Sinopse - "“Vou lhe contar uma história, mas você tem que prometer não contar a ninguém. Queime esses papéis.” Horror em Gotas reúne 30 contos de terror, uma gota por dia, um pesadelo por noite, para que você sinta o horror desses personagens na própria pele. Tranque as portas. Apague as luzes. Não olhe para trás. O medo está à espreita e o seu tempo está acabando. Tique. Taque".


Minha opinião - "Horror em gostas" é uma coletânea de contos assustadores da escritora nacional Karen Alvares. A escritora participou do projeto chamado Um ano de medo. Após o projeto, ela reuniu seu trabalho em um único livro.
Os contos apresentados são independentes, sem relação uns com os outros. Narrados em primeira ou terceira pessoa,  todos eles, sem exceção, são capazes de assustar o leitor. Existem contos que falam de medos sobrenaturais, criaturas fantásticas ou seres nunca vistos antes, como o que Nora enfrentou em "Azul". Outros falam de medos que temos: da solidão, da perda e da traição, como em "Na estrada da Vida" e "O grito sufocado".

"O silêncio é uma mordaça. Engasga como veneno. O silêncio é violento. Machuca como a lâmina. O silêncio é triste. Mata lentamente". (p. 44) – O grito sufocado.

Com uma escrita delicada e apaixonante, Karen Alvares assusta os leitores com o seu cuidado nos detalhes e descrições, na análise do ser humano e com a invenção de criaturas que habitam os nossos pesadelos desde pequenos. 

"Era uma criatura que vinha se arrastando pelo outro lado. Eu não conseguia ver direito, mas a princípio parecia humano. Gritei por ajuda e a criatura se aproximou. Foi assim que eu a vi melhor. E a visão era repugnante".  (p.29) - O túnel. 

Uma coletânea que traz uma boa dose de sustos que podem ser lidos em uma dose única ou em doses terapêuticas que terá o mesmo resultado no final: o leitor irá verificar se as portas e janelas estão trancadas antes de ir dormir!

"Finalmente, tremendo dos pés à cabeça, olhei dentro do caixão. E gritei de horror, o mais alto que podia, mas ninguém me ouviu. Ninguém jamais me ouviria novamente. Não importava o quão alto eu gritasse, minha voz se transformara em doloroso silêncio.
Era o fim.
Porque o morto dentro do caixão era eu". (p.53) – O homem sem rosto.

Para os interessados em adquirir o ebook: Clique aqui




Sobre a escritora: Karen Alvares escreve desde a adolescência, divulgando seus textos na internet. É formada em informática e professora na área. Autora do romance Alameda dos Pesadelos, lançado pela Editora Cata-vento, foi também publicada em diversas antologias de contos das Editora Andross, Draco e Buriti. Adora terror, mundos fantásticos, chocolate e gatinhos. Atualmente vive em Santos/SP com o marido e cria histórias na sua cabeça enquanto anda de bicicleta pela cidade.

3 Comentários

  1. Nunca li um livro voltado apenas para contos com a temática de horror.
    Fiquei curiosa e intrigada, deve ser aquele tipo de livro que você ler mais que ao mesmo tempo fica com vontade de largar devido as cenas descritas.
    Gostei da dica, anotada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. O livro é realmente ótimo. Não vejo a hora de ler "Alameda dos Pesadelos", novo livro da autora.

    ResponderExcluir
  3. Carol, obrigada pela resenha incrível! Agora sim consegui vir comentar aqui direitinho, voltei de viagem! ;)
    Você é um amor, moça. Fiquei muito feliz que curtiu o livro! Obrigada! :D

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.