Infinity Drake: Os Filhos da Scarlatti

SinopseSe você acha que as vespas são desagradáveis, espere até conhecer a Scarlatti. Ela é um inseto geneticamente modificado que tem um único objetivo: exterminar! Uma equipe pequenina... talvez possa combatê-la. É a nossa esperança! O problema é que a Scarlatti é muito mais poderosa que o exército designado para combatê-la. Além disso, o vilão maquiavélico que a criou não está disposto a desistir tão fácil. Finn e seus companheiros precisam ser rápidos: em pouco tempo a humanidade poderá ser extinta.
Resenha

 Esse foi o primeiro livro que li do Selo Irado da Novo Conceito, não sou muito ligada em livros para adolescentes, isso mesmo esse selo é para esse publico. Já vou dizendo a historia não é ruim pessoal, sou eu que não gosto desse tipo de leitura mesmo.

O livro conta a historia de Finn ou Infinity, que mora com sua avó, e quando a mesma faz uma viagem, ele tem que ficar com sua tio Al, que é um cientista.

Seu tio foi convocado para uma reunião sobre uma ameaça a Terra, Scarlatti, que é uma vespa modificada está solta em Londres e pode com isso acabar com a raça humana, pois sua reprodução é muito rápida.

Para acabar com essa ameaça, eles escolhem soldados só que com eles Finn é escolhido acidentalmente, o que vai acontecer?

O livro é bem fácil de se ler, e a leitura flui rápida e é bem explicada fazendo o leitor entender melhor a historia. Posso dizer que gostei da historia, mesmo ela não sendo o gênero que gosto, o final do livro é surpreendente com um ótimo desfecho viu. Para os adolescentes ou até mesmo leitores que gostam de livros que tem cientistas é uma boa pedida.

Sobre o trabalho da Editora Novo Conceito, está excelente, capa dura, diagramação perfeita e revisão ótima, parabéns para Editora.
Até mais pessoal.
Beijos


7 Comentários

  1. Achei a temática bem infantil, mas acho que a leitura deve ajudar em alguma ressaca, ainda mais se tiver um tiquinho de humor, gosto de temas científicos mas achei essa bem tipo "que isso cara?", não sei se leria uma obra assim, mas talvez depois de conhecer mais ou me interessar de uma hora pra outra, vai que dá a louca.
    Beijos Ka, achei bem criativa a obra, mas bem tosca.. sei lá.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Ka.

    Eu ganhei esse livro num evento na NC em Belo Horizonte, mas não tive muita vontade de ler. Sabe que eu até curto ler as vezes livros para o público mais jovem. Assim que eu criar coragem quero ler e saber das aventuras do Finn.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Também nunca li nada do selo Irados da NC, mas achei excelente essa ideia deles de categorizarem as obras, e eles também informam o tipo de conteúdo que será encontrado em cada livro. Isso ajudará bastante na hora de comprar livros para os jovens e para os pais saberem o que seus filhos andam lendo.

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  4. Não sei se leria. A história parece ser bem legal, mas não faz o meu gênero. E não me despertou a curiosidade. Quero algo que abale minhas estruturas no momento. Quem sabe mais pra frente?
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi! Não gostei desse livro. É justamente do gênero que não gosto,. Histórias que tem cientistas ou algo relacionado me parecem chatas, já tentei ler um livro assim, mas odiei a leitura. Parece ser um livro interessante para quem curti o tema.

    ResponderExcluir
  6. Bom, também leio pouco livros para o público adolescente, mas de vez em quando ainda me aventuro viu. O bom é que com esse selo fica bem mais fácil presentear aquele priminho que está nessa idade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. A editora está de parabéns por lançar os livros e este selo.
    Estou curtindo muito!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.