Sinopse - "Cintia é a primeira mulher a ocupar a presidência do Brasil, após uma campanha que promete acabar com as favelas, erradicar os traficantes e legalizar as drogas. Mulher de fibra e determinação, não desiste de seus ideais e enfrenta todo tipo de forças contrárias e inimigos poderosos na luta para alcançar seus objetivos. Como um trator, nada a demove de seus planos, até que o destino se interpõe, fazendo com que ela descubra que seu único e grande amor do passado é, na verdade, a pessoa que ela vem tentando combater ferozmente. O Verdadeiro Poder aborda os questionamentos provenientes de uma linda e conturbada história de amor, que, para poder ser vivida, demanda uma enorme carga de altruísmo, dedicação, entrega e renúncia".

Minha opinião -  Narrado em terceira e em primeira pessoa, "O Verdadeiro Poder" conta a história de Raphael e Cintia.
Raphael é um homem de 43 anos que lava dinheiro proveniente do tráfico de drogas. Filho de uma família incrível e com boas condições financeiras, há 22 anos viu a chance de "ganhar dinheiro fácil" e abandonou a todos, inclusive o amor de sua vida Cintia. Agora começa a perceber que apesar de todo o dinheiro e boa vida que conseguiu é um homem solitário que não tem amigos ou até mesmo alguém para amar. Sua única companhia é Consuelo, uma senhora que sofreu muitas decepções na vida e é governanta em sua casa. 
Cintia é um exemplo de pessoa honrada. Após ter sido abandonada sem explicações, ela dedicou a sua vida à sua mãe D. Vera e ao trabalho. Desde cedo envolvida em uma carreira política, agora com 41 anos de idade é eleita presidente do Brasil e em três meses irá assumir o cargo.
Quando os interesses do chefe de Raphael vão contra as rígidas políticas que Cintia irá implementar, existe a possibilidade dela nem chegar a assumir ao cargo.
Thiago é o melhor amigo e braço direito de Cintia. Ele conhece os dois desde cedo e sabe o quanto Cintia sofreu com o abandono prematuro de Raphael. Também sabe como ela é insistente em cumprir suas promessas e a deixar as suas ações o mais transparente possível. O leitor irá se encantar com a maneira que essa protagonista atua, preocupada com a população e seus direitos.
Luis é filho do Sr. Antonio (um senhor muito fofo!!!). É divorciado, tem filhos, é bonito, inteligente e tem um bom coração. A presença dele no livro é um divisor de águas na trama, pois representa novas possibilidades.
O livro analisa os personagens em duas esferas, fazendo uma crítica social em relação à violência e ao tráfico de drogas e também fazendo uma reflexão sobre os valores do indivíduo. 
Um dos pontos positivos da trama foi que a escritora decidiu levar o leitor até o final, fazendo com que aquela sensação de encerramento, pois acompanhamos o desfecho político e pessoal, que em diversos momentos da leitura encontram-se entrelaçados.
O final foi inesperado e ao mesmo tempo trouxe um lampejo de novas esperanças, combinando com a ideia geral do livro.
Com personagens intrigantes, verdadeiros e consistentes e uma trama bem desenvolvida e delineada a escritora traz um livro com várias camadas de reflexão.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um bom trabalho. Existem alguns errinhos de digitação e gramática, mas nada que interfira no entendimento do texto. A capa possui uma simplicidade ímpar ao mesmo tempo que traz um grande significado.
O título faz uma referência a força que o amor possui. O livro aborda diversos tipos de amor: amor pelos filhos, pelos pais, por amigos e é claro, o amor romântico. 
Até que ponto uma pessoa pode ir para salvar alguém que ama?

"Achei que tinha sido tão clara!Entenda que o único e verdadeiro poder que existe é o poder do amor. Todo o resto não vale nada se não tivermos amor!" (p.351)

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.