SinopseKira, uma órfã de perna torta, vive em um mundo onde os fracos são deixados de lado. A partir do momento da morte de sua mãe, ela teme por seu futuro até que é perdoada pelo Conselho de Guardiões. A razão é que Kira tem um dom: seus dedos possuem a habilidade de bordar de forma extraordinária.  Ela supera a habilidade de sua mãe, e lhe cabe a tarefa que nenhum outro membro da comunidade pode fazer. Enquanto seu talento a mantêm viva e traz certos privilégios, ela percebe que está rodeada de mistérios e segredos, mas ninguém deve saber sua intenção de descobrir a verdade sobre o mundo.





Minha opinião - "A Escolhida" é o segundo livro da quadrilogia "O Doador de Memórias". O foco desse livro é a protagonista Kira, uma jovem que nasceu com a perna torta (conforme a sinopse explica). Sua mãe a manteve viva e a ensinou a tear, mas quando Kira encontra-se órfão é levada para morar no prédio do Conselho de Guardiões, para executar uma tarefa importante: consertar a túnica do Cantor. Nessa túnica encontra-se toda a história do mundo, então dá para imaginar a grandiosidade do seu trabalho, não é?
Mas como todos aqueles que acompanham a série sabem que não existem atos generosos sem maiores interesses por trás disso, Kira irá descobrir que ter sido poupada não foi pura bondade do Conselho.
Kira é uma garota meiga, mas também forte e determinada. Ela tem dois amigos que terão um grande papel em sua vida: Thomas e Matt. Os dois são extremamente fofos e protetores com ela. Thomas possui um dom e por conta disso mora com a Kira e Matt é o tipo de rapaz corajoso, que desperta suspiros dos leitores.
Eu não gostei muito da capa, achei um pouco sem graça. Como sempre a revisão da arqueiro está ótima.
Ah, vale a pena comentar que esse livro pode ser lido de forma independente do primeiro. Eu mesma não li o primeiro e não me atrapalhei para entender a história.
Acho que é isso pessoal. Se eu comentar algo mais irei estragar as surpresas do livro.

6 Comentários

  1. Oi Ká!
    Eu só assisti o filme O doador de memórias, mas gostei bastante da história estranhei o segundo livro não ter nada relacionado ao primeiro. Ainda quero ler, mas iria preferir uma sequência para o primeiro livro, pelo menos se ele for igual ao filme...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu sou tão fora que nem sabia que era mais de um livro! o.O
    Não gosto muito quando não tem muita ligação com a história, parece que falta algo, você estar no mesmo mundo e não ter mais certas coisas.


    ResponderExcluir
  3. Ei Carol!
    Pois eu gostei da capa e juro que jamais a relacionaria com o Doador de memórias, que por sinal, estou com ele aqui para leitura.
    Realmente as distopias tem sempre o poder por trás e comenda tudo.
    Depois vou ler...
    Muita luz e paz! E um domingo esplendoroso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Não sabia que tinha um outro livro sobre o mundo de "O Doador de Memórias" mas achei a historia de Kira bem legal e diferente do primeiro livro gostei de saber que pode ser uma leitura independente pois ainda não li o primeiro !!!

    ResponderExcluir
  5. Gostei da capa, só as fontes que não gostei muito. A história me pareceu diferente, não lembro de ter lido algo assim ou parecido... Provavelmente, irei comprar.

    Abs

    ResponderExcluir
  6. Nossa sempre achei a capa do livro legal, mas nunca parei para ler nada sobre ele, fiquei surpresa ao saber que é um livro do mesmo mundo do doador de memorias! Até acho legal não ter mta ligação pra quem não leu um possa ler o outro mas sempre parece que falta algo, você estar no mesmo mundo e não ter mais certas coisas, certos personagens!

    ResponderExcluir

Comentários ofensivos e/ou preconceituosos não serão aceitos.

Obrigado por visitar e comentar.