SinopseAlexi Littrell era uma adolescente normal até que, em uma noite de verão, sua vida é devastada. Envergonhada, a menina começa a se arranhar e a contar compulsivamente uma tentativa de fazer a dor física se sobrepor ao sofrimento que passou a esconder de todos. Ela só consegue sobreviver ao terceiro ano do ensino médio graças às letras de música que um desconhecido escreve em sua carteira. As canções parecem adivinhar o que o coração de Alexi está sentindo. Bodee Lennox nunca foi um adolescente normal, mas agora é o menino que teve a mãe assassinada pelo pai. Em seguida, ele vai morar com os Littrell, e Alexi acaba descobrindo que o Garoto Ki-Suco, o quieto e desajeitado menino de cabelos coloridos, pode ser um ótimo amigo. Em Um dia de cada vez, Alexi e Bodee, ao mesmo tempo em que fingem para o resto do mundo que está tudo bem, passam a apoiar um ao outro, tentando viver um dia de cada vez.

Minha opinião  


"O closet é minha maldição e meu lugar de paz. Por pelo menos uma hora todos os dias, eu me escondo lá. Encolhida e  aninhada. Abraçada aos joelhos, enquanto forço minha mente a não viver no modo louco de "antes e depois". Mas é inútil."


Alexi é uma jovem comum até que algo a marca definitivamente e sua vida e rotina mudam. Para quem não repara muito, parece que tudo vai bem, mas o que ninguém sabe é que Alexi se arranha e se esconde no armário para não encarar seus medos e tentar de alguma forma frear eles e acabar com o sofrimento, pois ela acredita que uma dor pode vir a se sobrepor a outra.

Alexi encontra em sua carteira escolar um pouco de carinho, pois ali, escrito, encontra letras de música de um estranho que parece conhecê-la muito bem, ela responde com letras de músicas e ambos estão sempre conectados dessa forma! Isso a acalma e a faz ter em que pensar algo com que sonhar e que a faz sair um pouco de seus pesadelos. O Capitão Letra de Música (como ela chama) é como um herói que está ali, mesmo sem rosto, sem nome e é assim que ela pretende mantê-lo por muito tempo, pois dessa forma não se magoa e não há expectativas.

Alexi vive em seu mundo, com duas amigas por perto que não desistem dela, mesmo que em vários momentos ela pareça distante.. E também Boode, um jovem cuja mãe (melhor amiga da mãe de Alexi) é assassinada pelo próprio pai do rapaz. Ele vivia no inferno e o inferno também o tocou. Mas a forma como você escolhe seguir com as merdas que acontecem em sua vida, vai de cada um.. e uma amizade improvável surge entre o “garoto Ki-suco” e Alexi. O leitor vai percebendo de diversas maneiras que com os traumas que ambos passaram, cada um lida a sua maneira, mas ambos são fundamentais um para o outro e se ajudam a passar pela situação deixando pouco a pouco as coisas mais leves e levando a vida como dá!

Uma história bem escrita e que marca o leitor, transportando-o para a vida de Alexi e Boode e fazendo com que possamos sentir junto dos personagens e também nos fazendo refletir sobre outras questões do nosso dia a dia, não em termos de violência, mas sim na forma como escolhemos lidar com cada situação!

A autora escreve uma nota ao fim dizendo que espera que com esse livro possa dar um “abraço” naqueles que sofrem abusos, seja qual for, e não conseguem falar a respeito, buscar ajuda. Ela também informa que ao buscar ajuda para o seu problema, começou a melhorar. Acredito que ela passou muito bem a mensagem; e que este livro sirva sim como grande incentivo em vários quesitos seja ligado a violência, ou mesmo na forma como superamos os problemas quem passamos, afinal, muitas vezes nos sentimos “mortos” depois de muitos traumas vividos, mas a vida ainda está lá e a forma como escolhemos vive-la é que definirá tudo. 

