Sinopse - "Kate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema.  Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição? Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas. Amelia está morta. 
Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia. Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora? Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular: Amelia não pulou.
Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página".

Minha opinião - Reconstruindo Amélia é um livro que te faz pensar se realmente conhecemos uns aos outros e inclusive aqueles que vivem sob o mesmo teto que nós? 
Amélia é uma jovem comum e até um pouco nerd, não é destaque no colégio, mas tem uma melhor amiga popular (Sylvia); diferente da amiga, Amélia nunca se interessou por garotos, nunca teve vontade de namorar.. E se acha até estranha por isso. 
Kate Baron é uma grande advogada sócia em uma empresa de prestígio e passa a maior parte do seu tempo dedicando-se a carreira, mas sem deixar de separar os momentos para estar junto de sua filha Amélia. As duas se dão super bem, até que Amélia pouco a pouco começa a demonstrar certo interesse pelo pai, cujo nome Kate jamais mencionou para Amélia. Kate escolheu criar a filha sozinha e fez um ótimo trabalho, porém é perceptível ao leitor que algo está ruim na vida de Amélia, a partir do momento que a mesma entra para uma sociedade e sua vida vira de ponta a cabeça.. Amélia se apaixona e faz coisas que jamais se imaginou fazendo, tudo para não se afastar da pessoa que rouba seu coração! 

“Amelia não vai ter menos só porque eu sou sozinha. 
Não agora. Nem nunca” 
(sentimentos de Kate Baron com relação a sua filha) 

E com essa frase acaba que Kate esquece que nem sempre o que mais precisamos é dinheiro e bens materiais, muitas vezes um pouco menos disso e mais presença é o suficiente! Mas temos que acreditar que sempre estamos fazendo o nosso melhor, da nossa maneira.. No nosso tempo! 
A narrativa intercala entre o ponto de vista de Kate, e através de blog, sms e postagens de facebook relacionados a Amélia. Kate pouco a pouco vai desvendando uma teia que nem mesmo tinha conhecimento de ter sido tecida! 
Kate é uma mãe muito boa, porém seu único defeito foi não ter percebido a mudança de Amélia. Infelizmente o corre-corre do dia a dia acabou por ter cegando-a quanto ao óbvio. 
Sylvia, melhor amiga de Amélia é uma pessoa um pouco egoísta e muito sem noção, fiquei chateada com ela diversas vezes. Mas também não achei correto as mentiras e omissões por parte de Amélia, afinal, toda amizade tem seus altos e baixos.. 
O grupo com o qual Amélia se envolve é destrutivo e é realmente palpável ler Amélia e seus sentimentos contraditórios quantos aos atos cometidos pelas meninas do grupo! 
Confesso que até o final da leitura fiquei o tempo inteiro torcendo para que as coisas não caminhassem para onde estava indo, pois eu queria o melhor e olha que sou uma leitura que aceito bem qualquer situação.. Só me vi pensando: “não seja assim, não seja isso.. não não”.. 
Um livro com muito suspense e tensão.. O Leitor não consegue desgrudar das páginas até que tenha chegado ao final!

5 Comentários

  1. Oi! Esse livro está sendo um dos mais comentados esse amo, amo suspense e esse parece ser recheado disso. Me recomendaram bastante, disseram que se eu gosto de me surpreender ou ficar com alguns pesamentos como esse primeiro que você citou, eu vou gostar. Estou muito interessada nesse leitura, quero desvendar juntamente com a mãe de Amelia os últimos passos da filha.

    ResponderExcluir
  2. Olha, eu também gostei muito do livro e fiquei pensando em diversos momentos porque acabou da forma que acabou e achei o motivo um pouco estranho, mas na verdade foi baseado numa coisa meio comum, um paga por outro alguém. É um livro lindo, dramático e dolorido.

    Beijos

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Carol.
    Adorei a indicação! Vou anotar na minha lista e ver se teremos promoções na Bienal!! hehehe
    Beijos
    Camis - Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  4. Oiee
    Nunca tinha lido uma resenha sobre esse livro e agora vejo o que eu perdi.
    A história de Amélia deve ser muito intensa,daquelas que te fazem se emocionar e ficar com raiva de algumas coisas mas sem deixar de amar o livro.
    Quero muito ler!
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Um livro que deve ser totalmente sentimental =)
    Li várias resenhas e todas falam do quanto as emoções afloram nessa obra e de como é o leitor consegue se emocionar com a personagem. Um livro que nos faz refletir...

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.