Colby Cavendish, uma ex-nerd, decide mudar radicalmente sua própria imagem. Está ansiosa por participar de festas descoladas com a turma da praia e, se tudo der certo, ficar com o cara mais gostoso da escola, Levi Bonham. Mas seus planos vão por água abaixo quando seus pais a mandam passar férias forçadas na Grécia com sua tia. Presa em uma ilha sem shoppings e sem sinal de celular, ela teme ser rapidamente esquecida por seus amigos. Mas eis que conhece Yanni, um deus grego, e tudo muda. Colby acaba confusa e tudo indica que aquele sentimento será mais que uma simples paixonite de verão..






Eu não sou muito fã da autora, confesso, mas o título deste livro, assim como capa e sinopse me chamaram a atenção e resolvi dar uma chance a autora. Não me arrependo!
O livro é curtinho e nos mostra uma história onde são retratados problemas familiares, amizade e paixão.. Assim como as confusões adolescentes e descobertas que nos fazem pensar e repensar diversas vezes atitudes tomadas nessa época.

Colby é uma jovem comum, bastante inteligente e que almeja ser conhecida não apenas por suas notas altas, mas também por ser popular, bonita e despojada. Com isso ela acaba atraindo a atenção de Amanda, uma menina popular e ao começarem a andar juntas, Colby simplesmente desfaz sua amizade de sempre com Natalie uma nerd como ela, mas que não se importa com popularidade.
Os pais de Colby estão enfrentando problemas no casamento, com brigas constantes e já nem enxergam Colby. Simplesmente decidem que o melhor a fazer é enviar Colby para a casa da louca da tia Tally (irmã de sua mãe) para que assim possam resolver seus problemas e poupar Colby de tanta discussão. Porém isso não estava nos planos de Colby, que fica puta da vida com a notícia já que havia planejado sua ascensão a popularidade nesse verão, agora que tornou-se melhor amiga de Amanda. Infelizmente, para Colby, não há muito o que fazer, então ela decide sair para curtir a última noite em uma "festinha" planejada por Amanda. Chegando na casa de Amanda percebe que são apenas elas duas e na verdade sua melhor amiga parece não estar prestando muita atenção a sua partida. Amanda convida dois gatos da escola para irem até sua casa.. E com isso Colby acaba tendo sua primeira vez com Levi, o garoto pelo qual sempre foi afim.

Após a partida de Colby, ela simplesmente surta ao chegar na ilha grega onde sua tia Tally vive, pois lá não é nada comparado ao que Colby está acostumada. Sem lojas, internet e até mesmo tv, ela sente-se cada vez mais frustrada! A única saída de Colby é passar várias horas no cyber café que descobriu no pequeno vilarejo. Com isso passa a enviar e-mails a Amanda, querendo que a mesma não a deixe de lado, pois sua vida social depende dessa amizade. Amanda não está nem aí para Colby, na verdade.. e a todo instante Colby quer saber se Levi irá ao Cruzeiro e passará em Mikonos, Ilha próxima ao local onde ela está. 

Colby cria um blog chamado Verão Cruel, com o intuito de escrever ali toda a tortura vivida na Ilha em suas férias de verão.. Mas o que Colby não poderia imaginar é que iria conhecer um gato lindo chamado Yanis e que o mesmo iria abalar ainda mais seu mundo já confuso de adolescente!

Eu gostei bastante da história. Colby é a típica adolescente confusa, mimada e irritante em vários aspectos, mas pouco a pouco podemos perceber seu amadurecimento no decorrer das páginas e isso é muito bacana. Ela passa a perceber que não estava valorizando coisas realmente importantes e simplesmente estava tornando-se como Amanda, uma pessoa mesquinha e irritante! A forma como ela tenta manipular seus pais para fazer sua vontade e a convicção que ela tem inicialmente de que o mundo deve girar ao seu redor.. e ver toda sua frustração quando nada sai como o planejado é muito interessante.. pois Alyson Noel conseguiu a meu ver, criar uma história realista, que condiz de fato com os "trejeitos" de vários adolescentes!

Para quem quer uma leitura rápida e leve, Verão Cruel é uma ótima pedida!

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.