Sinopse - "Uma aventura eletrizante, um enigma perturbador Antes de ser queimado em praça pública, um padre amaldiçoa Morro do Ferro. Pouco depois, luzes misteriosas começam a perseguir seus moradores. O vilarejo mineiro, cercado por erosões sinistras, é o destino das férias de julho de cinco amigos: Jonas, Alfredo, Carola, Carmem e Vicentinho. No primeiro volume da saga Clube dos Mistérios, a turma é encorajada a acampar no topo do Morro dos Anjos. Uma experiência do outro mundo marcará suas vidas. Para sempre. Prepare-se para desvendar o enigma das estrelas. Mas tome cuidado. Alguém pode estar observando seus passos..."





Minha opinião - "O enigma das estrelas" é o primeiro livro do Clube dos Mistérios, uma série voltada para o público juvenil. Dito isso é importante levar em consideração a faixa etária indicada para a leituras, pois alguns pontos do livro podem ser vistos como desinteressantes para um público mais adulto.
O livro conta a história de 5 amigos com idades entre 12 e 13 anos que todos os anos passam as férias em Minas Gerais. Seus pais são amigos de longa data e graças a isso que as reuniões sempre acontecem.
Vicentinho mora em Belo Horizonte, com os pais e a irmãzinha Nina; Alfredo mora em São Carlos com o pai, pois a mãe faleceu há seis anos; Carmen mora em Goiânia, Jonas em São Paulo com os pais, é o garoto do grupo "viciado" em jogos de computadores e Carola mora em Ribeirão Preto com os pais.
No meio desse grupinho existem paqueras e muita confusão. Um dos rapazes tenta se destacar mais do que os outros, sendo até um pouco arrogante. A única ressalva sobre a situação paquera é que em alguns momentos eles parecem bem mais velhos do que são, principalmente quando atuam com extremo ciúmes.
Os pais desses amigos resolvem que o grupo deve passar por um "rito de passagem". Então os cinco amigos irão acampar no Morro dos Anjos sozinhos e a partir desse momento vão embarcar em uma aventura do outro mundo.
O livro possui diversos detalhes interessantes, como quadrinhos explicativos com lendas, listas de filmes, dicas do que é essencial em um acampamento. Além disso, existem muitas referências musicais, principalmente ao Raul Seixas.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um trabalho excelente. A parte interna do livro está linda e interativa, ideal para os jovens leitores!

"A vida é um negócio esquisito - ... - Ela gosta de pegar a gente no contrapé. Se a gente balança para um lado, ela joga a gente para o outro. Em um dia a gente dá gargalhada, no seguinte caí em uma tristeza profunda. A vida é um negócio esquisito". (p. 74)


Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.