Onde Deixarei Meu Coração
Simples, careta e sem graça. É assim que Bea se vê. Então quando a super descolada Ruby e seu bando de populares passam a se interessar por sua opinião, isso só pode ser uma pegadinha. Certo? Pelo menos é assim que sempre acontece nos filmes... Mas o convite para passarem as férias em Málaga parece pra valer. E com um bônus: Bea pode se afastar da mãe irritante e controladora. No entanto, depois de apenas 48 horas na Espanha, Bea se flagra mudando o itinerário. A menina decide visitar Paris para encontrar o pai que nunca conheceu. Afinal, a cidade luz pode emprestar um pouco de clareza a um período nebuloso de sua vida familiar. No caminho, ela conhece Toph, um estudante americano mochilando pela Europa. Enquanto procuram pelo pai dela nos cafés e boulevards de Paris, ela perde a cabeça em vez disso. Será que Bea é a garota de Toph ou a boa menina que sua mãe espera que ela seja? Ou será esse o verão mágico em que Bea finalmente torna-se dona do próprio nariz?


 Resenha

Sabe quando você pega uma livro e ao invés de ler você fica babando na capa do livro? Foi bem assim que aconteceu com esse livro, eu namorei essa capa por pelo menos 2 horas, sem brincadeira, fiquei imaginando eu em Paris aushuahs Meu sonho é conhecer essa cidade, quem sabe um dia né?


Nesse livro conhecemos Bea, ela é uma jovem nada popular, simples que só tem 17 anos, sua vida consiste em ajudar a mãe a cuidar de seus irmãos gêmeos e praticar alguns pilates com sua avó, fora ter que obedecer sua mãe que é mega exagerada quando se fala em cuidados com os filhos.

Bea tem um sonho que é conhecer seu pai, só que para isso ela vai ter que ir para Paris, mas isso não é problema desde pequena ela estuda tudo sobre a cidade, sobre as culturas, acredite a menina fez até aula de Francês.

Quando chega as férias de verão Bea vai viajar com umas amigas para Espanha, na verdade o que essas meninas querem é somente humilhar Bea, que decide mudar o curso de sua viagem e ir para Paris, só que antes ela tem que se vingar dessas meninas chatas e metidas.

Quando Bea entra no trem que está indo para Paris ela acaba dormindo, e vai parar em um lugar desconhecido, ali ela conhece cinco jovens mochileiros que está viajando pela Europa antes de entrar na Universidade. E ai que ela conhece Toph, um lindo rapaz. O destino desses cinco jovens é Paris, então Bea decide ir com eles, o que ela não imaginava era que sua vida iria mudar para sempre.

Para quem gosta de um livro em que a mocinha busca a felicidade, com certeza vai gostar de Onde deixarei meu coração. Preciso falar mais alguma coisa sobre essa capa? Não né? Narrado em primeira pessoa, com uma diagramação simples mais bem feita e com uma revisão quase perfeita, esse livro me agradou muito.

Bem é isso pessoal espero que gostem desse livro viu. Em breve novidades no blog para vocês

6 Comentários

  1. confesso que quando li a sinopse nao tinha gostado mto mais depois da sua resenha me apaixone, eee simmmm essa capa e lindaa super fofa tbm tenho um sonho de conhecer Paris e falar em francês,parece ser otimoo o livro gostei bastante.. agora eu queroo muitoo ele nem tinha ouvido falar nele e o titulo tbm e bem legal taí gostei bjoos

    ResponderExcluir
  2. Já me apaixonei apenas lendo a resenha!kkk Parece ser uma história bem sensível e cheia de lições de vida. Fiquei ansiosa pra ler agora! Eu não sei porque, mas eu gosto de histórias em que a/o personagem não conhece o pai, ou a mãe. Sempre fico roendo as unhas para o momento em que se conhecem. É sempre lindo! Tomara que nesse ela encontre.
    Fiquei intrigada com esses mochileiros, ainda mais com Toph. Parecem gostar de aventuras e por isso quero conhece-los. Já está na minha lista para janeiro de 2015. Sim, passei a frente de muitos!kkkk Mas, fiquei mesmo ansiosa pra conhecer essa história.

    PS: Você não foi a única que ficou babando pela capa! Eu também amei! Paris é um dos lugares que adoraria visitar.

    ResponderExcluir
  3. Qurm nunca imaginou ir em um lugar né? Eu me imaginei em Veneza. 8)
    Por incrivel que pareça não me interessei pelo livro, sou aquela pessoa que me apaixono por todos os exemplares que vejo. Mais com esse livro foi diferente a historia não me fisgou e nem me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro em que a leitura acontece rápido e você nem percebe. A história é meio batida, mas ainda assim parece ser interessante.
    O que os autores têm contra nomes "normais" ¬¬ ? O pior é que eu gosto desses nomes diferentes >< ...

    ResponderExcluir
  5. Estou montando minha meta de leitura de 2015, mas acho que esse livro não entrará nela, ao menos não a princípio. Tenho medo que o romance entre Bea e Toph tome a história e conduza a trama, jogando a busca pelo pai da Bea para segundo plano. E essa busca parece ser justamente o foco da trama, para que Bea descubra mais sobre si.

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa já namorei muitas capas de livros..
    Também já me imaginei em Paris realmente e uma cidade linda!
    Gostei da historia. Vou procurar. Minha lista pra 2015 está enorme! Haha

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.