Sinopse - "Vivi mais de mil anos. Morri incontáveis vezes. Esqueço o número exato. Minha memória é uma coisa extraordinária, mas não é perfeita. Sou humano. (...) Nunca tive filhos, nunca envelheci. Não sei a razão. Vi beleza em coisas incontáveis. Eu me apaixonei e ela é quem resiste. Eu a matei uma vez, morri por ela muitas vezes e ainda não tenho nada para exibir. Sempre a procuro. Sempre me lembro dela. Carrego a esperança de que, um dia, ela venha a se lembrar de mim. Encontrar o amor verdadeiro nunca é fácil. Mas para Daniel, o protagonista de Meu nome é memória, isso parece ser ainda mais difícil. Ele tem um dom que por vezes assemelha-se a uma maldição: lembra-se de todas as suas vidas passadas. E em todas elas, foi apaixonado por Sophia. “Vivi mais de mil anos. Morri incontáveis vezes. Esqueço o número exato. Minha memória é uma coisa extraordinária”, escreve o protagonista. Inglaterra, Antioquia, Congo Belga, Constantinopla, Georgia. Todos esses lugares já presenciaram o amor do casal, porém Sophia nunca se recorda das memórias passadas. Vida após vida, através de dinastias e continentes, Daniel tenta fazê-la relembrar esse amor e conquistá-la para sempre, mesmo que ela mude de nome e aparência. Mas, em todas às vezes que Daniel e Sophia tiveram uma aproximação, foram separados de maneira dolorosa e fatal. No entanto, quando se reencontram em 2007, Sophia – que agora se chama Lucy – começa a lembrar do passado. Aos poucos, flashes das vidas anteriores vêm à memória, lembranças sensoriais se reavivam e ela percebe que Daniel faz parte de sua vida desde sempre. E agora, se o casal quiser passar suas próximas vidas juntos, terá que compreender e superar o inimigo desse amor". 

“Vivi mais de mil anos. Morri incontáveis vezes. 
Esqueço o número exato. Minha memória é uma 
Coisa extraordinária, mas não é perfeita. Sou humano.” 

Em meu nome é memória conheceremos Daniel, uma alma antiga que ao longo de suas vidas consegue manter as lembranças das mesmas. Para muitos isso seria uma grande benção, porém para Daniel não é bem assim, pois ele simplesmente consegue não somente se lembrar das coisas maravilhosas que já viveu, mas também de todo o terror que já enfrentou em suas vidas passadas. Uma coisa mantém Daniel motivado em todas as suas vidas, que é o amor por Sophia.. Uma mulher que em sua primeira vida ele assassinou e se arrependeu. Parece aterrorizante, sim eu sei, mas nessa vida ele era um soldado e seguia ordens, e infelizmente na guerra as coisas são terríveis e fatais! Esse fato perturbou tanto Daniel que ele não conseguiu esquecer e levou isso marcado consigo para sua próxima vida, até que em uma de suas tantas vidas reencontra a jovem que ele assassinou. Ele reencontra Sophia muitas e muitas vezes, mas nunca tiveram de fato a oportunidade de viver o amor que ele acredita que estão destinados. O momento perfeito parece ser agora, pois ele encontra Lucy (Sophia) com a mesma idade que ele, na mesma cidade e desimpedida, ao menos é isso que ele acredita. Por mais que Lucy não se lembre de suas vidas passadas há algo que atrai de forma inexplicável ela para Daniel e durante alguns anos ela tenta fazer-se notar por ele, e Daniel sempre esperando o momento certo de se aproximar; até que esse momento chega e ele estraga tudo, pois não se pode jogar no colo de alguém toda essa bagagem e simplesmente querer que a pessoa seja completamente crédula. Lucy foge de Daniel e o mesmo fica muito abalado.. 
Alguns outros anos se passam até que Lucy tem provas de que realmente é a reencarnação do amor de Daniel.. Agora eles estão distantes novamente e um grande perigo se aproxima de Lucy; seu ex marido e irmão de Daniel, cujo ódio o motiva ao longo de suas vidas.. Ele não é como Daniel, mas descobriu uma forma de tomar um corpo, expulsando a alma que a habita. Ele é ruim e é movido à vingança e ao encontrar Lucy, finge ser Daniel para dar andamento a sua vingança. 
Conseguirá Daniel e Lucy (Sophia) ficar juntos? O amor realmente pode ultrapassar tantas barreiras? Até mesmo a da reencarnação? Levamos marcados em nosso ser traumas e grandes feitos de vidas passadas? Há uma forma de se conectar a esse passado? 
Lucy consegue lembrar de ter sido outra, mas sabe que hoje é Lucy.. e Daniel precisa se desprender de seu passado longo e viver a vida que possui agora. Mas ele será capaz? 
Um tema forte e interessante que não nos traz resposta, mas nos faz refletir sobre vidas passadas, amor, ódio, ações e reações.. Recomendo a história que a meu ver é muito bonita e comovente.

Um Comentário

  1. Um livro bem emocionante, com certeza.
    É daqueles que você termina com várias lições de vida.... mas infelizmente não é o que eu procuro no momento. Mas a dica é boa.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.