17 Comentários

  1. Apesar de ser uma história bem batida: os dois personagens sofridos que encontram força um no outro, Um Dia de Cada Vez me pareceu um livro muito bom e sensível.
    Ainda não li, mas, adorei a indicação e a resenha. Vou tentar lê-lo esse ano.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da trama e dos personagens. Parece ter uma história forte e cheia de mensagens mesmo. Gosto de leitura deste tipo cheios de emoção. Estou curiosa e vou tentar ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. To louca pra ler esse livro! O drama da Alexi é tão real e infelizmente normal se a gente parar pra pensar, acho que isso deixa o livro mais vivo até.

    ResponderExcluir
  4. Eu quero muito ler este livro, espero que meu marido compre ele este mês rsrs.
    Mesmo fugindo de dramas pelo uqe percebo este tem um fim que te deixa com esperança e fala de um assunto que muitas pessoas sofrem e não contam para ninguém, eu mesmo tenho uma pessoa na familia que passou por isso...
    espero poder ler muito em breve, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Estou querendo ler esse livro, a história é tão real como duas pessoas que estão perdidas e acabam se reencontrando e achando uma razão para continuar vivendo. Uma história realmente interessante e emotiva. Ótima resenha e ainda vou ler esse ano. Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, Ká, que história mais forte e triste de Alexi. Realmente abuso é um tema denso e bastante emocionante para ser abordado. Que legal da parte da autora em finalizar a obra dizendo isso. Eu não conhecia o livro, então não tinha a mínima vontade de ler, mas, depois dessa resenha, as coisas mudaram.

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    Não sei se leria esse livro por agora =( não pela autora ou por ser um drama, mas por achar triste o tema abordado, sei que infelizmente é algo que acontece muito, mas busco leituras mais leves na maioria das vezes, mas a dica está anotada quando quiser ler um drama.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  8. Oi Ká! Esse livro parece bem pesado, não é? É um tema bem forte, e parece que o livro é extremamente bem escrito, o que faz a gente sentir a história como se fosse com a gente. Não sei se leria, pois acabo me envolvendo muito e me sentindo mal com a história, mas vou guardar o nome para o dia que me der vontade de ler um livro nesse estilo. Adorei saber mais sobre ele.

    Beijos,
    Adri Brust
    http://stolenights.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Hey Ká, esse livro está nos meus desejados. Adoro um livro mais intenso e que traga uma mensagem bonita no final, parece que irei amar Um dia de cada Vez ^^

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  10. Hey, Ka!
    Achei a sinopse me envolvente. Pelo menos eu fiquei curiosa para ler o livro a partir da sinopse. Que drama esse da Alexi, tadinha!!
    To morta com sua resenha!!!!!! Me arrisco a dizer que foi a melhor resenha que eu já li! Não sei se pelo fato da história ser tão boa ou se pela sensibilidade da escrita. Acho que pode ser os dois, né?

    Abs

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bom?
    O livro parece ser muito bom, e profundo também, adorei a resenha, creio que temos muito que aprender com ele, espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  12. É um livro com uma temática bem complicada né? Bom, eu acho importante a mensagem da autora, pois lidar com isso sozinha é muito dificil. É a primeira resenha que leio do livro, eu fiquei bem intrigada em ler.

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  13. Nossa uma bela historia fiquei encabulada aqui so pela a resenha, o medo realmente e uma coisa bem complicada de lidar, amei a resenha..

    ResponderExcluir
  14. Oi! Parece ser uma história clichê, mas tem sua certa delicadeza e um toque gentil para a alma. Espero que aqueles que sofrem com isso consiga segurar as forças, consiga enxergar o caminho para a superação. Gostei desse livro, que tem uma mensagem subliminar escondido em cada palavra.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Já li algumas resenhas positivas desse livro e estou curiosa sobre a história, que parece ser bem bonita. Quero saber como os protagonistas vão se ajudar a superar seus traumas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  16. Nossa.... esse livro deve ser bem intenso....
    Fiquei interessada em ler e descobrir mais sobre a história. Deve ser uma leitura emocionante.

    ResponderExcluir
  17. https://www.facebook.com/pages/Um-dia-de-cada-vez/1654270721497759?notif_t=page_new_likes

    Curtam a página do livro no face e compartilhem ideias sobre o livro.

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.