Sinopse - "Kate e Vincent estão finalmente juntos em Paris, a cidade das luzes e do amor. Mas esse amor carrega uma questão que não pode ser ignorada: como eles poderão permanecer juntos se Vincent não resistir a se sacrificar para salvar outros mortais? A promessa de levar uma vida normal com Kate significa deixar que pessoas inocentes morram?Quando um novo e inesperado inimigo se revela, Kate descobre que há muito mais coisas em risco... e que até mesmo a imortalidade de Vincent pode estar ameaçada".



CONTÊM SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO



Minha opinião - "Até que eu morra" é o segundo livro da série Revenants e traz Kate e Vincent de volta para os leitores.
Após a grande batalha contra os numas (para quem não lembra, são os inimigos naturais dos Revenants), Kate fica mais apreensiva com a segurança de Vincent. Claro que o fato de que o namorado morre de tempos em tempos e depois retorna também deixa a garota nervosa, pois ela já tem seus traumas pessoais sobre perder aqueles que ama (Kate ficou órfã no primeiro livro).
Então Vincent está tentando descobrir se existe alguma maneira de não atender a essa sua "necessidade" de morrer e voltar, sem ficar prejudicado, enquanto outros acontecimentos vão se desenrolando no livro.

"Em vez de sofrer sua perda uma vez após a outra, eu iria embora. Eu me afastaria. Ambos sabíamos disso. E, embora Vincent estivesse tecnicamente morto, eu arriscaria dizer que era a única solução para que conseguíssemos viver juntos". (p. 14)

É difícil escrever a resenha sem comentar algo importante que acontece na história, então tentarei me focar nos personagens.
Kate continua fofa, mesmo sendo um pouco neurótica. Mas se pararmos para pensar, após ter tantas perdas em sua vida, o medo que ela sente não é descabido, principalmente porque o namorado vai e volta da terra dos mortos. 

"Fechei os olhos e tentei me concentrar no que acontecera, e não no que podia ter acontecido". (p. 82) 


Vincent continua apaixonante. Acredito que muitas leitoras estão suspirando e torcendo para ter um revenant para si. Ele consegue ser doce e carinhoso, mas também tem seus momentos divertidos e até mesmo irônicos.
Uma personagem que cresceu nesse segundo livro foi a irmã de Kate, Georgia. Na verdade, uma das características presentes na série é que a autora Amy Plum consegue destacar todos personagens secundários, dando a eles a chance de ter seu momento no livro.
Vamos também observar que Kate está ganhando mais pretendentes do que imagina. Existe um personagem em particular, que é fofo, e está parecendo ter uma quedinha por ela.
A série continua espetacular e os leitores que leram o primeiro livro não irão se decepcionar com "Até que eu morra". A escrita cativante de Amy Plum, o enredo bem delineado, os personagens inesquecíveis e um final que nos leva ao desespero para ler o terceiro!

"Era isso o que Vincent era para mim. Ele me dava contexto. Por mim mesma, era inteira, mas com ele era mais do que inteira". (p. 214)

3 Comentários

  1. Vou tentar ler o 1º livro em breve. Muito legal a resenha do segundo. Não li toda, pois tive medo de muitos spoilers, hehehe.

    ResponderExcluir
  2. O primeiro volume está na estante me esperando e quando eu ler virei aqui conferir sua resenha de Até que eu Morra, medo dos spoilers :P

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  3. Eu também não conhecia a série.Mas comecei a me apaixonar pela história agora, lendo sua resenha.
    Adoro livros cheios de aventura,suspense e principalmente com um bom romance.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.