Sinopse - "Quando tu, bela Ivvi, conheci, meu mundo se virou completamente. Desalento, que outrora era aparente, perdeu-se de repente. Eu sorri. Os dias se passavam, percebi que tu não me saías mais da mente, eras tão jubilosa e, certamente, a mulher mais bonita que já vi. Ivvi é uma personagem não só desta obra, mas da vida de todos. Todos nós temos alguém na vida que nos inspira, que tira o melhor de nós e que permite manifestações tão verdadeiras como as mensagens de Amor dos poemas deste livro. A personagem Ivvi irá ultrapassar os limites destas páginas e irá refletir na Ivvi real que habita na vida de cada leitor".






Minha opinião -  Sempre que recebemos livros de poesia, a primeira observação que fazemos é se o livro desperta sentimentos durante a leitura. Não importa o tipo de sensação: amor, raiva, alegria, tristeza. O autor precisa "mexer" com o leitor.
E é exatamente isso que Leandro Andreo faz com os leitores em "Ivvi"...
Ivvi é uma musa. A personificação de nossos amores, alegrias e até mesmo frustrações. É impossível não se identificar. Ela poderia ser um amor que perdemos, um que mantemos ou que ainda iremos conhecer. Cada poema evoca a sensação de que a história acontece conosco ou com alguém que conhecemos.

"Ivvi é inteira
Dama à maneira
Que eu sempre quis
Se o seu amor
Fado meu for, 
Serei feliz". (p. 44)

Dividido em cinco partes: Parte I - O amor; Parte II - Sobre Ivvi; Parte III - Para Ivvi; Parte IV - Sem Ivvi e Parte V - Coroa de Sonetos, os poemas são organizados de forma que o leitor consegue ser arrebatado pelos sentimentos bons, passando pela perda, pela dor e chegando à uma calmaria, que acalenta os corações.

"E se passarão cem, duzentos anos,
Todos conhecerão a tua história,
Ficará o teu nome na memória
De futuros humanos". (p. 78)

"Ivvi" é um livro de 120 páginas, de leitura rápida, que apresenta poemas lírico-amorosos. A métrica e a rima são bem trabalhados, e o livro conta uma belíssima história de amor, com todos altos e baixos de uma vida.

3 Comentários

  1. Acho muito legal livros com rimas, seja livros de contos, poesia ou de terror, uma boa rima torna o livro mais interessante. Bom... vou falar do livro agora. Eu já tinha visto resenhas dele antes e tinha gostado. Acho que á a capa dele é muito... muito simples, mais como um livro não é feito apenas pela capa...

    ResponderExcluir
  2. Leio poucas poesias (minha mãe as adora de paixão), de fato fiquei curiosa para saber qual será minha Ivvi. Vou colocar nos meus "vou ler"

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  3. Poemas são fontes de inspiração.
    Gostei da linguagem clássica, fugindo do contemporâneo.
    A capa com esse olho verde lindo é fenomenal.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.