Pandorga, Edição 01, 2014

Aluna do ensino médio, Leah Jones ama voar. No ar, ela facilmente se esquece de sua vida com sua mãe, sempre ausente, no bairro humilde de uma cidade praiana de Carolina do Sul. Quando seu instrutor de voo, Sr. Hall, contrata a garota para pilotar aviões em sua empresa de propagandas em banner, Leah considera o emprego sua porta de entrada para a vida longe do estacionamento de trailers. Mas quando ele morre subitamente, ela teme que sua carreira como piloto de aviões tenha chegado ao fim.
Porém os jovens filhos do Sr. Halls, Alec, o garoto de ouro, e Grayson, o viciado em adrenalina, resolvem continuar o negócio do pai. Embora Leah tenha uma queda pro Grayson há anos, ela receia em se envolver em um negócio que agora parece que não vai muito longe. Até que Grayson descobre um dos piores segredos da menina. Com isso em mãos, ele a obriga a pilotar por uma razão que ele também não revela, uma razão relacionada a Alec. Agora Leah se encontra no meio de uma batalha entre irmãos, e a consequências podem ser desastrosas.


Recebi este livro para resenha da Editora Pandorga, a capa é linda e impossível não se sentir atraída.. Então logo que o peguei fui conferir o conteúdo.. Leah é um menina de quatorze anos que vive uma vida muito simples com sua mãe em um trailer, sempre próximo a aeroportos e com isso Leah passou a apreciar os aviões e sentir interesse em aprender a pilotar. Leah arrumou um emprego em um aeroporto onde mora atualmente com sua mãe, onde sente-se útil em meio a todo o trabalho de recepção, atender telefones, organizar, limpar, fazer café e etc.. Mesmo com seus quatorze anos.
Ela passa a juntar dinheiro e escondê-lo de sua mãe, pois se sua mãe souber que ela tem certa quantia a fará entregar para ajudar seu "namorado" e a "ela" com "certas despesas" (bebidas, e etc).. Sua mãe não é muito boa sendo mãe, digamos assim!
Mas.. continuando.. Ela em dado momento vai até o Sr.Hall pedindo que o mesmo lhe ensine a pilotar, já que ele dá aulas.. Claro que nada são flores, uma vez que Leah é jovem, mulher e que precisa inclusive falsificar a assinatura de sua mãe para a autorização de aulas.
Mesmo assim, Leah consegue aos trancos e barrancos o seu objetivo e há uma mudança de tempo.. E ela está com dezoito anos e já pilota.. Sendo que o Sr. Hall falece e seus filhos gêmeos é que passam a tomar conta dos negócios.. Grayson e Alec.

Leah sempre teve uma quedinha pelo Grayson um dos gêmeos e o que a trata feito cachorro..  O passado de Leah não é nenhuma pureza, ela não era nenhuma mocinha virgem, fumava aos quatorze anos e etc. Para manter seu emprego Leah faz um acordo estranho com o Grayson de namorar Alec e aí surge um trângulo amoroso cheio de altos e baixos... 

A história é legal, os personagens tem suas características bem marcadas e o desenrolar é rápido .. Uma leitura que flui tranquilamente!

10 Comentários

  1. No começo da resenha, achei que seria um livro meio bobinho, mas realmente, após a resenha me senti atraída por ele, querendo saber os segredos de Leah e de Grayson, rsrsrs!! Capa lindíssima mesmo!! Já está na minha lista!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Bom, a capa é realmente bonita e me interessei pela sinopse... achei interessante a Leah tão nova e já aprendendo a pilotar, e realmente ela teve que assumir responsabilidades desde cedo. Entretanto, não curti muito a ideia do triângulo amoroso, apesar de ter ficado meio curiosa sobre o acordo dela com o Grayson.

    Ótima resenha!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  3. A capa é super bonita e desenvolvida, e já demonstra o que iremos encontrar ao longo do livro.

    ResponderExcluir
  4. Uai que loucura de enredo é esse? Ela tem um segredo, eles são gêmeos, ela gosta de um e namora outro por causa de um acordo? (Pra mim pareceu uma chantagem isso sim U_U).Eu amei a capa e a sinopse mas não sei se leria, eu detesto triângulos amorosos e já fiquei desanimada rs

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  5. Pela capa e quando comecei a ler a sinopse eu pensei que a Leah voava de verdade, e não em um avião. kkkkk

    Pelo título pensei que fosse um desses romances onde o casal se apaixona perdidamente à primeira vista. Adorei ver que não é, me deixou interessado em ler. A história parece densa e dramática, acho que um outro título ficaria melhor. Na minha opinião esse não combinou muito com a profundidade que a trama parece ter.

    Autor de Mestre de Marionetes
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  6. Oi! Parece ser uma leitura leve e nada tão complexo. Gosto de histórias assim, românticas e realistas ao mesmo tempo, dá para percebe que mesmo gostando de voar a personagem tem os pés bem fincados no chão. Achei a capa uma fofura também.

    ResponderExcluir
  7. Karini!
    Mais um triângulo amoroso.
    Achei bem interessante e acredito que o título seja pelo fato de Leah se piloto e trabalhar na companhia de aviação.
    Lindíssima a capa!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  8. Ja li alguns livros da autora, tava de olho nesse faz um tempinho (foi mais por causa da capa que é bem bonitinha), eu adorei a resenha só torço para não ficar uma coisa chata com esse triangulo amoroso...

    ResponderExcluir
  9. Oi Carol, tudo bom??? sinceramente não aguento mais triângulo amoroso e ainda mais por cima, quando envolve amigos...um sempre sai perdendo...mas, ao ler sua resenha, percebi que o livro é muito mais que isso, e que é uma história leve, e cativante... Acho que vou dar uma chance pra essa história.
    bj

    ResponderExcluir
  10. Não li nada da autora ainda, mas vejo vários elogios.
    As histórias parecem bem envolventes, só não gostei muito dessa capa. Os outros livros dela possuem uma capa tão fofa, enfim.... parece uma leitura leve. Gostei.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.