Sinopse - "Ela despertava seus instintos mais primitivos. Brick Pendleton não cansava de sentir a pele dela contra a dele, ou de ver seus olhos tornando-se negros de desejo. Brick ficou atordoado quando Lisa Ransom fez amor como se fosse uma selvagem e depois o abandonou. Ele sabia o que ela realmente desejava. Importava-se com Lisa mais do que com qualquer outra mulher. Mesmo assim não conseguia manter suas promessas. Lisa tentou esquecê-lo e ignorá-lo, mas Brick havia mexido com ela. Dominando-a com as carícias de seus lábios e de suas mãos, deixando-a atordoada. O poderoso especialista em demolições sabia bem como destruir as coisas, mas reconstruir a confiança de Lisa significava lutar contra seu passado e confessar seus medos. Poderia ele andar sobre fogo para ganhar o coração dela?"


Minha opinião - A história de "Brincando com Fogo" é narrada em terceira pessoa e se passa em Chattanooga, Tennessee. Lisa Random e Brick Pendleton estão saindo há meses, em uma relação que não avança. Lisa claramente é apaixonada por Brick, mas quer mais... quer filhos, casamento e tudo o que tem direito e sabe que Brick não quer nada sério, então decide terminar com ele.
Brick fica abismado, pois realmente gosta de Lisa. Apenas não quer compromisso sério. Então ele decide que não vai aceitar o término e ficará próximo de Lisa, sendo um bom "amigo" enquanto ela tenta encontrar o cara certo para o papel de pai e de marido.
Lisa é uma personagem doce, do tipo adorável, que todo mundo quer ser amigo ou algo mais. Em momento algum ela exige que Brick mude seus pensamentos ou sua personalidade para atender as suas necessidades, mas ela tem uma baixa estima sobre si mesma. Observamos isso durante o jogo de reconquista do protagonista, pois vemos que ela não se dá o devido valor mesmo sendo incrível. É uma mulher de 30 anos, dona de uma empresa de eventos junto com sua sócia e melhor amiga Senada. 
Brick não é um mocinho que desperta a simpatia desde o início. Especialista em implosões, tem um jeito de bom moço, mas só percebe o quanto Lisa é especial quando a perde (chega a ser um pouco clichê). Ele a exclui de toda a sua vida social, não a apresenta aos seus irmãos ou até mesmo a leva para o seu apartamento. É um personagem fechado, que não gosta de discutir sentimentos ou nem mesmo analisá-los. Até mesmo a sua interação com a família é um pouco mais superficial. Com sete irmãos, ele é o que demonstra menor afinidade entre eles, apesar de ficar claro que os ama. A autora colocou algumas justificativas relacionadas à sua infância que acabou sendo transportada para o presente, mas mesmo assim, não convenceu inteiramente. A verdade é que esperava um momento intenso por parte dele e isso não ocorreu.
A história é ótima no sentido da construção do relacionamento dos dois. Observar os anseios de Lisa e como Brick vai percebendo o quanto pisou na bola dá aquela vontade do leitor sacudir o personagem para ele acordar logo.
Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. Houve apenas um errinho de digitação na página 66, mas nada que interferisse no entendimento ou leitura do livro.

"- Eu sabia que não conseguiríamos uma resposta da sua parte. A CIA poderia contratá-lo para dar aulas de como manter segredos." (p. 36)

8 Comentários

  1. Não sei se gostaria do Brick u.u P**** ele exclui ela da sua vida social. Fiquei com dó da Lisa, mas a achei cheia de atitude em terminar esse rolo e fazer ele correr um pouquinho atrás.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jhey, tudo bem?
      Também não fui muito fã do Brick.. ele precisava ter sofrido um pouquinho mais (modo malvada on )
      Bjkas

      Excluir
  2. Gostei muito da resenha, confesso que não gosto desses tipos de livros que a trama roda em cima de uma relação acabada e que o homem fica próximo da mulher para conquista-la de novo. Acho uma leitura nada a ver para o meu tipo de leitura, é isso. tchau!!! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno, tudo bem?
      Que bom que gostou da resenha, fico feliz!
      Que pena que a leitura não faz o seu estilo =\
      Bjkas

      Excluir
  3. Eu não sei se eu iria gostar deste livro, mas acho que sim… Impossível não gostar de um romance da editor Harlequin, mesmo que tenha cenas picantes hauahahaua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lissandro, tudo bem?
      Esse tem cenas hots moderadas rs, não estão em excesso...
      Bjkas

      Excluir
  4. Carol!
    Gosto muito das análises práticas e precisas que faz dos livros que lê.
    Romance clichê acho bom e quando tem um triângulo amoroso, digamos assim, fica mais interessante.
    Já não gostei do tal de Brick...kkkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy... o Brick me irritou. É o tipo de cara que tem tudo para ser feliz, mas é muito teimoso e só quando perde, percebe.
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.