Sinopse - "O ano de intercâmbio é, sem dúvida alguma, o capítulo mais emocionante da vida de todo jovem que passa por esta experiência. O livro “Bicicletas e Tulipas” traz o relato da autora, Isadora Lenzi Michel, que aos 18 anos de idade inicia sua grande aventura na apaixonante Holanda. Como nova integrante de uma família de holandeses, Isa precisa adaptar-se a uma cultura completamente diferente da sua, além de aprender a lidar com a saudade e as responsabilidades de seu trabalho como AuPair. E as viagens!!!! Isa visitou mais de 10 países europeus, tendo sua mochila como única companheira. Embarque nesta aventura!"





Minha opinião - "Bicicletas e Tulipas" é um relato real que conta a experiência de Isadora Lenzi Michel, uma jovem que foi para a Europa trabalhar como au pair. 
O livro é baseado no blog que a Isadora criou, que tinha como objetivo contar sobre suas experiências e ir atualizando familiares e amigos.

Livros baseados em experiências pessoais é sempre intrigante, principalmente quando abordam aventuras tão interessantes.

Muitas pessoas pensam na possibilidade de visitar a Europa e de maneira que não gaste muito, então ser Au Pair é uma das alternativas que surge. A Isabela conta tanto o lado positivo quanto o negativo da experiência, o que permite ao leitor uma análise mais real sobre suas expectativas. 

A leitura é indicada principalmente para quem quer tentar morar com outra família no exterior e tentar a forma de Au Pair como a autora fez, mas também é indicada para os leitores que amam relatos e experiências pessoais ou até mesmo para quem quer conhecer, viajar através desta leitura sob os olhos e perspectiva da autora e conhecer uma outra cultura, será enriquecedor.

O livro conta também sobre as lindas paisagens europeias, as pequenas cidades que a maioria nunca ouviu falar mas que possuem suas peculiaridades, fala sobre as novas amizades que vão surgindo na experiência de se morar sozinha em um país diferente, mas também relata o carinho familiar, a necessidade de ter aqueles que ama por perto.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um ótimo trabalho. Foram encontrados alguns errinhos de digitação (por exemplo nas páginas 14 e 62), mas nada que interferisse na compreensão. Existem detalhes lindos no rodapé do livro, nas páginas pares, uma imagem de tulipas e nas páginas ímpares, uma bicicleta fofa!

"... a au pair é, basicamente, uma babá. Ela mora na casa de uma família estrangeira, ajuda a cuidar dos filhos deles em troca de abrigo, comida e um pequeno salário, e, além disso, pode escolher algum tipo de curso para fazer nas horas livres." (p. 08)

8 Comentários

  1. Gostei muito do livro, é muito legal quando um livro tem uma historia real e essa história seja incrivel. Gostei do livro também porque ele conta um pouco mais sobre a Europa (mesmo que seja apenas as paisagens). Gostei muito do livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno. Eu gostei bastante exatamente por ser um relato de experiência.
      Bjkas

      Excluir
  2. Leio poucos livros de experiências reais, nunca quis fazer intercâmbio também (sou medrosa e acomodada haha). Fiquei curiosa quanto ao blog dela. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jhey... eu não sei se teria a coragem dela de viajar sozinha para outro país por tanto tempo. Amo viajar, mas ter um impacto de culturas tão grande como esse e sem apoio não me agrada muito rs.
      Bjkas

      Excluir
  3. Carol!
    Livros baseados em fatos reais são sempre interessantes porque mostram a realidade.
    Como adoro viajar e conhecer lugares inusitados, seria a meu ver uma leitura interessante, principalmente por não ter experiência nenhum com os protocolos para se chegar à Europa.
    Final de semana cheio de luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rudy, tudo bem?
      Eu também adoro viajar, então esse tipo de livro sempre me interessa.
      Bjkas

      Excluir
  4. Achei a capa brega demais... Joga fora! (não, dá pra mim) kkkk
    Livros baseados em fatos reais são sempre bons, não importa qual gênero seja, esse livro é ótimo para quem pretende fazer intercambio... Eu não teria coragem de morarem outro país sozinho e com 18 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lissandro, tudo bem?
      A capa é simples mesmo... Quanto a ficar sozinho em outro país, eu também não sou muito fã da ideia. Acho que requer muita coragem (coisa que eu não tenho rs).
      Bjkas

      Excluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.