Sinopse - "Neferet está agora mais poderosa do que nunca, e sua busca por vingança ameaça as vidas não apenas de Zoey e seus aliados, mas de toda a humanidade. O caos impera em Tulsa, e todos passam a culpar a Morada da Noite por isso. Poderá Zoey impedir os planos terríveis de Neferet a tempo, antes que seu ódio possa desencadear uma guerra de consequências devastadoras? A série House of Night é um dos maiores fenômenos do mercado editorial, tendo alcançado a primeira posição na lista dos mais vendidos em países como Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido, mantendo-se na lista de best-sellers do The New York Times por cerca de 150 semanas consecutivas. Agora, no penúltimo capítulo dessa aclamada série, a ação é ainda mais eletrizante, e os riscos são ainda maiores na batalha de Zoey e de seus amigos para proteger sua escola – e seu lar – da destruição. Ao mesmo tempo, os cativantes personagens criados por P. C. e Kristin Cast têm de lidar com seus sentimentos, com o jogo de amizades e traições e com o dia a dia entre as paredes da Morada da Noite". 

Minha opinião - "Revelada" é o 11º livro da série House of Night. Com os capítulos apresentando a visão de diversos personagens: Zoey, Neferet, Aprodithe, Aurox, Shaunee, Kalona e tantos outros viram narradores nesse livro. 
Após os acontecimentos do último livro Neferet está decidida a voltar, custe o que custar. Enquanto ela está se "recuperando" o leitor acompanha toda a sua trajetória. Não a trajetória como Neferet, mas como uma frágil humana que sofreu violência indescritível e se tornou amargurada. Conforme observamos a evolução dessa personagem, também temos o grupo de Zoey que precisa retornar a morada da noite, inclusive os vermelhos e Stevie Rae. 
Entre as desconfianças dos alunos da morada e a volta de Neferet, Zoey ainda tem que lidar com o lado emocional da sua vida, agora que ela descobriu a verdadeira identidade de Aurox.
E é claro que temos um novo aspecto para avaliar: a aceitação dos humanos sobre a existência da morada da noite e seus habitantes. Será que com tanta violência, eles serão bem aceitos?
O livro tem varias reviravoltas e aborda o lado emocional de Zoey (depois de tudo o que ela passou até agora, era de se esperar que uma hora a mocinha não aguentasse mais, né?), mas não há grandes cenas de brigas e cenas super elaboradas. O foco é realmente as intrigas e os laços de amizade e confiança, e a tentativa de reerguer tudo o que foi perdido até o momento.
Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de digitação mas nada que interfira na leitura. A capa segue o esquema dos livros anteriores.

"- Olhe dentro de si mesmo. Não é das minhas palavras que você está farto. No dia em que você admitir a verdade sobre o seu passado e aceitar toda a responsabilidade por todo o mal que você provocou a este mundo, o seu fardo vai se tornar mais leve...". (p. 99)

Deixe um comentário

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.