Sinopse - É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer? Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer! Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta. Surpreendente e intenso, "Um Conto do Destino" nos transporta do século 19 ao final do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.



Oi pessoal, tudo bem? Ainda não sei como escrever essa resenha sem dar spoilers. Vou resumir bem, pois o livro tem 720 páginas, isso mesmo, e eu demorei 4 dias para concluir a leitura desse livro e quando acabei soltei gritinhos de alegria.

Um Conto do DestinoUm conto do destino, foi uma surpresa para mim, pois não esperava gostar do livro, já que não sou fã de livros extensos. Quando peguei o livro pela primeira vez, acabei deixando de lado, pois era muito grande e não estava com cabeça para uma leitura demorada. Mas dei uma chance ao livro e Mark Helprin conseguiu me encantar com sua escrita, o livro é lindo e perfeito.

Sabe aquele livro detalhado? Esse é Um conto do destino: os cenários, as passagens e os personagens nos fazem sentir parte do livro.

O livro conta a história de amor de Bervely Penn e Peter Lake. Peter é um mecânico, que cresceu órfão e aprendeu tudo desde muito cedo e agora está envolvido com uma gangue, pois foi incriminado por um assassinato que não cometeu. Só que por conta de uma traição Peter está sendo caçado e pode ser morto, pois acabou com os planos do seu líder que iria atacar as pessoas que o ajudaram na infância.

O livro é bem fantasioso, pois há um cavalo que voa e outras situações surreais. Nesse momento eu fiquei meio receosa em terminar a leitura, pois achei que iria me frustrar, mas acabei gostando do livro. Quando Peter vai assaltar a casa de uma família muito rica, ele acaba conhecendo Beverly e se apaixonando por ela. Bervely está com tuberculose e tem poucos dias de vida pela frente, será que esse amor poderá ser eterno?

A historia é ótima, para quem gosta de fantasia, magia, amor e fé, vai adorar esse livro. Não posso esquecer de falar sobre as partes descritas sobre Nova York do ano de 1900,  tenho certeza que os leitores vão viajar, pois o autor descreve muito bem.

Quando o livro acabou eu vi que valeu muito a pena ficar lendo ele por 4 dias seguidos, sei que muitos acha isso uma loucura, mas no caso do "Um conto do destino", não é loucura não, é paixão pela literatura mesmo, pelo modo como o autor nos apresenta a história.

Agradeço a Novo Conceito por me enviar o livro, achei tudo nele perfeito, parabéns a Editora. Acabo a resenha aqui, espero que gostem.


Beijos

Um Comentário

  1. estou lendo ele, e estou sentindo a mesma cosa , vc já assistiu ao filme e lindo de mais
    o autor e mais que fantástico, ele faz com que a leitura seja leve e ao mesmo tempo alucinante,
    por que vc realmente entra no livro de uma forma, linda.
    vc foi uma das primeiras pessoas que fez essa resenha, parabéns muitos blogueiros fogem de livros grande acho que são poucos os que gostam de livro GRANDE e que nos possibilita entra em um mundo lindo e fora da nossa humilde realidade, beijos e um forte abraço
    blog: livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.