonada por Carlos, o garoto mais popular da escola, Mariana não sabe o que fazer para conquistá-lo. Suas qualidades de garota boa de estudo, pois frequenta aulas de balé e faz curso de inglês, parecem não ser o suficiente para chamar a atenção do rapaz, muito pelo contrário. Por isso, ser popular como Catarina, amiga de Carlos, passa a ser seu grande sonho, e assim no dia da festa, decidida a conquistar seu amor, Mariana embarca na aventura de ser outra pessoa, uma viagem quase sem volta na qual a adolescente descobre que, na verdade, nem todos os sonhos devem se realizar".


Minha opinião - Conforme a sinopse explica a protagonista é uma jovem de 15 anos que tem tudo o que precisa: uma avó, pais, irmão e amigos carinhosos, uma vida financeira abastada, é boa aluna. Deveria ter uma vida longa e feliz, com preocupações normais da vida. 
Mariana é doce e inocente, e tem uma paixonite por Carlos, um aluno do último ano de 18 anos, que é muito popular mas que não sabe da existência de Mariana. Para tentar impressioná-lo Mariana começa a agir de modo inconsequente, mergulhando no mundo das drogas.
O livro traz um enredo que infelizmente muitas vezes vemos no dia-a-dia: jovens que querem se tornar popular, destacar-se e chamar a atenção de qualquer forma e que acabam se envolvendo em situações que muitas vezes não tem como voltar atrás. Através de Mariana, o leitor acompanha o desespero que as drogas vão causando na personagem, a necessidade de sempre ter uma dose a mais e o que ela é capaz de fazer para conseguir essa dose.
Através de sua mãe Lídia, observamos como os pais têm dificuldade em acreditar que os seus filhos crescem e tomam decisões equivocadas e muitas vezes sérias. 
É um livro que traz personagens cativantes que enfrentam uma situação problemática, mas que tentam manter a integridade do núcleo familiar e apoiar aqueles que amam.
"Quem são verdadeiramente as pessoas?" 
A escrita da autora é dinâmica e fluída e o leitor acompanha os pontos de vista daqueles que sofrem com um familiar envolvido com drogas e da pessoa que se encontra perdida no vício. 
O enredo é bem construído e os personagens são bem reais, permitindo que nos identifiquemos com as suas dores.
Maiores informações -  Clique aqui
Amazon - Clique aqui

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.