A Escolha do Coração


Sinopse - "Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom... mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida... ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar".




Minha opinião - Sabe aquele livro que te deixa totalmente ansiosa, pois quer saber o que vai acontecer logo? Foi assim que eu me senti lendo "A Escolha do Coração". Holly tem uma vida incrível: é casada com um homem maravilhoso, o casamento é forte e apaixonado e a vida dos dois está indo de vento e popa. Eles decidem se mudar para uma nova casa e lá Holly encontra um relógio que mostra o futuro. O futuro de Holly vai depender da escolha dela a partir do momento em que ela sabe o que vai acontecer: se ela engravidar e ter a menina linda que viu, ela não verá a bebê crescer, se decidir não ter filhos, aquela criança linda nunca irá existir.
Gente, que livro maravilhoso e triste ao mesmo tempo. Ver uma história dessas é muito difícil e dá um aperto no coração. Posso dizer que amei o livro inteiro, mesmo ficando com o coração na mão durante toda a leitura.
A relação de Holly e Tom é linda, um casamento sólido e um relacionamento bonito. Só não gostei de algumas atitudes de Holly, mas dada a situação, consegui entender o lado dela. Não concordei, mas entendi.
Bom, capa linda e revisão impecável. Um trabalho incrível da Novo Conceito e uma história maravilhosa. Estão esperando o que para ler?

“ Como um toque no espelho d’água, nenhuma marca é deixada, como a gota de chuva na vidraça nem sempre escolhe a jornada.” (p.177)

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.